É oficial: Dilma Rousseff destituída

Marcelo Camargo / Agência Brasil

A presidente afastada Dilma Rousseff faz a sua defesa diante dos Senadores durante sessão de julgamento do impeachment

A presidente afastada Dilma Rousseff faz a sua defesa diante dos Senadores durante sessão de julgamento do impeachment

Dilma Rousseff foi destituída do cargo de Presidente da República brasileira esta quarta-feira, com 61 votos contra 20.

O Senado brasileiro votou hoje o afastamento definitivo de Dilma Rousseff, pondo fim a um processo de nove meses que dividiu o país com argumentos jurídicos e políticos.

A sessão da votação do impeachment começou pouco depois das 11h (15h em Lisboa), liderada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que comanda os trabalhos do julgamento final, iniciado na passada quinta-feira.

Dilma Rousseff é acusada de editar créditos suplementares no ano passado e de usar dinheiro de bancos federais em programas do Tesouro, as chamadas “pedaladas fiscais“.

Ao ser considerada culpada por 61 dos 81 senadores, a primeira mulher Presidente do Brasil acaba de perder o mandato, e o Presidente interino, Michel Temer, ocupará a Presidência em pleno até às presidenciais de 2018.

Será feira, em seguida, a votação que decidirá o direito a ocupar cargos públicos eletivos durante oito anos.

Trata-se do primeiro impeachment da história do país em que o Presidente lutou até ao fim.

Em 1992, o impeachment de Fernando Collor de Mello foi concluído apesar de, horas antes do julgamento final, ele ter renunciado ao cargo.

“Golpe parlamentar”

Depois das audiências das testemunhas da acusação e da defesa durante três dias, a Presidente com mandato suspenso desde 12 de maio respondeu às perguntas dos senadores e da acusação durante cerca de 14 horas na segunda-feira.

Repetindo a ideia de que pode ser alvo de um “golpe parlamentar”, a Dilma pediu aos senadores que votem com “consciência”, alertando que tirar um Presidente sem ele ter cometido crimes de responsabilidade é um “ferimento que será muito difícil de ser curado”.

Em defesa do seu mandato, a Presidente reeleita em 2014 preferiu culpar a situação internacional e um “boicote” na Câmara dos Deputados (câmara baixa do Congresso), então liderada pelo seu opositor Eduardo Cunha, pela crise em que o Brasil se encontra.

Na terça-feira, foi a vez dos debates, com os argumentos da defesa e da acusação, bem como de dezenas de senadores que quiseram opinar sobre o caso ou antecipar o seu voto, justificando-o.

Esta quarta-feira, os 81 senadores foram chamados a responder, votando de forma nominal e por painel eletrónico, se Dilma Rousseff cometeu crimes de responsabilidade.

Na última votação, a 10 de agosto, os senadores aceitaram a denúncia por 59 votos contra 21.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A partir de hoje qualquer próximo presidente poderá cair se não autorizar a corrupção livre no parlamento e senado brasileiro.
    Dilma foi provavelmente a pior presidente do Brasil. Mas a forma como a elite a destituiu, deixa uma enorme mancha na democracia e no estado de direito do Brasil.
    A maioria dos parlamentares e senadores que se esforçaram para a derrubar, têm contas a saldar com o estado e estão implicados em processos de corrupção.

RESPONDER

Seis crianças infetadas em surto em infantário nas Caldas da Rainha. Hospital de Gaia diagnostica mais 5

O número de crianças infetadas num infantário das Caldas da Rainha aumentou para seis, disse esta terça-feira à agência Lusa o presidente da câmara. No mesmo dia, cinco crianças deram positivo no teste para covid-19 …

Fim dos debates quinzenais. Rio diz que é o melhor para o país (e pensa em si próprio)

O líder do PSD, Rui Rio, explicou, num vídeo da PSD/TV que defende o fim dos debates quinzenais porque é o "melhor para o país", alegando que esta proposta não tem a "preocupação de dificultar …

Lei de segurança nacional. Taiwan teme ser próximo alvo da China (e Hong Kong pode ser o novo Tibete)

A decisão de Pequim em impor a Hong Kong uma lei draconiana sobre segurança faz crescer os receios de que Taiwan possa ser o próximo alvo da República Popular da China. Por outro lado, teme-se …

Patrick Mahomes assina o maior contrato da história do desporto: 10 anos por 446 milhões

O jogador de futebol americano Patrick Mahomes fez história ao assinar o maior contrato de sempre do mundo do desporto. O quarterback dos Kansas City Chiefs renovou por dez temporadas, num valor total de 446 …

Centeno rejeita conflito de interesses. “Não conseguia emprego em Portugal nas próximas décadas"

O antigo ministro das Finanças está esta quarta-feira a ser ouvido no Parlamento, naquela que é a sua primeira grande prova de fogo no caminho que terá que percorrer até chegar ao cargo de governador …

Centenas de holandeses nas ruas de Albufeira. GNR obrigada a intervir

A Guarda Nacional Republicana (GNR) levantou, no domingo, dezenas de autos de contraordenação a estabelecimentos e a pessoas, em Albufeira, no Algarve, por desrespeito das regras impostas devido à pandemia da Covid-19, disse esta terça-feira …

Soares atravessou jejum de golos, mas há uma estatística em que ninguém o bate

O avançado portista Tiquinho Soares é o jogador que mais golos faz de cabeça, em Portugal e na Europa. Esta temporada, já leva sete cabeceamento certeiros. Tiquinho Soares esteve 12 jogos sem marcar qualquer golo com …

"Dêem a Portugal uma Ponte Aérea". Escocês faz petição e diz que decisão do Reino Unido é injusta

Um escocês admirador de Portugal considera a exclusão da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido “injusta” e “pouco transparente” e por isso promoveu uma petição popular a pedir o levantamento …

Juiz Carlos Alexandre está em isolamento profilático

O juiz Carlos Alexandre encontra-se em isolamento profilático depois de ter participado, no final de junho, numa busca a uma agência bancária em que estiverem envolvidas três pessoas infetadas com covid-19. De acordo com a RTP, …

Jogo de loucos em Itália. Milan de Ibrahimovic derrota Juve de CR7 com golo português

Cristiano Ronaldo fez o 2-0 para a Juventus em casa do AC Milan, porém, o campeão perdeu 4-2 e desperdiçou a oportunidade de ampliar para 10 os pontos de vantagem para a Lazio, derrotada em …