Dirigente do PS denuncia mais negócios do Estado com amigo de Costa

(dr) SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

António Galamba, candidato à Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) do PS e apoiante de António José Seguro

O socialista António Galamba acusa António Costa de “falta de transparência e rigor na gestão da coisa pública” e relaciona Lacerda Machado aos negócios dos Kamov e do SIRESP.

António Galamba, membro da comissão política do PS e ex-membro da direção de António José Seguro, acirra a polémica em volta do negociador escolhido pelo Primeiro-Ministro afirmando que há mais negócios do Estado em que Diogo Lacerda Machado esteve envolvido nos últimos anos e que se cruzam com António Costa.

Num artigo de opinião publicado esta quinta-feira no jornal i, o socialista afirma que Diogo Lacerda Machado foi nomeado pelo Governo de José Sócrates, quando António Costa era ministro da Administração Interna, para júri do concurso internacional que escolheu helicópteros de combate a incêndios Kamov.

Além disso, através do escritório de advogados que integra, Diogo Lacerda Machado representou a Motorola na compra de aparelhos para o Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança em Portugal (SIRESP).

Crítico de Costa, António Galamba aponta estes exemplos como uma “confusão entre política e negócios”.

“Não há opacidade má de direita e opacidade boa de esquerda. Há falta de transparência, de rigor, na gestão da coisa pública, e a expectativa de que os portugueses possam ser tomados por parvo, pro bono ou por 2 mil euros brutos. Tudo o resto é como se tivéssemos uma manada de elefantes numa loja de porcelanas”, escreveu Galamba no artigo intitulado de “Temos paquiderme na loja”.

Expresso descreve que enquanto foi ministro da Administração Interna entre março de 2005 e maio de 2007, durante o primeiro governo de José Sócrates, António Costa quis anular os contratos de adjudicação do SIRESP com um grupo da Sociedade Lusa de Negócios.

No final, acabou por renegociar contratos desta parceria público-privada herdada dos anteriores governos, afirmando que estes iriam representar grandes poupanças para o Estado. Segundo Galamba, o “amigo de Costa” fez parte desta negociação.

“Era bom que o alegado novo tempo trouxesse mais transparência e mais escrutínio popular”, defendeu o socialista no artigo de opinião, acrescentando que “o primeiro-ministro defendeu um novo patamar de referência para futuro. Certamente tudo será diferente, transparente e sem ziguezagues em função da salvaguarda da manutenção do poder pessoal”.

O Correio da Manhã revela esta quinta-feira os contratos do Estado com o escritório de advogados de Lacerda Machado, BAS sociedade de advogados, que nos dois primeiros meses deste ano ultrapassaram os 170 mil euros.

O diário refere três contratos com entidades públicas assinados este ano, por ajuste direto, e afirma que a sociedade também celebrou contratos com o anterior Governo. Por comparação, os três contratos celebrados este ano representam 38% do total de proveitos com contratos com o Estado obtidos pelo escritório no ano anterior.

ZAP

12 COMENTÁRIOS

  1. E alguém acredita que o amigo só vai ganhar 2000,Euros???? Isto é para fazer de nós mais tolos ainda… Fartar vilanagem…

  2. é uma trapalhada que faz lembrar os esquemas do José Sócrates, que custaram milhares de milhões de euros aos portugueses. Parem de roubar os portugueses!

  3. Eu pensava, que, este governo, de esquerda radical, se comportasse bem e tudo fizesse ,para não ferir susceptibilidades. Mas, pelo que se vê, vale tudo, menos tirar olhos, isto,é, até ver, por que,” a procissão, nem sequer, vai no Adro”. Não há, infelizmente, quase, nenhum politico governante, impoluto. É uma vergonha! Portugal, está atrás de todos, no bem e na cultura, mas, à frente de todos, na corrupção. Bem dizia o Italiano, antigo. Lá longe” onde a terra acaba e o mar começa, existe um povo, que, nem se governa, nem se deixa governar”Já é sina nossa! Não há´revolução que lhe valha! Todavia, cada povo, tem aquilo que merece!

  4. É escrutinar tudo ao pormenor, já tudo que envolve advogados mafiosos, perdão, “negociadores”, tem sempre “bicho”!…
    .
    Mas, espero que não seja tão mau como a negociata que o governo do Passos fez com o António Borges para fazer basicamente o mesmo!
    Também, deve ser difícil…

  5. Esse negócio dos Kamov deve de facto ter sido um dos negócios mais ordinários feitos pelos governantes portugueses, constantemente avariados, sem peças de substituição mais parece um monte de ferro velho sem qualquer utilidade a não ser par nos levarem milhões de euros.

RESPONDER

Violência doméstica: 18 mulheres assassinadas este ano

18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017, ano que apresenta a taxa mais baixa de incidência dos últimos 14 anos registada pelo Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA). "É o …

Mais de um mês depois dos incêndios, dois homens continuam desaparecidos

Os incêndios de 15 de outubro fizeram mais de 40 mortos e, mais de um mês depois da tragédia, duas pessoas continuam desaparecidas. A PJ está a cargo das investigações, com o auxílio do Laboratório …

Decisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal

A decisão do Governo de mudar a sede do Infarmed de Lisboa é ilegal porque os trabalhadores não foram consultados sobre este processo. Um dado avançado pelo jornal i quando é certo que mais de …

Caso de legionella identificado em Coimbra

Um homem está internado no Hospital Geral (Covões) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra com o vírus da legionella, disse à agência Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Segundo a mesma …

O fim do corte no subsídio de desemprego é meu!

Esta quarta-feira, foi aprovado o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego, mas o que animou o debate foi a discussão entre PCP e Bloco de Esquerda sobre a proposta que deveria ser …

Governo admite que o preço da água pode subir

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, admitiu esta quinta-feira que o preço da água pode vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas". À …

Puigdemont renuncia à pensão de ex-presidente catalão e não aceita destituição

Carles Puigdemont renunciou à pensão a que tem direito como ex-presidente do governo catalão, não aceitando a sua destituição e considerando que ainda dirige o executivo "legitimo" daquela região espanhola. "O Estado continua a ser uma …

Árbitros “adiam” pedido de dispensa por 20 dias

Os árbitros de futebol, assistentes e estagiários decidiram, esta quarta-feira, entregar os pedidos de dispensa, mas dentro do prazo regulamentar de 20 dias, viabilizando assim a realização da próxima jornada. Em comunicado enviado à agência Lusa …

José Sócrates acusa o Ministério Público de manipulação

De novo no Youtube, o ex-primeiro ministro tem usado a plataforma para falar sobre as acusações de que é alvo. No mais recente vídeo, José Sócrates "desvenda" os truques da acusação. O mais recente vídeo de …

Ninguém consegue explicar os 64 misteriosos estrondos que se ouviram no céu este ano

No dia 14 de novembro, um forte estrondo foi ouvido em toda a região norte do estado do Alabama, nos Estados Unidos. Mas, só este ano, já se registaram 64 episódios semelhantes nos EUA, Reino …