Direção do Sporting notifica claques para abandonarem espaços nas imediações do estádio

Manuel de Almeida / Lusa

A direção sportinguista notificou as claques Juve Leo e Directivo Ultras XXI para abandonarem os espaços nas imediações do estádio. Têm cinco dias para proceder adequadamente.

A disputa entre a direção do Sporting CP e as claques está a intensificar-se a cada dia que passa. Segundo avança o jornal Record esta sexta-feira, a direção do clube notificou a Juve Leo e o Directivo Ultras XXI para abandonarem os espaços que lhes eram destinados nas imediações do estádio. As claques têm um prazo de cinco dias para fazê-lo.

Devido à escalada de violência recente, o Sporting rescindiu, no domingo, “com efeitos imediatos”, os protocolos que celebrou em 31 de julho com as claques.

A decisão foi tomada “em virtude da escalada de violência que este sábado culminou com tentativas de agressões físicas a dirigentes e outros adeptos”, durante a vitória no futsal frente ao Leões de Porto Salvo (6-1), no Pavilhão João Rocha, lia-se no comunicado dos ‘leões’.

Outra das razões, segundo o clube, prende-se com o “incumprimento sistemático” destes grupos organizados de adeptos (GOA) da obrigação do cumprimento da Lei, dos estatutos e regulamentos do clube, patente “nas multas suportadas” pela SAD e clube.

Por fim, o clube realça que cumpriu os protocolos e esperava igual comportamento das claques, que acusa de “faltar sistematicamente no apoio devido aos atletas do Sporting, nomeadamente da equipa principal de futebol”.

Dentro das razões cabem ainda as “ameaças” e outros momentos de violência, contra adeptos, dirigentes ou mesmo atletas, a falta de apoio, a segunda prestação devida da bilhética de 2018/19 e uma série de outras razões.

Em resposta, o Directivo Ultras XXI disse, esta quinta-feira, que o protocolo com o Sporting está válido e alega o incumprimento de duas cláusulas para defender a sua validade, nomeadamente a promoção do diálogo para dirimir divergências e a falta de aviso por correio eletrónico desta rescisão.

Em comunicado, o Grupo Organizado de Adeptos (GOA) diz ter sido notificado na quarta-feira da carta datada de domingo, sobre a resolução do acordo celebrado com o emblema ‘leonino’ em 31 de julho de 2019. “O protocolo mantém-se formalmente válido e em vigor na presente data”, lê-se no comunicado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tatuagens racistas, saias curtas, cabelos e bigodes estranhos proibidos na PSP

Os polícias que tenham tatuagens com símbolos, palavras ou desenhos de natureza partidária, extremista, racista ou que incentivem à violência têm seis meses para as remover, de acordo com novas normas da PSP que também …

Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito. Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais …

Segunda vaga pode matar menos (mesmo com novos casos a disparar)

Os especialistas acreditam que a segunda vaga de covid-19 em Portugal vai ser menos letal, embora o número de novos casos diários possa vir a ser "muito elevado". Isto porque temos a lição mais bem …

BCP disponível para fusão com o Montepio

Na eventualidade de ser necessária uma intervenção, o Millennium BCP mostrou-se disponível para uma fusão com o Banco Montepio. Esta hipótese foi apresentada pela instituição bancária numa reunião com o ministro das Finanças, João Leão. O …

Otamendi mais 55 milhões. O negócio que pode levar Rúben Dias para o City

Rúben Dias está muito próximo de reforçar o Manchester City. O clube inglês oferece 55 milhões de euros mais Nicolás Otamendi em troca. A oficialização do acordo deve estar para breve. O Manchester City está muito …

Líbano: Após um mês no cargo, primeiro-ministro demite-se perante impasse político

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se este sábado do cargo numa altura de impasse político sobre a formação de Governo, um mês depois de ter sido nomeado e da violenta explosão no porto …

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …