/

Documento com mais de 300 anos posto à venda na Internet e recuperado pela PJ

1

Tiago Henrique Marques / Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) divulgou hoje que recuperou um livro de atas com mais de 300 anos, “desencaminhado por motivos desconhecidos” da Câmara de Penedono, distrito de Viseu, e posto à venda na Internet.

Em comunicado, a PJ esclarece que, através da Diretoria do Norte, e “após intenso trabalho de recolha de informação e investigação”, localizou e apreendeu “um importante documento, cuja antiguidade remontará ao século XVII, relacionado com o município de Penedono”.

“Trata-se de um livro de Atas de Vereação, relativo ao período compreendido entre 1657 e 1662, contendo 240 páginas manuscritas, pertencente ao acervo do município de Penedono e daqui desencaminhado por motivos ainda não esclarecidos”, observa a PJ.

De acordo com aquela força policial, este documento foi identificado “mediante alertas do Arquivo Distrital de Viseu e pela Câmara de Penedono, após ter sido colocado à venda na internet”.

 

Tendo em conta “a relevância do documento, de valor indeterminado“, a PJ abriu um inquérito e “de imediato encetou diligências para a sua recuperação”.

“O documento foi apreendido ao seu possuidor, um comerciante de Torre de Moncorvo, e irá ser objeto das competentes perícias forenses e determinação de autenticidade”, descreve a PJ.

  // Lusa

1 Comment

  1. desencaminhado por motivos ainda não esclarecidos

    De facto, incompreensível: por que raio de motivo alguém há-de querer “deitar a luva” a um alfarrábio manuscrito nos anos 1600???

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE