Diretor da CP demitido por discordar de decisão que ameaça segurança ferroviária

O diretor de material circulante da CP, José Pontes Correia, foi exonerado depois de se ter manifestado contra um ato de gestão da administração da empresa, que pode, na sua opinião, pôr em causa a segurança dos passageiros.

Em causa está a decisão de prolongar o ciclo de manutenção dos rodados das UTE (Unidades Triplas Elétricas) em mais 300 mil quilómetros do que aquilo que está previsto no seu programa de manutenção.

Estas automotoras deveriam recolher às oficinas ao fim de 1,7 milhões de quilómetros percorridos para que os seus rodados sofressem uma minuciosa vistoria e, em função do seu estado, fossem substituídos ou reperfilados para poderem voltar aos carris.

O problema é que, com a atual falta de material da CP – que tem provocado inúmeras supressões de comboios – isso significava imobilizar uma das frotas mais importantes da CP. As UTE são responsáveis pelo serviço Tomar – Lisboa e pelos regionais das linhas do Norte, Beira Alta, Beira Baixa e ainda Figueira da Foz – Coimbra. Substituem também os Intercidades para Évora quando a CP não tem máquinas e carruagens para os realizar.

Sendo uma frota vital para o funcionamento da CP, a administração não quis arriscar a sua imobilização, sob pena de repetir no inverno, e durante mais de um ano, o caos ferroviário que se viveu neste verão devido às supressões de comboios.

Além disso, 2019 é ano de eleições e não é favorável ao Governo ver mais notícias sobre o mau funcionamento da ferrovia. Por isso, a solução foi “empurrar com a barriga” – as imobilizações de material, que agora não se farão, serão adiadas para 2020.

Foi contra este cenário, avança o Público esta manhã, que se insurgiu o diretor de material da CP, José Pontes Correia, que chamou a atenção para os riscos desta medida.

A decisão teve em conta uma vistoria breve ao estado dos rodados das automotoras, mas com critérios muito pouco exigentes. O aconselhável seria que fossem utilizados meios ultra-som na observação dos rodados, bem como líquidos penetrantes para detetar possíveis fissuras. Mas isso não foi feito.

O risco de circularem com os rodados fora dos padrões de segurança vem aumentando pela especificidade da rede ferroviária portuguesa, que está, de um modo geral, em mau estado.

O então diretor de material circulante da CP, José Pontes Correia, opôs-se à decisão e criticou os critérios pouco exigentes da inspeção dos rodados das composições. No início de dezembro, foi exonerado.

A CP garantiu que a alteração ao ciclo de manutenção daquelas unidades foi feita após um estudo prévio e que foram cumpridos os requisitos de segurança, assegurando também que “esta alteração não coloca em causa a segurança da operação ou dos passageiros”.

Sobre a exoneração de José Pontes Correia, a empresa preferiu não comentar, sublinhando apenas que a sua política de recursos humanos passa “pelo ajustamento sistemático e contínuo dos perfis dos seus colaboradores às exigências e níveis de responsabilidade das diversas áreas da empresa”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto não será mais uma forma de alguns ou todos os gestores/administradores desta empresa, ganharem algum à custa desta poupança?! E como alguém põe o dedo na ferida é logo colocado de parte! Enfim….isto é mau demais…

  2. depois se acontecer algum acidente, sacodem a agua do capote e ninguem assume a culpa
    la vai o governo gastar uns milhares a realizar uma comissao de inquerito para nao se chegar a uma conclusao (porque interessa a alguem que isto aconteça)
    e assim a culpa morre solteira e quem fixa triste sao os familiares que viram os entes queridos desaparecerem por birras de alguem

RESPONDER

YouTube remove vídeos que vinculam falsamente a Covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a engenheiros. Agora, o YouTube está a reprimir essa desinformação. O YouTube informou que removerá …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …