/

Descoberta antiga estrada Romana no fundo da Lagoa de Veneza

Um novo estudo revela novas evidências da presença de uma antiga estrada Romana nas profundezas da Lagoa de Veneza, em Itália.

De acordo com o site Science Alert, uma série de estruturas antigas foi descoberta nas profundezas da Lagoa de Veneza, sugerindo que, noutros tempos, antes do nível do mar subir e inundar esta região, haveria ali uma estrada Romana.

Os arqueólogos consideram que estas são novas evidências que sustentam a ideia de que existia uma povoação Romana séculos antes da fundação e colonização de Veneza, no século V D.C.

“A estrada submersa representa, provavelmente, um dos últimos segmentos na paisagem marítima de Altino, dentro de uma rede mais ampla de estradas na Venetia et Histria Regio [subdivisão administrativa do Império Romano]”, escreveram os autores do estudo publicado, esta quinta-feira, na revista científica Scientific Reports.

“A sua contiguidade com outras estruturas e infraestruturas, tais como torres defensivas, passagens, portos e estruturas privadas, confirma o povoamento permanente no Venetorum angulus“, acrescentam.

(dr) Antonio Calandriello / Giuseppe D'Acunto / Fantina Madricardo

Reconstrução do “antes e depois” do sítio onde fica a estrada

Ainda segundo o site New Scientist, esta descoberta só foi possível depois de a equipa de investigadores ter mapeado o fundo de uma área da lagoa chamada Canal Treporti.

“A área é muito difícil de ser investigada por mergulhadores porque existem correntes fortes e a água da lagoa é muito turva”, explica Fantina Madricardo, investigadora do Instituto de Ciências Marinhas de Veneza e uma das autoras do estudo.

A equipa usou uma eco-sonda multifeixe num barco para formar uma imagem do que existe debaixo de água. Este dispositivo envia ondas acústicas que ricocheteiam no fundo da lagoa, permitindo aos cientistas reconstruir imagens de quaisquer estruturas que estejam lá.

Os investigadores encontraram 12 estruturas, de até 2,7 metros de altura e 52,7 metros de comprimento, que se estendiam ao longo de 1140 metros na direção sudoeste para nordeste.

“Acreditamos que esta estrada fazia parte da rede de estradas Romanas no nordeste da área de Veneza”, disse Madricardo.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.