Dois pugilistas perderam a vida em combate em apenas sete dias

World Series Boxing / Flickr

O pugilista russo Maxim Dadashev (dir), na foto em combate contra o cubano Yasnier Toledo

Em menos de uma semana o boxe profissional conta com duas mortes. As vítimas são os desportistas Maxim Dadashev e Hugo Alfredo “Dinamita” Santillan, que morreram terça e quinta-feira, respetivamente. Ambos faleceram de lesões consequentes de combates.

A primeira morte foi a do boxista russo Maxim Dadashev, de 28 anos. O lutador cedeu na sequência de ferimentos de um combate, na passada sexta-feira. Após a derrota, com Subriel Matias, para uma luta eliminatória do título Welterweight da Federação Internacional de Boxe (FIB), Dadashev foi colocado em coma induzido.

O combate entre Matias e Dadashev foi interrompido na 11ª ronda pelo treinador do russo, Buddy McGirt, que achava que o boxista já tinha sofrido várias lesões.

Segundo a ESPN, que transmitiu a luta na ESPN+, o boxista desmaiou e ao ser transportado na maca para o balneário começou a vomitar. No fim do combate, avança o The Guardian, Matias confessou esperar que Maxim estivesse bem. “Ele é um grande lutador e um guerreiro”, disse o pugilista.

Dadashev foi submetido a uma cirurgia de emergência, de duas horas, por sangrar no cérebro. Mais tarde, foi colocado num coma induzido para permitir que o inchaço no cerébro diminuísse. No sábado, os médicos noticiaram que o lutador tinha sofrido danos cerebrais graves e na terça-feira a sua morte foi confirmada.

Isto só nos faz perceber em que tipo de desporto nós estamos. Como é que eu poderia ter feito diferente? Ele parecia bem no treino, ele estava pronto, mas é o desporto em que estamos. Basta um murro”, relatou McGirt à ESPN.

O russo, que se iniciou no boxe aos 10 anos, era um boxeur promissor. Antes da tragédia na luta de sexta-feira tinha sido imbatível em treze combates.

Segunda morte em sete dias

Também o argentino Hugo Alfredo “Dinamita” Santillan, de 23 anos, morreu de ferimentos sofridos no ringue, na quinta-feira. O pugilista combatia com Eduardo Javier Abreu, em Buenos Aires, na noite de quarta-feira.

De acordo com relatos locais, citados pelo The Guardian, o nariz do argentino começou a sangrar na 4ª ronda, mas mesmo assim Santillan terminou a luta. No entanto, ao mesmo tempo que o resultado do combate é anunciado (um empate), o lutador desmaiou e foi transportado para o hospital.

Segundo Graciela Olocco, médica do hospital em que o boxeur deu entrada citada, Santillan teve insuficiência renal. “Tinha um inchaço no cérebro e nunca recuperou a consciência, acabando por afetar o funcionamento do resto dos órgãos”, declarou.

O pugilista foi ainda submetido a cirurgia a um coágulo no cérebro, mas morreu após uma paragem cardíaca, revelou Graciela Olocco. “Dinamita” era filho do boxer profissional Hugo Alfredo Santillan e tinha um recorde de 19 vitórias, seis derrotas e dois empates — antes de perder a sua última luta, pela vida, esta quarta-feira.

DR, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Há maneiras menos violentas de trabalhar e ganhar dinheiro!….. agora se gostam de apanhar no canastro o problema é deles. Sendo contra a violência, por mim podem matar-se a vontade !

    • Tem razão e apoio a sua opinião, mas é tudo menos “desporto” !…. é mesmo uma mer….. de exibição digna da antiguidade e dos selvagens confrontos de gladiadores !

Responder a Pablo Cancelar resposta

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …

Exame de Matemática A criticado. Prova "infeliz" não permite "distinguir" alunos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) criticou esta quinta-feira a elaboração do exame nacional de Matemática A, prova realizada por mais de 38.699 alunos que pretendem concorrer ao Ensino Superior. No entender da SPM, "o …