E a mais recente coisa inteligente é… um relógio de parede

Glance

O Glance é o smartwatch que vais poder pendurar em casa

O Glance é o smartwatch que vais poder pendurar em casa

A tecnologia está a assistir a uma pandemia de “inteligentificação”. Todo e qualquer objecto parece poder tornar-se mais inteligente e passar a dispôr de um leque mais abrangente de funcionalidades que, até agora, pareciam ser impossíveis de conjugar.

A CES mostrou-nos mais uns quantos exemplos desta realidade: frigoríficos com portas transparentes, sensores digitais de glúten e até patos de borracha que se conectam ao teu smartphone.

A fila de utensílios domésticos que ainda não foram explorados por uma empresa tecnológica com o objectivo de o deixar mais “smart” está a encurtar e, desta vez, à custa dos relógios de parede.

O Glance é o smartwatch que vai poder pendurar em casa e a proposta deste relógio é simples: condensar toda a informação dos teus wearables, trackers, apps e gadgets de sua casa num dispositivo simples que se cruza facilmente com o teu olhar.

O mostrador tem 12 polegadas de diâmetro e a sua bateria é capaz de aguentar até 6 meses.

Nele pode consultar coisas como a sua agenda, os teus ciclos de sono ou a chegada de um Uber que chamaste há 10 minutos.

A informação é disponibilizada de forma original e sempre articulada com o mostrador analógico que foi claramente utilizado para não o descaracterizar da sua categoria de “relógio de parede”.

“O problema com os telemóveis é que monopolizam totalmente a tua atenção”, escreve David Rose em The Enchanted Objects, a obra que inspirou o CEO e fundador da Glance, Anton Zriashchev, a criar este relógio.

“Há uma oportunidade de nos descolarmos deste ecrã e espalhar aplicações por objectos do dia-a-dia, como secretárias, roupa, jóias. Simplesmente por todo o lado. Seria uma forma muito mais simpática de interagir com tecnologia”, diz Rose.

E é com base nessa filosofia que podemos olhar para o Glance como um objecto do processo de descentralização tecnológica a que assistiremos nos próximos tempos.

Isto significa que objectos tão simples como o seu relógio de parede podem fornecer informações tão úteis quanto a chegada de um novo e-mail à tua caixa de correio e no futuro, quem sabe, até as paredes do teu quarto o poderão fazer.

É a internet das coisas a funcionar na sua plenitude.

Shifter

PARTILHAR

RESPONDER

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …

Iniciativa Liberal vai votar contra programa de Costa

O deputado eleito do Iniciativa Liberal vai votar contra o Programa de Governo, e revela que as suas primeiras propostas serão de desagravamento fiscal perante um Parlamento onde se quer sentar ao meio, "o mais …