Doentes estiveram dois dias sem comer, denuncia bastonária dos enfermeiros

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros denunciou, esta segunda-feira, o facto de vários doentes terem estado dois dias sem comer e sem receber medicação, sem nunca revelar, no entanto, o hospital público onde isso aconteceu.

Vários doentes estiveram dois dias sem comer e sem receber a devida medicação num hospital do Serviço Nacional de Saúde. A denúncia foi feita, esta segunda-feira, pela bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, durante um debate na Ordem dos Médicos do Porto.

Em declarações à Renascença, a bastonária não quis revelar qual é o hospital público em causa mas alertou para o facto disto acontecer por causa do baixo número de profissionais face à elevada afluência de utentes nas urgências nos meses de inverno.

“Isto é uma denúncia concreta que recebemos dos profissionais que querem manter a segurança dos seus doentes. É uma grande preocupação dos enfermeiros que trabalham no terreno, sobretudo nas urgências dos hospitais, numa altura de grande afluência por causa do Inverno e da gripe”, afirma.

“Se tenho um espaço vocacionado para 10 ou 12 doentes e ponho lá 40, 50 ou 60 pessoas, não tenho condições”, acrescenta ainda.

Sobre essa situação, Ana Rita Cavaco diz que isso aconteceu “porque não havia recursos e também não havia pessoas: as macas e as paredes não lhes dão de comer“, ironiza.

Questionada pelo Público, a bastonária informou que o conselho de administração do hospital já foi inquirido, estando a aguardar uma resposta da sua parte.

“Podem acusar-me de ser alarmista, mas enquanto não tivermos dispostos a dizer a verdade, não vamos a lado nenhum”, concluiu.

Denúncias são de “grande intensidade dramática”

O ministro da Saúde considerou esta quarta-feira que as declarações da bastonária da Ordem dos Enfermeiros foram de “grande intensidade dramática”, tendo já pedido a intervenção da inspetora da Saúde.

“A bastonária teve essa informação, que é de grande intensidade dramática. Eu, quando ouvi essas declarações nas notícias, telefonei à inspetora das Atividades na Saúde (Inspeção-Geral das Atividades em Saúde IGAS), que já falou com a bastonária”, disse Adalberto Campos Fernandes aos jornalistas, não especificando se foram já tomadas eventuais medidas.

“Nós temos todos a obrigação de melhorar o sistema de saúde e sinalizar as situações que estão menos bem mas também temos todos a obrigação de sermos muito responsáveis“, acrescentou o ministro, referindo-se à bastonária da Ordem dos Enfermeiros.

Na sequência da revelação da bastonária, o CDS-PP pediu já uma audição com a responsável para esclarecimentos sobre a ausência de alimentação e medicação aos doentes.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Desculpem, mas não acredito.
    Poderá haver atrasos e deficiências de funcionamento por pessoal a menos, isso acredito, agora, dizer que os doentes estiveram sem comer 2 dias e sem medicação, não acredito minimamente.
    Quanto ä alimentação, as empresas que fornecem os hospitais não deixaram de o fazer e tarefa de distribuir a alimentação pelos doentes está na esfera de competência dos auxiliares de enfermagem. Não houve greves nesse setor e continuam a ser os mesmos, em numero de profissionais, logo, não é plausivel aceitar que houve falhas na entrega da alimentação aos doentes. No dominio da medicação passa-se exatamente o mesmo, exclusão feita á medicação por via endovenosa bem como, a nível alimentar, alguns doentes com patologias especiais que não lhes é possivel a alimentação normal, de faca e garfo, e que por isso sejam alimentados por sonda nasogastrica, ( comida pastosa).
    Se dissessem que houve doentes a quem não foram dados alguns cuidados básicos que, estes sim, se encontram na esfera de competências dos enfermeiros, designadamente, pensos, aspiração e drenagem em doentes, aplicação de medicação endovenosa, alimentação pelas vias que referi, um acompanhamento personalizado dos doentes por via da visita regular que os enfermeiros fazem nas enfermarias, aí sim acreditava que poderiam existir falhas de 1 ou 2 dias.

RESPONDER

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …