/

Direção e oposição do CDS vão a votos nas autárquicas

José Coelho / Lusa

Tanto a direção do líder do CDS, como atuais críticos à sua liderança, serão candidatos nas próximas eleições autárquicas, sobretudo a assembleias municipais.

Tal como recorda o jornal Público, por decisão da direção centrista, todos os membros da comissão política nacional integram ou lideram listas autárquicas como sinal de mobilização do partido para as próximas eleições.

São muito poucos os que não vão a votos entre estes 58 elementos, por motivos pessoais ou profissionais, e até o próprio líder, Francisco Rodrigues dos Santos, é candidato à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital.

António Carlos Monteiro, vice-presidente, é cabeça de lista à Assembleia Municipal de Sever do Vouga, assim como Miguel Barbosa, segundo na lista à Assembleia Municipal do Porto do movimento de Rui Moreira, Pedro Melo (Assembleia Municipal de Santarém), Francisco Laplaine Guimarães (cabeça de lista à Câmara de São Brás de Alportel) e Paulo Duarte (Assembleia Municipal de Viseu).

O diário lembra ainda os nomes do coordenador nacional autárquico Fernando Barbosa, do secretário-geral Francisco Tavares e da porta-voz Cecília Anacoreta Correia, pois todos fazem também parte de listas candidatas a assembleias municipais.

Assim como o presidente do conselho nacional Filipe Anacoreta Correia, que é número dois na lista à Câmara de Lisboa, e de Martim Borges de Freitas, também candidato à Assembleia Municipal na mesma coligação.

Entre os críticos da atual direção, João Almeida apresentou-se como cabeça de lista à Câmara de São João da Madeira e Nuno Melo voltou a encabeçar a lista à Assembleia Municipal de Famalicão, ambos em coligações liderada pelo PSD.

O Público destaca ainda a presença de Adolfo Mesquita Nunes, que volta a ser candidato à Covilhã, mas desta vez à assembleia municipal, de Cecília Meireles, candidata à Assembleia Municipal de Guimarães, do ex-ministro Pedro Mota Soares, que volta a candidatar-se a Cascais na coligação liderada pelo social-democrata Carlos Carreiras e do líder da bancada parlamentar, Telmo Correia, que faz parte da lista à assembleia de freguesia de Belém.

No campo das autárquicas, recorde-se que o CDS já teve uma pequena disputa interna, depois de Filipe Anacoreta Correia ter sido escolhido, em vez do atual vereador do partido João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.