Descongelamento das carreiras abrangeu 66 mil trabalhadores de empresas públicas

Miguel A. Lopes / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Dos 110.757 funcionários do Estado que trabalham em empresas públicas, cerca de 66 mil foram abrangidos até ao final de junho pelo descongelamento das progressões e das promoções, de acordo com dados recolhidos pela Inspeção-Geral de Finanças.

Os dados, solicitados pelo jornal Público à Inspeção-Geral de Finanças, demonstram que estes 66 mil trabalhadores – que representam mais de metade da totalidade dos trabalhadores do Estado (60%) – tiveram aumentos nos seus salários mensais.

O descongelamento das carreiras iniciou-se a 1 de janeiro de 2018, mas o efeito nas remunerações dos trabalhadores vai fazer-se de forma faseada e em quatro momentos diferentes: metade em 2018, em janeiro e em setembro, e a outra metade em 2019, em maio e em dezembro.

De acordo com o diário, se se tiver em conta todo o universo dos funcionários públicos, 344 mil já tiveram valorizações salariais por causa do descongelamento que foi concretizado no início do ano.

Segundo o governo, cerca 80% dos funcionários públicos terão direito a progredir este ano, o que corresponderá a 480 mil trabalhadores. Mário Centeno, em entrevista ao matutino, disse que este é um objetivo “possível”, reconhecendo, no entanto, a dificuldade do processo.

“Ficarei satisfeito se conseguirmos, no período de tempo durante o qual decorre o descongelamento, que todas as situações sejam clarificadas e identificadas e que os trabalhadores recebam os retroativos a que têm direito”, sustentou, sem comprometer quais quer números.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. desde que fui contratado para trabalhar numa empresa publica, já lá vão mais de 10 anos, nunca tive um aumento, nunca tive qualquer progressão na carreira. vi muita malta ser contratada com salários muito superiores ao meu, integrarem posições de carreira muito superiores, promoções via comissões de serviço, atribuição de diversos subsídios, cedências por interesse publico entre organismos públicos, e vejo contratações para a prestação de serviços por valores astronómicos face aos salários praticados. Nas empresas publicas é um fartar vilanagem para quem está próximo do poder. Certamente que esses 66 mil descongelados e aumentados, estão bem posicionados na hierarquia politica. Mas a minha pergunta é, que sociedade é esta que gasta à tripa forra o que não tem, que aumenta e promove os corruptos e amigos e deixa os que trabalham em situação de miséria? A comunicação social não deteta estes escândalos? E este Sr. Centeno não tem vergonha na cara depois da campanha que fizeram?

RESPONDER

Museu Nacional Soares dos Reis reabre (e revela peças raramente vistas)

O Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, reabre este sábado com três exposições temporárias e um concerto do Ensemble Vento do Norte, porque é “urgente devolver o Museu à cidade e ao país”, …

Portugal tenta anular decisão de Bruxelas sobre ajudas ilegais na Zona Franca da Madeira

Na mesma altura que prepara a recuperação das ajudas às empresas, Portugal recorreu ao Tribunal para anular a decisão da Comissão Europeia que declarou ilegais as ajudas públicas atribuídas através da Zona Franca da Madeira …

Ronaldo com salários em risco na Juventus (mas o futuro não passa pelo Sporting)

A Juventus está a negociar com os jogadores o atraso no pagamento de alguns salários devido à grave crise financeira que atravessa. Cristiano Ronaldo é um dos mais bem pagos do plantel e o seu …

Cenário em Gaza é devastador, mas Israel rejeita tréguas. Dez pessoas da mesma família foram mortas

O ambiente tenso que se vive em Israel parece estar para durar. O número de mortos palestinianos já é superior a uma centena, sendo que várias crianças e mulheres foram atingidas nos ataques. O Hamas …

Costa não tem conta à ordem e não se sabe como recebe salário. Rio é líder "mais rico"

O primeiro-ministro António Costa não declarou qualquer conta à ordem no banco na declaração de rendimentos que entregou ao Tribunal Constitucional, como obriga a lei. Assim, não se sabe como recebe o seu salário. Já …

Guarda de Honra ao Sporting? Jesus já foi "campeão três vezes" e nunca teve

Hoje é dia de dérbi na capital, mas o Benfica não vai fazer a Guarda de Honra ao campeão Sporting. É o treinador Jorge Jesus quem o diz, considerando que não é tradição no futebol …

Portugal permite entrada de turistas de quase toda a Europa (e não apenas do Reino Unido)

Na sexta-feira, fonte governamental revelou que as viagens não essenciais de e para o Reino Unido vão ser permitidas a partir de segunda-feira, bastando apresentar um teste negativo para a covid-19 realizado nas 72 horas …

FC Porto "pesca" em Paços de Ferreira. Há dois reforços a caminho do Dragão

O FC Porto já prepara a próxima época e há dois jogadores do Paços de Ferreira na órbita do Dragão. Bruno Costa e Eustáquio, a dupla que brilhou no meio-campo dos pacenses nesta temporada, vão …

Para já só 180 trabalhadores aceitaram acordo com a TAP. Discórdia pode levar a despedimento coletivo

A TAP já chegou a acordo com 180 pessoas na última fase do programa de medidas voluntárias. A expectativa da companhia é que saiam cerca de 500 trabalhadores, que se irão juntar às adesões contabilizadas …

Número de nascimentos em janeiro e fevereiro foi o mais baixo desde que há registos

Janeiro e fevereiro de 2021 tiveram os números mensais de nascimentos mais baixos desde que há registos, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE). Em janeiro nasceram com vida 5912 crianças (menos 19,3% que em janeiro …