Diretora do fisco não leu plano que previa ações stop

Miguel Pereira da Silva / Lusa

A diretora-geral da Autoridade Tributária (AT), Helena Borges, admitiu esta quinta-feira que não leu o plano que previa as ações stop que decorreram no passado mês de maio em Valongo, nas quais as autoridades penhoram carros à beira da estrada para cobrar dívidas.

De acordo com o jornal Público, Helena Borges disse, no Parlamento, não ter lido o documento apesar de a Direção de Finanças do Porto ter enviado o plano de atividades da área da justiça tributária para o seu gabinete.

A diretora-geral da AT considerou que não se justificou a operação de cobrança de dívidas a automobilistas em Valongo e que nem a direção da AT nem a tutela tiveram conhecimento da ação. “Ações deste tipo e com estas características não creio que se justifique nunca”, disse, na Comissão de Orçamento e Finanças, em resposta à presidente da comissão e deputada do PSD Teresa Leal Coelho.

A responsável da máquina fiscal afirmou que há ações agressivas que se justificam com “alvos específicos” e quando os “contribuintes não reagem a outros tipos de estímulos de apoio ao cumprimento”. “Pode ter havido naquela ação algum desalinhamento relativamente à orientação estratégica que vínhamos seguindo, que aposta no apoio ao cumprimento e criação de condições para as pessoas cumprirem sem recurso a atos mais agressivos (…) Sou cidadã, observei as imagens (…). Todos observamos uma desproporção de meios“, acrescentou.

“Reconhecidamente não terá corrido bem”, admitiu, considerando que, caso contrário, a operação não teria “gerado este tipo de indignação”.

Helena Borges disse ainda que esta ação “não integrou o plano central de atividades da AT”, pelo que “não foi submetida à aprovação da tutela”, explicando que há ações que podem ser tomadas pela direção regional.

A diretora-geral da AT afirmou, contudo, que há que esperar pelo inquérito interno para saber se “os autos foram bem selecionados ou não”, se havia contribuintes em que havia “necessidade de utilizar aquele tipo recursos para levar cobrança”, uma vez que sem isso “obviamente houve violação dos princípios de proporcionalidade”.

Contudo, e segundo a  informação que tem, os contribuintes visados tinham já sido avisados. “As paragens [dos automobilistas] não foram feitas de forma aleatória“, mas a contribuintes com processos com dívidas e em que já tinham decorrido 30 dias depois da citação e em que tinham viaturas que podiam ser alvo de penhora.

Em causa está a operação de cobrança de dívidas fiscais a automobilistas, em maio passado, em Valongo, executada por cerca de 20 elementos da AT e 10 da GNR, que acabou cancelada pelo Governo.

Na altura, perante a polémica pública, o Ministério das Finanças, que nos dias seguintes também ordenou o cancelamento de uma operação inspetiva a festas de casamento, alegando o incumprimento do princípio da proporcionalidade, defendeu que a fiscalização do cumprimento das obrigações fiscais “não pode ser feita de forma desproporcional, devendo evitar comportamentos intrusivos”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …