Encontro histórico. Donald Trump vai reunir com Kim Jong-un

Michael Reynolds / EPA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente norte-americano vai reunir-se com o seu homólogo norte-coreano, em maio, anunciou, esta sexta-feira, um dirigente sul-coreano.

A reunião foi proposta por Kim Jong-un, que ofereceu a suspensão do programa nuclear e balístico em troca do início de negociações, informaram hoje representantes sul-coreanos em Washington.

O diretor do gabinete de Segurança Nacional da Coreia do Sul, Chung Eui-yong, que liderou a delegação sul-coreana enviada a Washington, entregou hoje a Donald Trump uma carta que lhe entregou na segunda-feira Kim Jong-un, durante uma reunião em Pyongyang.

O Presidente dos Estados Unidos já afirmou que “estão a ser feitos grandes progressos” em relação ao processo de desnuclearização da Coreia do Norte, confirmando ainda a reunião que está a ser planeada entre os dois homólogos.

“Kim Jong Un falou sobre a desnuclearização (…) não apenas sobre uma suspensão”, escreveu Trump, na sua conta oficial do Twitter.

O chefe de Estado afirmou ainda que “estão a ser feitos grandes progressos, mas as sanções permanecerão até se chegar a um acordo. A reunião está a ser planeada!” e rejubilou-se pelo facto de ultimamente não terem sido “feitos testes de mísseis pela Coreia do Norte”.

O encontro entre os dois líderes pode acontecer em maio, anunciou Chung Eui-yong, mas o local ainda não está decidido.

Rússia, China e Japão reagem ao anúncio da reunião

Reagindo a esta notícia, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, disse que Moscovo encara a cimeira – ao mais alto nível – entre os EUA e a Coreia do Norte como um “passo no sentido da normalização” da situação península coreana.

“Vemos o encontro como um passo no bom caminho. Acabámos de tomar conhecimento do encontro. Esperamos que se realize”, afirmou o responsável russo, numa conferência de imprensa em Adis Abeba, Etiópia.

Lavrov acrescentou ainda que a cimeira é “sem dúvida necessária para normalizar a situação na península coreana”.

O Governo da República Popular da China também saudou o anúncio da reunião. “Saudamos os sinais positivos dados pelos EUA e pela Coreia do Norte no sentido de um diálogo direto”, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Geng Shuang.

“O próximo passo é a manutenção deste momento positivo, alcançar sinergias para o trabalho conjunto no sentido de restaurar a paz e a estabilidade na península da Coreia”. O mesmo responsável disse ainda que as partes envolvidas devem mostrar “coragem política e poder de decisão, envolvendo-se em contactos bilaterais e multilaterais”.

Por sua vez, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, afirmou que as sanções à Coreia do Norte foram preponderantes para a decisão de Pyongyang em dialogar com os EUA.

Agrada-me a mudança da Coreia do Norte em querer realizar uma reunião para discutir a desnuclearização, que é o resultado da alta pressão feita pelo Japão, EUA, Coreia do Sul e pelos restantes membros da comunidade internacional”, declarou o governante.

O primeiro-ministro japonês anunciou que viajará para os EUA em abril para se encontrar com o Presidente norte-americano de forma a analisarem os contactos e enfatizou que concorda “totalmente” com a forma como Trump tem vindo a lidar com o problema norte-coreano.

“O Japão e os EUA mantêm uma posição firme e de máxima pressão sobre a Coreia do Norte até que tomem medidas concretas de abandonar irreversivelmente o desenvolvimento de armas nucleares e mísseis”, concluiu.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

      • Pense nisso da próxima vez que precisar de medicamentos ou terapêuticas que tenham originado nos EUA. Sendo DE LONGE o país que mais inovação produz na área médica, é mais que certo que se alguma vez foi ao médico beneficiou de algo que foi inventado nos EUA. Pense também nisso da próxima vez que usar a internet, invenção Americana. Só para dar 2 exemplos.

        Pense também que não fosse a intervenção Americana na 2a Guerra, e durante a Guerra Fria, hoje toda ou quase toda a Europa estaria sob o jugo Soviético. A Europa deve a liberdade, democracia, e prosperidade económica aos EUA.

  1. Prémio Nobel da Paz para Donald J. Trump.
    E já agora: Pena máxima para Hillary Clinton, Barack Obama, e associados (onde se incluem alguns de nós, portugueses (cherne, etc).

RESPONDER

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …

Açores e Madeira acusam DGS de não usar dados verdadeiros nos boletins

A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira garantiu que os números reportados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) esta sexta-feira não correspondem à realidade. A DRS dos Açores também assume a existência …

Resorts do Reino Unido criaram uma lista de "hóspedes indesejáveis" (com nomes irlandeses)

Uma rede de resorts da Grã-Bretanha tinha uma lista de "hóspedes indesejáveis" com apelidos irlandeses numa tentativa de impedir a entrada de membros da comunidade de viajantes irlandeses (Pavee). Esta notícia foi avançada por uma investigação …