“Doença do 11 de setembro” mata mais dois bombeiros

(pd) Preston Keres / U.S. Navy

Bombeiro pede reforços, atentado de 11 de Setembro de 2001, World Trade Center

Thomas Phelan e Keith Youg estiveram nas operações de socorro ao atentado de 11 de setembro de 2001 e integram agora a lista de pessoas que morreram na sequência de problemas de saúde relacionados com o dia do ataque.

O atentado de 11 de setembro de 2001 fez um total de 2977 vítimas mortais. Entre essas, 343 eram bombeiros, mas nessa lista não consta o nome de Thomas Phelan ou de Keith Young – até porque os dois homens só morreram na semana passada.

Apesar dos 16 anos que separam um dos maiores atentados da história da morte destes dois bombeiros, a ligação entre os dois momentos é íntima.

Thomas Phelan trabalhava no ferry que fazia o transporte de turistas desde Manhattan até à ilha onde se encontra a Estátua da Liberdade. Quando os aviões embateram nas Torres Gémeas, a evacuação das pessoas foi feita por barco e Thomas transportou centenas de pessoas até Nova Jérsia, a partir de localizações extremamente próximas da zona do atentado.

Só em 2003 é que o homem se juntou à equipa de bombeiros da cidade, mas, à altura do 11 de setembro, Phelan foi o responsável por salvar centenas de vidas.

Por outro lado, Keith Young era bombeiro desde 1998 e, durante nove meses, trabalhou nos escombros do ataque.

Aos dois homens que ajudaram a salvar vidas foi diagnosticado cancro. Thomas Phelan descobriu em há poucos meses que tinha um tumor maligno no pulmão. Keith young lutava contra cancro da pélvis desde 2015.

Na semana passada, a 16 e 17 de março, respetivamente, os dois morreram.

De acordo com o Jornal de Notícias, que cita a Associação de Bombeiros de Gran Nova Iorque, Thomas e Keith são as vítimas 172 e 173 dos voluntários que acorreram à emergência no dia 11 de setembro de 2001.

A mesma associação avança que, só em 2018, sete bombeiros já morreram por “problemas relacionados com os ataques do 11 de setembro”.

O Centro para o Controlo e Prevenção de doenças nos EUA estima em 400 000 o número de pessoas expostas a poluentes tóxicos ou dramas.

A Associação de Bombeiros de Gran Nova Iorque aponta que um em cada oito bombeiros que esteve de serviço no Ground Zero sofreu de cancro e o Comité de Saúde Ocupacional de Nova Iorque avança com seis mil o número de socorristas presentes no local do atentado que sofreu de cancro.

Somos a prova viva dos efeitos do ataque e da sopa tóxica que estivemos a respirar durante meses”, declarou Gerard Fitzgerald, porta-voz da UFANYC.

Mas nem só os bombeiros e socorristas presentes no local sofrem com os efeitos secundários de um dos atentados mais mortais da história. Em 2015, a “Dust Lady” sucumbiu ao cancro.

d.r. Stan Honda

Marcy Borders numa das fotografias mais icónicas da tragédia do 11 de Setembro de 2001

Marcy Borders tornou-se conhecida a 11 de setembro de 2001, depois de ter sido fotografada pelo fotojornalista Stan Honda, coberta de pó, depois dos ataques terroristas ao World Trade Center.

A americana dizia que tinha desenvolvido a doença ao inalar a poeira durante o ataque e passou a sofrer de alcoolismo e ansiedade nos anos a seguir à tragédia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eh triste a morte de qualquer ser humano, seja americano ou iraquiano. E passados 16 anos quantos civis morrem ainda devido as intervencoes no pais?

RESPONDER

Psicólogos no recrutamento e mudanças na formação. IGAI quer acabar com discriminação na polícia

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) quer envolver psicólogos no processo de recrutamento de novos polícias e rever os currículos de formação para acabar com práticas discriminatórias nas forças de segurança. As alterações no processo de …

Coleção de joias da era Viking é encontrada na Ilha de Man. É "excecionalmente rara"

Uma coleção de joias da era Viking foi encontrada na Ilha de Man, entre Inglaterra e a Irlanda, em novembro de 2020 e foi agora classificada como tesouro. Os especialistas acreditam que os artefactos, descobertos …

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …

Marcelo remete diretamente para o Governo limites ao ruído nos prédios

O chefe de Estado incluiu o detalhe "decreto-lei do Governo", no novo decreto para a renovação do estado de emergência, para permitir que o Executivo limite o ruído nos prédios. No último decreto que executou o …

Clubes ingleses decidiram: não há público, acabou a época

Decisão não afeta a Premier League mas antecipa o final de quatro divisões do futebol inglês. Na época passada os campeonatos também não chegaram ao fim. Muitos dos campeonatos não-profissionais (em várias modalidades) estão parados, não …

Cães podem ter consciência corporal tal como os humanos

Os cães podem não ser capazes de se reconhecer em frente a um espelho, mas isso não significa que não tenham um certo nível de autoconsciência. De acordo com o site Science Alert, um novo estudo …

Moratórias de crédito à habitação terminam a 31 em Março. Famílias terão de procurar opções

Todas as moratória públicas para o crédito à habitação terminam a 30 de Setembro, mas a dos bancos expira já no próximo mês. Uma das soluções para quem não consegue cumprir os pagamentos é a …

Finanças: Mais dinheiro para a TAP só com novo acordo com Bruxelas

O Ministério das Finanças refere que, enquanto não houver a luz verde de Bruxelas ao plano de reestruturação, não há mais apoio público à companhia aérea.  A TAP só garante a liquidez até final de março, …

Primeiros fundos chegam até junho. Costa pede “consenso” no Plano de Recuperação

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza, anunciou esta quarta-feira no Parlamento, que os novos subsídios europeus do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para 2021-2026 chegarão até ao mês de junho. De acordo com o …