Papa Francisco recebeu Donald Trump (com frieza e ar sério)

Alessandra Tarantino / Pool / EPA

-

Donald Trump no seu primeiro encontro com o Papa Francisco, no Vaticano.

O Papa Francisco recebeu, nesta quarta-feira, o Presidente dos EUA, Donald Trump, num encontro que durou apenas 27 minutos. A frieza do habitualmente afável Francisco marcou o encontro com o líder norte-americano.

Donald Trump reuniu-se, pela primeira vez, com o Papa Francisco, no primeiro ato oficial da sua visita à Europa. Foi um encontro de apenas 27 minutos, o que contrasta com os mais de 50 minutos que Francisco passou com Barack Obama, quando recebeu o anterior presidente dos EUA.

A reunião juntou dois homens que têm manifestado posições muito distintas sobre questões como as migrações e as alterações climáticas. Não se esperava assim, grande afetividade entre ambos e o jornal El País destaca que havia “alguma tensão” no encontro.

O jornal espanhol nota a “extrema seriedade” no rosto do Papa que é habitualmente muito sorridente, destacando que recordou a Trump a importância de garantir a paz no mundo e de preservar o meio ambiente.

Depois do encontro, o Papa e Trump apontaram à colaboração “serena” entre o Estado e a Igreja Católica, “comprometida no serviço à população nos campos da saúde, da educação e da assistência aos imigrantes”, refere um comunicado divulgado à imprensa.

O documento indica ainda que as conversações “permitiram uma troca de pontos de vista sobre alguns temas relacionados com a atualidade internacional e com a promoção da paz no mundo”, através da negociação política e do diálogo inter-religioso.

Durante a campanha eleitoral, Donald Trump manifestou a sua vontade de construir muros para impedir a entrada de imigrantes ilegais nos EUA. Na altura, o Papa Francisco disse que “uma pessoa que pensa em fazer muros em vez de pontes, não é cristão“, ao que Trump respondeu que o próprio Vaticano é protegido por muros de 30 metros de altura.

O Papa Francisco criticou também a bomba lançada pelos EUA no Afeganistão, alertando que a palavra “mãe” não deve ser usada em referência a uma arma mortal.

Roupas de Melania e Ivanka dão que falar

Na visita ao Vaticano, o Presidente norte-americano chegou acompanhado pela mulher, Melania, a filha mais velha, Ivanka, e o genro, Jared Kushner.

A indumentária das já chamadas “mulheres de Trump” é um dos temas comentados na actualidade mundial, uma vez que optaram por usar vestidos e véus pretos, respeitando assim, o protocolo do Vaticano.

Um dado que contrasta com a decisão que tomaram na Arábia Saudita, onde Melania e Ivanka prescindiram do véu.

Donald Trump encontrou-se ainda com o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, acompanhado por D. Paul Gallagher, secretário do Vaticano para as relações com os Estados.

O Presidente dos EUA segue agora para um encontro com o homólogo italiano e participa depois na cimeira da NATO, em Bruxelas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. De facto na foto o papa está bastante zangado … nota-se … Os Srs. jornalistas conseguem transformar o bom em mau e o mau em bom.
    Não sou a favor nem contra a família Trump
    Mas agora é as vestes das mulheres do Trump… não tem mais nada com que se entreter…, talvez tentarem exercer a sua profissão sem se mostrarem tão tendenciosos (há um mínimo que devia ser exido)

  2. Notar que até o nome do cidadão obama, aparece a negrito e do presidente dos estados unidos não.. propaganda triste de liberais camuflado de noticias.

RESPONDER

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …

O problema impossível mais simples do mundo está a levar matemáticos à loucura

Matemáticos avisam os seus colegas para se manterem longe da conjetura de Collatz. No entanto, Terence Tao decidiu arriscar, e está muito perto de resolver aquele que muitos chamam de o problema impossível mais simples …

Soldados da Guerra Civil dos EUA pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias

Investigadores encontraram evidências que indicam que soldados da Guerra Civil norte-americana pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias. Escavações em Camp Nelson, no Kentucky, revelaram restos de um estúdio de fotografia com 150 anos, o …

Chuva, vento forte e neve. Mau tempo vai agravar-se nas próximas 48 horas

A Proteção Civil alertou este domingo para um agravamento do estado do tempo nas próximas 48 horas, com períodos de chuva, possibilidade da queda de neve nas terras alta do norte e centro e ainda …

Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana. Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México …

Já sabemos sobre o que conversam os orangotangos

Um novo estudo da Universidade de Exeter, em Inglaterra, desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os investigadores passaram dois anos a filmar mais de 600 horas …

COP25 aprovou conclusões. Não há acordo para regulação dos mercados de carbono

A cimeira da ONU sobre o clima terminou hoje em Madrid assinalando a urgência para conter as alterações climáticas, mas a mais longa cimeira sobre o clima de sempre sem chegar a acordo nos pontos …