Doente com sintomas de Ébola internado no Porto

(dr) Hospital de São João

-

O Hospital de São João, no Porto, anunciou em comunicado que deu entrada esta noite naquela unidade hospitalar “um doente com critérios de caso suspeito de Doença por Vírus Ébola (DVE)”.

Ainda segundo o comunicado da unidade hospitalar, “o doente encontra-se clinicamente estável e ficou internado“.

O comunicado acrescenta que estão a ser processadas amostras para diagnóstico de DVE, e que irá prestar novas informações quando for obtido o resultado.

Não é conhecida a nacionalidade do doente ou em que circunstâncias poderá ter sido infectado.

“Os resultados das análises ao doente internado no Porto com sintomas suspeitos de ébola serão conhecidos esta segunda-feira de manhã”, avançou Francisco George, director-geral de Saúde.

Francisco George disse que o doente foi internado por precaução, remetendo mais informações depois da saída dos resultados das análises.

Este é o primeiro caso em Portugal de um doente internado com sintomas de suspeitas de Doença por Vírus Ébola.

As análises ao vírus do ébola, assim como a outros agentes com a mesma perigosidade, são realizados no Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, em Lisboa.

Hospitais preparados

O Hospital de São João é um dos três hospitais que fazem parte do dispositivo nacional de coordenação da Gestão de Emergências em Saúde Pública da DGS.

Em caso de ser detectado o vírus no país, os infectados deverão ser encaminhados para o Hospital de S. João, no norte, ou para o Curry Cabral ou Dona Estefânia, no sul.

Estas unidades hospitalaresjá têm planos de contingência preparados para fazer face a possíveis casos.

Estes são hospitais “veteranos” que já estiveram preparados noutras crises, como a gripe aviária, lembrou à Lusa a directora-adjunta da Direção Geral de Saúde, Graça Freitas.

“Este dispositivo integra especialistas internos e de outros organismos”, acrescenta a responsável.

O vírus do Ébola transmite-se por contacto directo com o sangue, líquidos ou tecidos de pessoas ou animais infectados.

Portugal tem acesso ao soro do CDC

Na última semana, o ministro da Saúde, Paulo Macedo, assegurou que a Direção Geral da Saúde obteve garantias de que Portugal terá acesso ao soro experimental que foi administrado aos doentes que sobreviveram ao vírus do Ébola.

Paulo Macedo fez estas declarações na Comissão Parlamentar de Saúde, onde garantiu que Portugal está preparado para responder a eventuais casos de ébola, o que passará pelo acesso ao soro experimental.

Além desta questão medicamentosa, Paulo Macedo disse que Portugal tem vindo a preparar-se para dois cenários: “Para a necessidade de repatriamento de um português que tenha sido infetado pelo vírus e para a importação de um caso do exterior”.

O ministro disse ainda que as orientações relativas à resposta ao Ébola estão a ser permanentemente atualizadas, consoante o conhecimento científico que é alcançado.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …