Foi desvendado o mistério da origem do ouro

Uma equipa internacional de cientistas acredita que desvendou o enigma da origem do ouro, um dos grandes mistérios da Humanidade. Esta nova investigação concluiu que o metal precioso provém do manto profundo da Terra.

Não há nenhum explicação científica consensual sobre a origem do ouro, mas uma equipa de investigadores internacionais de Universidades de Chile, Argentina, Austrália, França e Espanha acredita ter desfeito o mistério.

A teoria destes cientistas é de que “o ouro viajou até à superfície da Terra procedendo das partes mais profundas do planeta”, conforme salienta a Universidade de Granada, uma das implicadas na pesquisa, num comunicado sobre o estudo.

De acordo com esta ideia, terá sido “o jogo de movimentos internos da Terra o que favoreceu a subida e a concentração do precioso metal” até à crosta terrestre, explicam os cientistas no artigo científico publicado na revista Nature Communications.

O investigador José María González Jiménez, elemento do departamento de Mineralogia e Petrologia da Universidade de Granada que participou na pesquisa, explica o processo, reportando-se às camadas que formam o interior da Terra – crosta, manto e núcleo.

“Na crosta, encontram-se os minerais que extraímos e que sustentam a nossa economia. E se somos especialistas a explorá-los, ainda sabemos pouco sobre a sua verdadeira origem”, refere, citado pela universidade, sublinhando que é o que sucede com o ouro, cuja busca já motivou “migrações, expedições e até guerras”.

O manto, que separa o núcleo da crosta onde vivemos e que fica a uma profundidade que vai dos 17 quilómetros sob os oceanos até aos 70 quilómetros sob os continentes, está “a uma distância inacessível” para o homem, realça o investigador.

“Não temos capacidade de chegar de forma directa ao manto para o conhecer melhor”, acrescenta González Jiménez. Contudo, chega até nós “graças a erupções vulcânicas que arrastam pequenos fragmentos ou “xenolitos” do manto, sob os continentes, para a superfície”, aponta o investigador.

Os cientistas detectaram provas deste processo na Patagónia argentina e analisaram amostras destes “xenolitos” em laboratório, encontrando “pequenas partículas de ouro nativo, da grossura de um cabelo, cuja origem é o manto profundo”, destaca a Universidade de Granada.

Universidade de Granada

Fragmento do manto profundo (cor verde) na lava de um vulcão da Patagónia argentina (cor preta).

A zona da Patagónia argentina onde esses fragmentos foram encontrados, no chamado Maciço do Desejado, é conhecida pelas suas produtivas minas de ouro. Os investigadores avançam, agora, que a concentração do mineral precioso na zona pode estar relacionada com o facto de o manto por debaixo dela apresentar “uma predisposição para gerar depósitos de ouro na superfície”.

González Jiménez lembra que, “há aproximadamente 200 milhões de anos”, a América do Sul e África formavam um único continente. Para a separação dos dois continentes contribuiu a “subida do manto profundo ou da “pluma do manto”, a qual rompeu a crosta muito mais frágil e fina”, conta o investigador.

“A subida desta “pluma do manto” profunda gerou uma verdadeira fábrica química que enriqueceu de metais o manto”, prossegue o cientista. Mais tarde, o movimento de uma placa tectónica sobre outra levou a que “esta zona enriquecida seja uma fábrica geradora de depósitos de ouro, graças à circulação de fluidos ricos em metais, através de fracturas, que precipitam e concentram os metais perto da superfície terrestre”, explica ainda.

Todavia, esta “nova prova científica” sobre a origem do ouro não resolve o puzzle por completo. É um bom princípio para proceder a “uma exploração mais sofisticada” dos depósitos minerais, nomeadamente recorrendo a tecnologias que sondem o manto profundo e não apenas a camada mais superficial, conforme nota a Universidade de Granada, para detalhar o percurso que leva ao “nascer” do metal precioso.

SV, ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Se esta teoria fosse correcta, também deveria existir “concentração do mineral precioso” na zona ocidental da África que já esteve encostada à América do Sul há 200 milhões de anos. Será que existe?

  2. Não tardará que em breve aqueles mais sequiosos pelo precioso metal se ponham a esgadanhar na terra e além de encontrarem o tão desejado metal ainda vão criar um túnel até chegar aos chinocas do outro lado o qual poderá ser aproveitado para o TGV.

  3. António Gonçalves, não me diga que nunca ouviu falar de Angola, Namibe e África do sul, nem da sua produção de ouro?, Além de toda a costa Africana, desde o Golfo da Guiné até ao sul, que tanto apetite deu aos Portugueses para empreenderem viagens desde o séc. XV.

  4. Agora só falta desvendar o mistério da Suíça, que não tendo qualquer produção de ouro, processa 70% do ouro mundial!!
    Claro que a origem desse ouro é toda legal e transparente… ou não!!

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …