Novo dispositivo para invisuais é uma espécie de “cão-guia robótico”

No futuro, as pessoas com deficiência visual poderão movimentar-se com a ajuda de Theia, um dispositivo auxiliar que replica as funções de um cão-guia.

Os cães-guia são verdadeiros aliados da mobilidade dos deficiente visuais, mas não são a solução perfeita para todos. O custo, o alojamento e até as alergias são problemas que tornam estes amigos de quatro patas pouco úteis para muitos invisuais.

Agora, um novo dispositivo, atualmente em desenvolvimento na Universidade de Loughborough, no Reino Unido, é a mais recente aposta, já que canaliza as funções de um cão-guia num dispositivo robótico que pode ser segurado por uma só mão.

O Theia foi desenhado pelo estudante de design industrial Anthony Camu, que se inspirou em consolas de jogos de realidade virtual e em veículos autónomos.

Segundo o New Atlas, a tecnologia encontra-se em forma de protótipo, mas a premissa básica é que o dispositivo atua como um cão-guia robótico para ajudar os utilizadores com deficiência visual a caminhar até ao seu destino.

O giroscópio CMG permite que Theia forneça feedback de força e mova a mão do utilizador como uma forma simples de o guiar para a direção desejada. A tecnologia LIDAR e a câmara permitem que este dispositivo crie uma imagem tridimensional do ambiente ao seu redor, tal como um carro autónomo.

Através dos comandos de voz, os utilizadores podem inserir o destino pretendido e os processadores determinam o melhor caminho a seguir, tendo em conta dados em tempo real sobre o tráfego de pedestres, de carros e até o clima.

Ainda resta algum trabalho pela frente até que o dispositivo seja capaz de oferecer este tipo de funcionalidades. No futuro, Theia vai ser capaz de lidar com configurações mais complexas, como elevadores, passadeiras e escadas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …