Dos 1637 pedidos, só 4 pessoas viram reconhecida a sua nacionalidade

Manuel de Almeida / Lusa

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem

Em Portugal, 1637 pediram nacionalidade, mas apenas quatro pessoas a viram reconhecida. Dessas quatro, três são brasileira, incluindo o arguido do caso Lava-Jato, Raul Schmidt.

De acordo com o Instituto de Registos e Notariado (IRN), foram recebidos 1637 pedidos de reconhecimento de cidadania portuguesa originária nos últimos seis meses, sendo a maioria deles de estrangeiros netos de cidadãos nacionais.

No entanto, de entre os 248 processos já analisados, foram até agora deferidos apenas quatro casos, segundo fonte oficial do Ministério da Justiça, três dos quais brasileiros.

O Diário de Notícias avança que 25% – cerca de 400 – dos requerimentos são de pessoas que já têm nacionalidade portuguesa, por naturalização. Há 1237 que são estrangeiros, sendo a maioria dos pedidos de pessoas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

Conforme avança o DN, um dos casos já deferidos é o de Raul Schmidt, perseguido pelas autoridades brasileiras da operação Lava-Jato, que pediram a Portugal a sua extradição. A cidadania originária de Schmidt, neto de portugueses, que obteve a cidadania “derivada” (por naturalização) foi reconhecida pelo IRN , tendo causado muita polémica.

Raul Schmidt tem um processo de extradição pendente, por crimes de corrupção e branqueamento de capitais e organização criminosa no Brasil. A sua defesa recorreu e pediu urgência na concessão da cidadania originária, com o intuito de impedir que fosse deportado e julgado em Portugal.

As denúncias de favorecimento a Raul Schmidt são inúmeras. De acordo com o DN, com este reconhecimento, a ministra da Justiça está a reavaliar o processo.

Segundo a legislação em vigor, a nacionalidade portuguesa originária pode ser atribuída a netos de portugueses nascidos no estrangeiro que tenham “laços de efetiva ligação à comunidade nacional”.

Além disso, há outras condições como declararem que querem ser portugueses; não terem sido condenados pela prática de crime punível com pena de prisão de máximo igual ou superior a três anos e têm ainda de inscrever o seu nascimento no registo civil português.

Para que a ligação à comunidade nacional seja provada, têm de demonstrar que residem em território português, que se deslocam ao país regularmente ou que estão ligados à cultura portuguesa, mesmo vivendo no estrangeiro.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. o nosso lindo País…. com dois pesos e duas medidas, por vezes pessoas decentes procurando melhores condições de vida (quem não o faz para si e os seus?), no entanto esses gatunos é que ficam por cá…. faz juz ao País de merda com lideres de merda que temos!!!!

RESPONDER

A Terra em 4K. Empresa vai transmitir vídeos do Espaço em tempo real

A empresa Momentus assinou um novo contrato que fornecerá transporte e implementação no Espaço para a Sen, uma empresa britânica que está atualmente a construir um serviço de streaming de vídeo 4k e em tempo …

Hertz abre falência nos Estados Unidos, mas sobrevive em Portugal

O presidente executivo da Hertz Portugal afirmou esta quarta-feira que, apesar do inevitável “dano reputacional”, a falência da empresa nos EUA não afeta a sua atividade no país, onde opera de forma “independente” em regime …

Sintomas da doença de Lyme podem ser perigosamente confundidos com covid-19

Alguns dos sintomas característicos da doença de Lyme podem ser confundidos com covid-19. Isto pode trazer sérias consequências devido ao diagnóstico tardio da doença. Quando doenças semelhantes a uma gripe se desenvolvem em pessoas que passam …

Revelada a lotação máxima de várias praias portuguesas

Em contexto de pandemia de covid-19, o número de banhistas que pode entrar numa determinada praia será controlado. Foi revelada a lotação máxima das praias para as regiões do Algarve (Barlavento e Sotavento) e de …

Café na Coreia do Sul contrata um robô-barista para evitar a propagação da covid-19

O café Daejon, na Coreia do Sul, "contratou" um barista-robô para servir bebidas aos seus clientes, tentando evitar assim a propagação da pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo …

Incêndios: PSD aponta falta de meios aéreos e avisa que covid-19 não justifica atrasos

O PSD apontou hoje falta de meios aéreos de combate a incêndios no terreno e acusou o Governo de ter ficado "aquém" nas reformas e mudanças na floresta, avisando que a pandemia de covid-19 não …

Lançamento da SpaceX adiado devido ao mau tempo

O lançamento da SpaceX, que estava previsto para hoje, foi adiado devido às condições meteorológicas. Haverá uma nova tentativa no sábado, às 20h22 de Lisboa. O esperado era que a SpaceX lançasse esta quarta-feira dois astronautas …

"Não consigo respirar". Protestos nos EUA pela morte de homem negro às mãos da polícia

Milhares de pessoas protestaram, esta terça-feira à noite, em Minneapolis, cidade no estado norte-americano do Minnesota, contra a morte de George Floyd, um homem negro que acabou por falecer depois de um episódio com a …

Um em cada três americanos não acredita que o azeite vem das azeitonas

Um terço dos norte-americanos entrevistados numa sondagem disse não acreditar ou não ter certeza de que o azeite vem das azeitonas. O produto alimentar é usado por menos de metade das famílias do país. Uma sondagem …

A pandemia separou casais de namorados. Dinamarca abre fronteiras a quem prove estar numa relação

Esta segunda-feira, a Dinamarca diminuiu o controlo na fronteira com outros países nórdicos e com a Alemanha para que casais transfronteiriços, separados pela pandemia, se reencontrem. A partir desta segunda-feira, os casais separados pela pandemia podem …