DonMak e Uncle Vanya’s. Começam as imitações do McDonald’s na Rússia

4

Euromaiden Press / Twitter

DonMac, o novo nome de um McDonald’s na Rússia.

Depois de a McDonald’s ter anunciado que iria vender todos os restaurantes na Rússia, começam a surgir imitações da cadeia de fast food norte-americana.

O McDonald’s anunciou, esta segunda-feira, que irá começar o processo de venda da cadeia de restaurantes na Rússia, após 32 anos de atividade.

A multinacional de restaurantes vai vender o seu negócio no país, depois de ter anunciado o encerramento temporário das suas unidades no mercado russo em março, na sequência da invasão da Ucrânia.

“A crise humanitária provocada pela guerra na Ucrânia e o contexto imprevisível para continuar a operar levaram a McDonald’s a concluir que o negócio na Rússia já não é sustentável nem consistente com os valores da McDonald’s”, lê-se no comunicado.

Os russos habituaram-se ao gigante norte-americano de fast food e o ‘divórcio’ com o país não está a ser recebido da melhor forma. Depois de conhecido o anúncio da saída da empresa da Rússia, um homem algemou-se ao McDonald’s local, falando num ato de hostilidade por parte da cadeia de restaurantes.

“Eles vão abrir daqui a um mês e meio, mas com um nome diferente”, gritou uma pessoa no vídeo divulgado nas redes sociais.

Não foi preciso esperar tanto. O corpo ainda nem arrefeceu e a Rússia já começou a substituir o McDonald’s por… imitações do McDonald’s.

DonMac é o novo nome de um antigo restaurante McDonald’s em Donetsk, região dominada pelas tropas russas. No entanto, este não é o primeiro caso, escreve a VICE.

Ainda em março, quando a empresa norte-americana anunciou que ia suspender as operações na Rússia, uma queixa de infração de direitos de autor foi registada para um restaurante chamado “Uncle Vanya’s”, uma referência à peça clássica de Anton Chekhov.

“Eles anunciaram que estão a fechar. Pronto, ok, fechem. Mas amanhã nesses locais não devemos ter o McDonald’s, mas o Uncle Vanya’s”, disse Vyacheslav Volodin, presidente da câmara baixa do Parlamento russo, em março. “Os empregos devem ser mantidos e os preços reduzidos”.

A McDonald’s tem 850 restaurantes e 62 mil empregados na Rússia. A decisão de encerrar as operações na Rússia irá implicar um custo, nas contas do grupo, entre 1,15 e 1,34 mil milhões de euros.

  Daniel Costa, ZAP //

4 Comments

  1. … nem sei para que se acorrentou, como se alguém o conseguisse tirar dali….
    garantidamente é só mais uma das campanhas de desinformação orquestrada (esta curiosamente com muita verdade) pelo idiota do Putinho para que os russos percebam que só ficam a ganhar sem os fast-foods….

    • “… nem sei para que se acorrentou, como se alguém o conseguisse tirar dali….”

      Os Russos têm gruas 😉

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.