Descobertas armas romanas usadas para invadir Jerusalém há 2 mil anos

(dr) Autoridade de Antiguidades de Israel

Vestígios da Terceira Muralha descobertos em Jerusalém

Vestígios da Terceira Muralha descobertos em Jerusalém

A Autoridade de Antiguidades de Israel, IAA, revelou esta quinta-feira a descoberta de evidências claras da conquista de Jerusalém pelo exército romano na Primeira Guerra Judaico-Romana, entre 66 d.C. e 73 d.C.

A Autoridade de Antiguidades de Israel apresentou o que descreveu como uma “impressionante e fascinante evidência do campo de batalha e a rutura da terceira muralha que rodeava Jerusalém”, encontrada no ano passado, durante escavações para a construção de um edifício no que é atualmente o centro da zona ocidental da cidade.

O conflito, ocorrido cerca de 70 anos depois da morte do imperador Herodes, foi a primeira das três revoltas do povo da Judeia contra a dominação romana, há cerca de 2 mil anos.

Segundo a entidade, os arqueólogos descobriram, junto a vestígios da Terceira Muralha de Jerusalém, diversos projécteis de pedra lançados por catapultas, uma ponta de lança e outras peças de artilharia romana utilizadas para derrubar o muro e adentrar a cidade.

As armas teriam sido usadas contra os guardas judeus que protegiam a cidade do alto de uma torre junto ao muro.

A escavação arqueológica mostrou os restos desta torre, que integrava a muralha durante a época denominada Segundo Templo (entre os anos 530 a.C. e 70), e cuja fachada ocidental apresenta “marcas dos projéteis disparados pelos romanos de catapultas contra a guarda judaica que defendia a muralha”, de acordo com um comunicado do organismo israelita.

(dr) Autoridade de Antiguidades de Israel

Vestígios da Terceira Muralha descobertos em Jerusalém

Vestígios da Terceira Muralha descobertos em Jerusalém

“É um testemunho fascinante do bombardeamento intensivo do exército romano, liderado por Tito no caminho para conquistar a cidade e destruir o Segundo Templo (judaico)”, explicaram no comunicado os diretores da escavação, Rina Avner e Kfir Arbib.

“O alvo do bombardeamento era as sentinelas que guardavam a cidade e dar proteção às forças armadas para que pudessem aproximar-se das muralhas com aríetes e romper as defesas”, acrescentaram.

De acordo com o historiador romano de origem judaica Flávio Josefo (37-100), a muralha foi concebida para proteger um novo bairro da cidade que tinha desenvolvido fora da cidadela muralhada, a norte das duas barreiras que existiam.

A recente descoberta nas paredes da muralha vai ser apresentada na próxima semana na conferência “Novos estudos de arqueologia de Jerusalém religião”, na Universidade Hebraica de Jerusalém.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Estava em segredo". Comissão de inquérito abre investigação à divulgação do relatório secreto de Costa Pinto

A Comissão Parlamentar de Inquérito ao Novo Banco abriu esta terça-feira uma investigação sumária à divulgação do chamado “Relatório Costa Pinto”. A notícia é avançada esta terça-feira pelo jornal online Observador, o mesmo órgão de comunicação …

Cheias em Luanda fazem 14 mortos e mais de 8 mil desalojados

As chuvas torrenciais que esta segunda-feira provocaram o caos em Luanda, deixaram 14 mortos e mais de oito mil pessoas desalojadas, segundo dados transmitidos esta noite pelo porta-voz do serviço de protecção civil e bombeiros. Faustino …

Franceses com passe para poder viajar. Grécia já recebe estrangeiros vacinados ou testados

Numa altura em que vários países já fazem planos de abertura ao turismo, como é o caso de França e Grécia, há outros que ainda se mostram com receio de avançar. Em Itália o número …

"Um pouco de compaixão". Júri delibera sentença da morte de George Floyd

As autoridades norte-americanas estão a preparar-se para vários dias de eventuais manifestações por todo o país quando for conhecida a sentença do antigo polícia que está a ser julgado pelo homicídio de George Floyd, em …

Casimiro está a tentar vender a sua participação na Groundforce. CGD não avança com empréstimo

A Groundforce deverá ter um novo acionista em breve. Está em curso um processo para encontrar um investidor que compre a participação de Alfredo Casimiro na empresa. O empresário já está em negociações exclusivas. Para já, …

Governo suspende pagamento do IVA nas moratórias bancárias

As famílias e empresas com empréstimos abrangidos pelas moratórias bancárias vão ficar desobrigadas do pagamento do IVA que incidiria sobre as prestações mensais. Nos contratos continuados, em que há uma prestação de bens ou serviços que …

Superliga dos ricos quer evitar ruína dos clubes. FC Porto rejeitou convite, mas Benfica estará a tentar entrar

"Fazemos a Superliga para salvar o futebol, a situação é dramática". As palavras são de Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, um dos 12 clubes que anunciaram a criação de uma Superliga Europeia com os …

”As pessoas estão cansadas desta governação”. Moedas desvaloriza sondagem que o coloca atrás de Medina

Carlos Moedas, que se encontra na corrida autárquica em Lisboa, acusa Medina - seu principal adversário - de não ter uma estratégia clara para o Parque Mayer e defende projeto que una a educação a …

FC Porto precisa de fazer 38 milhões de euros em vendas

A SAD do FC Porto precisa de fazer, pelo menos, 38 milhões de euros em mais-valias com a venda de passes de jogadores. As contas foram feitas por Fernando Gomes, tendo em conta o segundo semestre do …

West Ham, Leeds e Bétis. Assim pode ficar a Champions sem os clubes da Superliga

Desde o Leeds na Champions ao Hellas Verona na Liga Europa, sem os clubes da Superliga Europeia, as competições europeias ganhariam um aspeto diferente. Doze clubes anunciaram, este domingo, a criação da Superliga Europeia. A UEFA …