DGS vai recomendar uso de máscara no exterior quando não houver distanciamento

Mário Cruz / Lusa

A DGS vai recomendar o uso de máscara em espaços exteriores movimentados quando não for possível garantir o distanciamento social, disse esta segunda-feira a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa.

“Vai sair nos próximos dias uma orientação”, disse Graça Freitas, referindo-se ao uso de máscaras no exterior, frisando que a “utilização de máscaras ao ar livre fará sentido se formos para locais onde não conseguimos ficar isolados uns dos outros”.

Ainda sobre o uso de máscaras Graça Freitas considerou que não houve uma mudança de opinião, mas antes uma posição “evolutiva” em função do que é a avaliação do risco.

“Até já preconizamos a utilização de máscaras em determinadas circunstâncias ao ar livre, quando não for possível garantir distância física entre as pessoas. Aí sim faz sentido o uso de máscara ao ar livre, se não for possível mantermos as distâncias”, disse.

Sobre o regresso às aulas, afirmou que a primeira semana do novo letivo “correu bastante bem”, reconhecendo, contudo, que há “ajustes e aprendizagens a fazer”.

“Foram identificados alguns casos, mas do ponto de vista da saúde pública nenhum destes casos levou ao encerramento das escolas”, disse, acrescentando que os casos em que as aulas foram suspensas deveram-se à falta de pessoal.

Na mesma conferência de imprensa, o Secretário de Estado da Saúde afirmou que Governo não quer “garantidamente” voltar ao confinamento geral ou parcial. António Lacerda Sales, quando questionado sobre um eventual confinamento obrigatório, disse ser importante “desmistificar os medos da população”.

“Hoje sabemos mais da doença, hoje estamos melhor preparados para responder, portanto o confinamento parcial ou geral é uma resposta que garantidamente não queremos voltar a acionar”, disse ainda o governante.

‘Task-force’ para dar resposta a doentes não-covid

Também nesta segunda-feira, o Ministério da Saúde anunciou a criação de uma ‘task-force’ para dar resposta aos doentes não covid-19, uma medida que faz parte do Plano da Saúde para o Outono-Inverno.

A ‘task-force’, segundo publicado no portal no SNS, funcionará na dependência do Ministério  e baseia-se numa “aposta na resposta maximizada nos cuidados de saúde primários, com atendimento presencial, não-presencial e domiciliário, bem como nas respostas de proximidade, incluindo dispensa de medicamentos”.

Relativamente à pandemia de covid-19, o plano prevê um reforço da resposta em saúde pública, especialmente em situações de surtos; adapta as atuais Áreas Dedicadas à covid-19 em Áreas Dedicadas aos Doentes Respiratórios e os circuitos de internamento hospitalar para diferentes fases da resposta.

O Plano da Saúde para o Outono-Inverno 2020-21 foi apresentado esta segunda-feira pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não é de descartar, esta medida deveria desde já ser implementada sobretudo nas imediações de Estabelecimentos de Ensino. O que se passa fora dos portões das Escolas , é de lamentar, o desrespeito das regras de Segurança é evidente. A PSP en termos do programa Escola Segura, deveria presenciar as entradas e saídas e fazer respeitar as normas estabelecidas !

RESPONDER

Manchester United: jogador expulso e chamado a tribunal em 48 horas

Aaron Wan-Bissaka irá depor em tribunal, no final deste ano. Jovem futebolista foi apanhado a conduzir sem carta e sem seguro. Não estão a ser dias fáceis para Aaron Wan-Bissaka. O futebolista do Manchester United soube …

15 mil cadeiras vazias: Guardiola não gostou mas já ouviu um "recado"

Estádio do Manchester City voltou a ficar longe de lotação esgotada, num jogo da Liga dos Campeões. "Espero que apareça mais gente no sábado", admitiu o treinador. As palavras foram estas, depois da goleada que o …

"Fomos enganados, geologicamente enganados." Novos segredos vulcânicos revelados

Um estudo levado a cabo por cientistas da Universidade de Queensland revelou novos detalhes sobre a composição geológica da crosta terrestre. Até agora, os cientistas pensavam que a lava arrefecida dos chamados vulcões "hot spot" era …

Os planetas formam-se em sopas orgânicas — e não há duas iguais

Uma série de novas imagens revela que os planetas formam-se em sopas orgânicas — e não há duas sopas iguais. Astrónomos mapearam os produtos químicos dentro dos berços planetários com detalhe extraordinário. Os mapas revelam a …

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …