Dinheiro e refeições grátis. A Sérvia vai recompensar os cidadãos que forem vacinados

Georgi Licovski / EPA

O Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou esta quarta-feira que serão pagos 25 euros aos cidadãos já vacinados contra a covid-19 e aos que se vão vacinar até final de maio, uma iniciativa original no mundo.

Um dos países europeus na vanguarda em matéria de vacinação da população, com 1,3 milhões de pessoas totalmente imunizadas com duas doses em sete milhões de habitantes, a Sérvia quer relançar a campanha de vacinação, numa altura em que o interesse público diminui.

“Todos aqueles que já receberam uma ou duas doses e todos aqueles que vão ser vacinados com pelo menos uma dose até 31 de maio vão receber 3.000 dinares (25 euros)”, afirmou Vucic, numa intervenção na televisão local.

O Presidente disse ainda esperar que quase três milhões de pessoas sejam vacinadas até ao final de maio, com pelo menos uma dose da vacina.

O país dos Balcãs comprou milhões de doses de vacinas, tanto de laboratórios ocidentais como dos concorrentes chineses e russos. No final de março, as autoridades chegaram a convidar cidadãos de países da região balcânica para irem à Sérvia ser vacinados.

As autoridades querem que esta nova iniciativa “recompense as pessoas que demonstraram responsabilidade”, segundo Vucic. Além disso, o Presidente anunciou que os funcionários do setor público que não foram vacinados não vão poder receber indemnização por baixa médica se a mesma for devido à covid-19.

“Ainda não vi na literatura médica alguém ser pago para ser vacinado contra a covid-19. Poderíamos, portanto, ser não só os primeiros da Europa, mas também do mundo”, afirmou o epidemiologista sérvio Zoran Radovanovic, em declarações à agência France-Presse.

Noutros países, algumas empresas oferecem regalias aos funcionários por aceitarem ser vacinados contra a covid-19. No entanto, Radovanovic acredita que usar dinheiro como incentivo para a vacinação pode ser uma faca de dois gumes.

“Isso vai forçar certas pessoas que vivem em pobreza extrema a vacinarem-se, mas vai causar resistência noutras. A lógica é a seguinte: se o Estado me paga para fazer algo e me diz que é para o meu bem, então há algo duvidoso”, alertou o especialista.

A Sérvia já contabilizou mais de 694.000 casos de covid-19 e 6.456 mortes devido ao vírus.

Restaurante sérvio agradece a vacinados com pratos gratuitos

O país está empenhado em que a população adira à campanha de vacinação, e para além dos pagamentos do Governo, há particulares que também querem ajudar a estimular a vacinação.

Segundo o Notícias ao Minuto, quem tomar a vacina contra a covid-19 na cidade sérvia de Kragujevac recebe um prato de comida gratuito, num restaurante local, que pode ser boi assado ou goulash de caça selvagem.

Stavro Raskovic, proprietário do estabelecimento, ofereceu os pratos populares aos habitantes locais de forma a promover a vacinação e fazer campanha pela reabertura total dos restaurantes, cafés e bares do país.

De acordo com o comerciante, as medidas para combater a pandemia e as restrições parciais levaram o restaurante Biblioteka kod Milutina quase à beira do abismo.

“O nosso comércio e restauração foram particularmente atingidos e se esta vacinação é a saída, então queremos contribuir”, referiu.

Depois da medida ser anunciada, dezenas de pessoas fizeram fila para obter a vacina e um dos pratos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Fomos enganados, geologicamente enganados." Novos segredos vulcânicos revelados

Um estudo levado a cabo por cientistas da Universidade de Queensland revelou novos detalhes sobre a composição geológica da crosta terrestre. Até agora, os cientistas pensavam que a lava arrefecida dos chamados vulcões "hot spot" era …

Os planetas formam-se em sopas orgânicas — e não há duas iguais

Uma série de novas imagens revela que os planetas formam-se em sopas orgânicas — e não há duas sopas iguais. Astrónomos mapearam os produtos químicos dentro dos berços planetários com detalhe extraordinário. Os mapas revelam a …

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …