Durão Barroso “sempre recusou representar” a Goldman Sachs na UE

Depois de o vice-presidente da Comissão Europeia ter revelado que esteve com Durão Barroso enquanto representante do banco de investimento, o Goldman Sachs saiu em defesa do responsável português.

De acordo com o jornal i, o Goldman Sachs emitiu um comunicado no qual garante que Durão Barroso sempre recusou representar o banco junto de responsáveis da União Europeia.

“Enquanto presidente do Goldman Sachs International, José Manuel durão Barroso representa a nossa empresa junto de clientes, figuras públicas e outros importantes stakeholders. Desde que está connosco, sempre se recusou a representar a empresa em quaisquer interações com responsáveis da União Europeia”, lia-se na nota que contraria a versão adiantada por Jyri Katainen.

O Goldman Sachs garantiu ainda que “quaisquer reuniões desse tipo estão relacionadas com a sua competência pessoal construída ao longo da sua carreira de serviço público”.

O vice-presidente da Comissão Europeia, no entanto, garantiu ter-se encontrado com o português numa ação de lóbi. “Encontrei-me com o Dr. Barroso no Hotel Silken Berlaymont em Bruxelas, a 25 de Outubro de 2017. O sr. Barroso e eu fomos os únicos participantes nesta reunião, onde discutimos sobretudo assuntos de comércio e de defesa“, frisa Katainen numa carta de 31 de janeiro e enviada ao Observatório Corporativo da Europa, uma organização sem fins lucrativos que inspeciona o lóbi.

O Comité de Ética da Comissão Europeia que analisou o caso de Durão Barroso concluiu que o ex-político português tomou uma decisão pouco sensata, quando rumou ao Goldman Sachs, mas que não violou as regras de conduta da UE.

No entanto, a investigadora e ativista do Corporate Europe Observatory, Margarida Silva, defende que “Barroso claramente quebrou o compromisso, então a opinião do Comité de Ética tem de ser considerada inválida“.

O Comité de Ética da Comissão Europeia concluiu que, apesar de Barroso não ter mostrado “bom senso” ao tornar-se chairman da Goldman Sachs, não tinha quebrado a regra do artigo 245º do Tratado Europeu, que obriga os ex-membros da Comissão Europeia a não agir contra os interesses e a integridade do cargo, por garantir que não iria fazer lóbi, numa carta enviada a Jean-Claude Juncker, o seu sucessor.

Depois de Katainen confirmou ter-se encontrado com Barroso, enquanto representante da Goldman Sachs, para falar de “comércio e defesa”, o Corporate Europe Observatory quer que esta decisão seja revista.

Segundo o ECO, no entanto, Katainen já desmentiu ter sido alvo de lóbi, tendo o comissário dito que, em vez disso, os dois “só beberam uma cerveja”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Isabel dos Santos comprou casa em Lisboa através de um dos paraísos fiscais mais secretos do mundo

A empresária Isabel dos Santos utilizou uma empresa com sede no Estado norte-americano de Delaware, considerado um dos paraísos fiscais mais secretos do mundo, para comprar um imóvel de luxo em Lisboa, que está avaliado …

"Não é aceitável". Alentejo de fora dos descontos nas portagens

Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara de Évora, considera “incompreensível” que a A6 (Autoestrada Marateca-Caia), que atravessa o Alentejo, não esteja incluída na lista das autoestradas que vão beneficiar de uma redução do preço …

Afinal, a economia portuguesa cresceu 2,2% em 2019 (mas está em desaceleração)

O Instituto Nacional de Estatística (INE) reviu em alta, de 0,2 pontos percentuais, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) português em 2019, situando-o em 2,2%, três décimas acima das previsões do Governo. Ainda assim, …

Deputado do PSD propõe referendo. "Concorda com a despenalização da prática da eutanásia?"

O deputado do PSD Pedro Rodrigues enviou na quarta-feira aos companheiros de bancada um projeto de resolução que propõe ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a convocação de um referendo sobre a eutanásia. De …

Alguém apostou no Placard num café fechado. Santa Casa perdeu dois milhões de euros

Durante quatro dias, a Santa Casa da Misericórdia registou o valor de dois milhões de euros em apostas, a partir de um café encerrado em Odivelas. Entre 9 e 12 de fevereiro, alguém apostou dois milhões …

Bairro da Jamaica. Novas suspeitas reabrem queixa contra agentes

Os moradores envolvidos nos confrontos de janeiro de 2019, no Bairro da Jamaica, pedem a reabertura do processo contra os agente da PSP. A defesa quer ver anulada a decisão do Ministério Público que acusou …

"Cuidados de morte." Governo acusado de cortar em cuidados paliativos para poupar dinheiro

A Associação Nacional dos Cuidados Continuados (ANCC) acusa o Governo de estar a cortar nos cuidados paliativos para poupar dinheiro. A TSF avança esta sexta-feira que a Associação Nacional dos Cuidados Continuados (ANCC) não tem dúvidas …

Novo Banco contrata detetives para seguir ex-líder da Ongoing

O Novo Banco contratou equipas especializadas compostas por investigadores privados para fazer o levantamento de todos os bens que possam ser associados a Nuno Vasconcellos, ex-líder da Ongoing. Segundo avança o Correio da Manhã esta sexta-feira, …

Eurobic nega que Teixeira dos Santos esteja a ser investigado pelo Banco de Portugal

Na quinta-feira, o jornal Público deu conta de uma investigação do Banco de Portugal (BdP) ao papel de Teixeira dos Santos no Eurobic no âmbito do caso Luanda Leaks. Agora, o banco vem a público …

Com Ferro Rodrigues "não acontecerá." Castração química não será debatida no Parlamento

Admitindo que as responsabilidades pela decisão de não admissibilidade do projeto de lei do Chega eram suas, Ferro Rodrigues deixou claro que, consigo na presidência da Assembleia da República, projetos de lei (provavelmente) inconstitucionais como …