Devin Nunes deixa investigação sobre interferência da Rússia em eleições dos EUA

csis_er / Flickr

O luso-descendente Devin Nunes (esq), presidente da comissão de Informações da Câmara dos Representantes

O luso-descendente Devin Nunes (esq), presidente da comissão de Informações da Câmara dos Representantes

O congressista luso-descendente Devin Nunes afastou-se esta quinta-feira da liderança da comissão da Câmara dos Representantes que investiga a interferência da Rússia nas eleições dos EUA do ano passado.

Num comunicado, o republicano disse que tomara a decisão depois de “vários grupos ativistas de esquerda” terem apresentado queixas sobre si ao Escritório de Ética do Congresso.

Nunes disse que essas queixas eram “completamente falsas e motivadas politicamente”, mas que “era do interesse” da comissão que ele se afastasse para o trabalho poder continuar.

Devin Nunes, que continuará como presidente da Comissão de Serviços de Informação da Câmara dos Representantes (câmara baixa do Congresso dos Estados Unidos), enfrentava uma forte pressão por parte do Partido Democrata depois de ter falado com a Casa Branca sobre questões relacionadas com a investigação.

O congressista integrou a equipa de transição de Donald Trump antes de este ter assumido a Presidência norte-americana, no passado dia 20 de janeiro.

“Chegámos a um ponto, depois dos acontecimentos da semana passada, em que é muito difícil manter a credibilidade das investigações“, disse na semana passada o democrata e também membro da comissão dos serviços de informações Adam Schiff.

Há duas semanas, Devin Nunes foi sozinho à Casa Branca e, sem avisar previamente os membros da comissão, anunciou numa conferência de imprensa de que tinha informado o Presidente Trump sobre a possibilidade das suas comunicações terem sido intercetadas, de “forma acidental”, durante operações de escuta de rotina a comunicações a outros líderes políticos.

Nunes não revelou como obteve tais dados, afirmando apenas que tinha recebido as informações de uma fonte anónima com a qual conversou dentro das instalações da Casa Branca. Tais revelações levantaram dúvidas sobre a independência e a imparcialidade do congressista republicano.

As críticas também chegaram do partido republicando, com o senador republicano John McCain a afirmar que Nunes tinha de explicar porque foi sozinho à Casa Branca para abordar matérias sobre uma investigação bipartidária do Congresso.

“Estou neste meio há algum tempo e nunca ouvi falar de tal coisa”, disse McCain na altura, em declarações a um programa da estação de televisão norte-americana CBS.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

YouTube remove vídeos que vinculam falsamente a Covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a engenheiros. Agora, o YouTube está a reprimir essa desinformação. O YouTube informou que removerá …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …