Duarte Lima perde último recurso no Tribunal Constitucional (e vai preso)

António Cotrim / Lusa

Domingos Duarte Lima

Três juízes do Tribunal Constitucional rejeitaram a reclamação do antigo deputado do PSD, que se queixava de o tribunal não ter admitido aquele que seria o último recurso possível.

Três juízes do Tribunal Constitucional rejeitaram, a 18 de dezembro, o recurso apresentado por Duarte Lima, por considerarem que a defesa deixou passar o prazo legal para impugnar a decisão do Tribunal da Relação, que fixou a pena do ex-deputado em seis anos, em abril de 2016.

De acordo com a notícia avançada pela SIC, o antigo deputado do PSD queixava-se de o Tribunal não ter admitido aquele que seria o último recurso possível.

Em 2014, Duarte Lima foi condenado a uma pena única de dez anos, por uma burla qualificada de 47 milhões de euros ao BPN, no caso Homeland. Já em 2016, o Tribunal da Relação de Lisboa reduziu a pena para seis anos. Em mais de dois anos e meio, o ex-deputado apresentou vários recursos, embora nenhum tenha tido sucesso.

Em julho deste ano, havia uma ordem de condução à cadeia por parte de uma procuradora do Supremo Tribunal de Justiça, mas a juíza de primeira instância considerou estar ainda pendente recurso para o Constitucional, que acaba de ser chumbado.

A decisão vai tornar-se definitiva no próximo dia 17 de janeiro. Agora, a defesa de Duarte Lima pode apenas arguir nulidades ou pedir aclaração do acórdão. O advogado de Duarte Lima disse estar ainda a estudar o veredicto, mas afirma estar “cansado de que não haja tribunal que queira analisar a substância da condenação”.

Para além deste processo, o Duarte Lima está envolvidos em outros processos judiciais que, em caso de condenação, poderão aumentar a pena que terá de cumprir. O advogado está a aguardar a leitura de sentença no julgamento de abuso de confiança, no qual é acusado de se ter apropriado de mais de cinco milhões de euros de Rosalina Ribeiro.

O caso de homicídio da antiga companheira de Lúcio Feteira deverá ser transferido em para Lisboa. Além disso, foi apanhado no caso Monte Branco e está agora a ser investigado por insolvência dolosa.

Fisco exige 1,7 milhões a Duarte Lima por mansão

São pelo menos uma dezena os credores a reclamar o dinheiro perdido à conta do processo Homeland. A empresa Parvalorem, que ficou com os créditos mal parados do BPN, exige 17 milhões e meio de euros; o Novo Banco quer 11,4 milhões. No total, são 31 milhões de créditos reclamados.

Além destes, de acordo com o Observador, a Autoridade Tributária veio agora juntar 1,7 milhões de mais-valias, que diz nunca terem sido pagas. Em causa, está a venda de uma mansão na Quinta do Lago por 8 milhões e meio de euros, em 2012. Destes, 500 mil euros foram usados para pagar a caução para deixar sair em liberdade Pedro Lima, o filho de Duarte Lima.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Irra que finalmente o bandido vai preso !
    E passados os escassos 6 anos (que na prática serão menos anos) de encarceramento, só o deveriam deixar sair se e quando pagasse os milhões que roubou !
    E já agora também o podiam “recambiar” para o Brasil onde ansiosamente o esperam para condenar por homicídio!

  2. cadeia…porque pagar só em sonhos, deram-lhe todo o tempo do mundo para vender e despachar o que poderia servir para pagar , justiça saloia.

RESPONDER

PS, Bloco e Livre recusam solidarizar-se com Bernardo Silva

PS, Bloco e Livre votaram, esta sexta-feira, contra a solidariedade do Parlamento para com o internacional português, condenado recentemente por um ato considerado racista pela Federação Inglesa de Futebol (FA). Socialistas, bloquistas e a deputada única …

Descoberta nova lesão pulmonar que poderá estar ligada a cigarros eletrónicos com líquido

Um grupo de investigadores do Canadá anunciou esta quinta-feira a descoberta do que considera ser um novo tipo de lesão pulmonar causado pela vaporização com cigarros eletrónicos com líquido e que é semelhante à bronquiolite …

Professor acusado de agredir aluno surdo em Penafiel

Um estudante surdo foi agredido, na terça-feira, por um professor dentro de uma das salas de aula da escola secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel. Um estudante de 16 anos, da escola secundária Joaquim de Araújo, …

Presidente da Colômbia disse que o Governo ouviu protestos em massa

O Presidente da Colômbia, Iván Duque, garantiu que ouviu as exigências dos manifestantes que saíram há rua na quinta-feira para um protesto maciço contra a política económica e social do atual governo. "Hoje [quinta-feira], os colombianos …

Detido mais um suspeito do caso do camião do Reino Unido

Foi detida mais uma pessoa por suspeitas de ligação ao caso do camião encontrado em Essex, Inglaterra, com 39 cadáveres no seu interior. A polícia britânica prendeu, hoje de manhã, um homem de 23 anos, …

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …

China já está a trabalhar no desenvolvimento de redes 6G

As autoridades chinesas divulgaram esta sexta-feira que já iniciaram pesquisas para o desenvolvimento de redes sem fio de sexta geração, apenas algumas semanas depois de as três principais operadoras de telecomunicações do país terem lançado …

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …