Dívida pública mundial vai atingir pico histórico em 2020

Jim Lo Scalzo / EPA

O FMI alerta para aumento da dívida por causa da pandemia e avisa que, a médio prazo, os governos devem adotar “um plano orçamental credível”.

A dívida pública mundial vai atingir um nível inédito este ano, representando 101,5% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial, mais do que no fim da II Guerra Mundial, afirmam responsáveis do FMI num artigo divulgado esta sexta-feira.

Gita Gopinath, economista-chefe, e Vítor Gaspar, diretor do departamento de Finanças Públicas, defendem, no entanto, num artigo publicado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), que os governos devem evitar reduzir os gastos muito depressa, devido ao risco de comprometerem a recuperação económica.

“Embora a trajetória da dívida pública possa continuar num cenário desfavorável, um ajustamento orçamental demasiado precoce apresenta um risco ainda maior de comprometer a retoma, com custos orçamentais futuros mais importantes”, escrevem.

Para os dois economistas, a equação é difícil, dado que para os governos se trata de estimular as economias afetadas pela crise sanitária sem que as suas dívidas se tornem insustentáveis.

No total, os governos gastaram perto de 11 biliões de dólares em ajudas a famílias e empresas afetadas pela paralisação económica que resultou do confinamento decretado para conter a pandemia de covid-19. Nesta altura, “muitos governos aproveitam os níveis historicamente baixos dos custos de empréstimos” e as taxas de juro devem permanecer nesses níveis “durante bastante tempo”, notam.

O FMI prevê uma estabilização da dívida pública mundial em 2021, com exceção dos Estados Unidos e da China, mas pede prudência. “Há uma diversidade nos níveis de dívidas e nas capacidades financeiras dos países”, referem, numa altura em que a incerteza quanto às projeções económicas continua a ser grande.

Os dois responsáveis do FMI defendem que “é essencial encontrar o caminho do equilíbrio orçamental sustentável nos países que entraram nesta crise já com uma dívida elevada e um crescimento fraco”.

A médio prazo, os governos devem adotar “um plano orçamental credível”, que pode, por exemplo, aproveitar uma maior mobilização de recursos “reduzindo ao máximo a evasão fiscal” ou introduzindo uma tributação mais alta do carbono. Outra ideia avançada diz respeito à redução das despesas, eliminando as subvenções a energias fósseis.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens ao Espaço podem prejudicar o corpo a nível celular. Fígado é o mais afetado

Viagens ao Espaço podem causar o mau funcionamento da mitocôndria de uma célula devido a mudanças na gravidade e radiação, sugere uma nova investigação conduzida pelo Georgetown Lombardi Comprehensive Cancer Center, nos EUA. Investigações com cobaias …

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …