Só Bulgária e Roménia têm pior ferrovia do que Portugal

Suíça, Dinamarca e Finlândia lideram o ranking elaborado pela Boston Consulting. A fraca intensidade da utilização da infra-estrutura e pouca segurança penalizam rede portuguesa.

A consultora Boston Consulting, que todos os anos mede o desempenho dos sistemas ferroviários nacionais, atribui a Portugal uma das mais baixas classificações, colocando-o em antepenúltimo lugar, seguido da Roménia e Bulgária, revela o Público.

Para a elaboração deste ranking foram tidas em conta três variáveis: a utilização da ferrovia por passageiros e para mercadorias, a qualidade do serviço, em questões como a pontualidade e o preço dos bilhetes e a segurança, ou seja, número de acidentes e de vítimas.

A soma destes três aspectos dá um valor de 1,5 pontos a Portugal quando a média europeia é de 4,8 e os países mais bem classificados pontuam 7,2 (Suíça), 6,8 (Dinamarca) e 6,6 (Finlândia).

No que diz respeito à qualidade do serviço, Portugal conseguiu um valor razoável, somando 1,5 pontos, quando a média europeia é de 1,4. No entanto, a segurança e intensidade de utilização são as variáveis que determinaram a fraca pontuação do país.

Este último indicador – a reduzida utilização do caminho-de-ferro – é que faz com que Portugal tenha uma das piores classificações na Europa. Já em 2012 e 2015 Portugal mantinha o penúltimo lugar no ranking do RPI.

O estudo reafirma algumas das conclusões de relatórios anteriores. Uma delas é a de que existe uma relação entre o nível de investimento público e a melhoria do desempenho do sistema ferroviário. Como o investimento em Portugal, e a própria manutenção, têm sido praticamente nulos na última década, não surpreende a fraca performance nacional no ranking.

“Reguladores e governos em países com uma tendência descendente no desempenho da ferrovia devem considerar rever os investimentos planeados nos seus sistemas e decidir se os orçamentos devem ser aumentados“, sublinham os autores do estudo da Boston Consulting, acrescentando que “no curto prazo, estes países podem ter de aumentar o investimento nos seus sistemas com vista a iniciarem o longo processo” de recuperação dos desempenhos.

Apesar dos constrangimentos orçamentais, vários países adoptaram planos de investimento ambiciosos para a ferrovia, referem os consultores.

Itália, por exemplo, tem em curso projetos no valor de 100 mil milhões de euros para os próximos dez anos (dos quais 73 mil milhões são para investir na infra-estrutura). O Reino Unido, por sua vez, tem um programa de investimentos de 182 mil milhões de euros nos próximos cinco anos, e da Bélgica, que prevê gastar 25 mil milhões em 12 anos.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Quando o Estado gasta gasta tudo em salários, é inevitável que depois falte dinheiro para melhorar os serviços/infraestruturas…

  2. O primeiro a dar cabo dela foi o Silva das bombas (Cavaco). Nos 3 anos de 1997 a 99 encerrou mais de 900 km de vias férreas para investir fortemente na rodovia, mais lucrativa para os interesses corporativo-corruptos. Os que vieram a seguir também pouco têm feito…

RESPONDER

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …

"Ato que nenhum fim pode justificar". Vaticano critica a aceitação mundial da eutanásia

Através de um novo documento, o Vaticano condenou a disseminação da aceitação internacional da eutanásia e do suicídio assistido, inclusive em alguns países tradicionalmente católicos da Europa. O Vaticano referiu no documento publicado hoje - e …

Facebook teme sair da Europa caso não possa transferir dados para os EUA

A Comissão de Proteção de Dados irlandesa propôs que os dados dos cidadãos europeus não possam sair do continente. O Facebook diz que não sabe como poderá continuar a prestar os seus serviços na Europa …

O guarda-redes do Chelsea é o melhor em quê? "Em cometer erros"

Kepa alvo de críticas fortes. Frank Lampard confirmou a chegada de mais um guarda-redes, proveniente de França. O Chelsea volta a ser notícia por causa do mercado e volta a ser notícia por causa de um …

Promotores assumem pela primeira vez que Trump pode ser investigado por fraude fiscal

O gabinete do procurador do distrito de Manhattan, que tem travado uma batalha legal com o Presidente dos Estados Unidos (EUA) para obter as suas declarações de impostos, sugeriu na segunda-feira, pela primeira vez, que podia …

Revelada causa da morte de 300 elefantes no Botsuana

O Governo do Botsuana anunciou, esta segunda-feira, que uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botsuana em meados deste ano. A causa da morte dos paquidermes foi determinada após …