Dez pessoas presas em Berlim por ataque contra judeu sírio

A polícia alemã deteve este domingo dez pessoas por suspeita de participação num ataque anti-semita num parque de Berlim. Os detidos foram acusados de agredir e insultar um homem de nacionalidade síria que usava uma corrente com a estrela de David, símbolo do judaísmo.

Segundo o jornal Die Welt, seis dos suspeitos são também originários da Síria. Três dos atacantes têm nacionalidade alemã, e a nacionalidade do décimo agressor não foi determinada.

De acordo com as autoridades, a vítima, um judeu sírio de 25 anos, aproximou-se dos suspeitos para pedir um isqueiro enquanto passeava no parque James-Simon, no centro de Berlim. Segundo o jovem sírio, os agressores inicialmente roubaram-lhe o cigarro.

Quando a vítima reclamava, os agressores terão reparado no símbolo judeu que trazia ao pescoço, passando então a gritar insultos anti-semitas. Um dos agressores bateu no rosto do homem.

Após a agressão, a vítima fugiu, tendo acabado por cair. Uma vez no chão, foi brutalmente agredida a pontapé pelos dez agressores. O ataque só parou quando outras pessoas que se encontravam no parque acorreram a ajudar. A vítima sofreu cortes na cabeça e foi levada para um hospital.

A polícia informou que os suspeitos pelo ataque, três mulheres entre os 15 e os 21 anos e sete homens entre os 17 e os 25 anos, foram libertados no mesmo dia. Uma unidade de investigação especializada em crimes de ódio assumiu o caso.

Ataque em abril chocou a Alemanha

Em maio, um refugiado sírio de origem palestina de 19 anos foi considerado culpado por um tribunal de Berlim por lesão corporal grave e por ofender dois homens que caminhavam pela capital alemã com quipás, os chapéus característicos do judaísmo.

O ataque ocorreu no dia 17 de abril, em plena luz do dia, e demonstrou a persistência de anti-semitismo na Alemanha, não só entre membros da extrema direita, mas também entre imigrantes muçulmanos.

Na altura, um árabe-israelita de 21 anos e um amigo, alemão de origem marroquina de 24 anos, passeavam usando quipás nas ruas do bairro de Prenzlauer Berg quando começaram a ser insultados em árabe por três homens. Quando os dois amigos pediram para que os três árabes parassem, o sírio de 19 anos começou a agredi-los.

A árabe-israelita que foi atacado contou mais tarde à DW que não era judeu, mas tinha decidido usar o quipá para testar se era perigoso para um judeu caminhar pelas ruas da capital alemã com a peça de vestuário religiosa.

A pena aplicada ao agressor incluiu quatro semanas de detenção num centro juvenil. O jovem sírio, identificado como Knaan al-S, no entanto, já tinha cumprido esse período em detenção antes do fim do julgamento e acabou por deixar o tribunal em liberdade.

O ataque foi condenado por líderes religiosos e políticos na Alemanha. O incidente também provocou protestos em Berlim e em várias outras cidades alemãs. Milhares de pessoas saíram à rua com quipás para protestar contra o anti-semitismo no país.

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …