Deputados têm 46 leis para votar em 37 dias

Manuel de Almeida / Lusa

Até dia 19 de julho, data da última sessão plenária antes das férias, o Parlamento vai viver um período de febre legislativa. Há 46 propostas do Governo para votar, segundo a Secretaria de Estado dos Assuntos Parlamentares, sendo que só há apenas 37 dias úteis para as fechar.

Com a atividade parlamentar suspensa por causas das Europeias e com férias e novas eleições à vista, sobra pouco tempo aos deputados. Numa autêntica corrida contra o tempo, o Governo tem 46 propostas na Assembleia da República para serem votadas.

Entre os temas que ainda estão pendentes há dossiês importantes e de difícil aprovação. Por exemplo: a Lei de Bases da Saúde, as alterações ao Código do Trabalho e a reforma da supervisão financeira.

Tendo em conta que esta semana os trabalhos estão interrompidos por causa das eleições para o Parlamento Europeu, isto dá ao Governo oito semanas para aprovar mais de quatro dezenas de diplomas, avança o Jornal de Negócios esta segunda-feira.

Para complicar ainda mais, numa dessas semanas há que contar com dois feriados: o 10 de junho, Dia de Portugal, e dos Santos Populares (Lisboa festeja o Santo António a 13). Depois, na semana seguinte, haverá ainda que celebrar o Corpo de Deus, a 20 de junho.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Jogos de Portugal no Euro 2020 terão público

Os jogos da seleção portuguesa de futebol na fase de grupos do Euro2020 vão disputar-se, tal como inicialmente previsto, em Munique e Budapeste, com público, anunciou esta sexta-feira a UEFA, após alterar locais da competição. Assim, …

EUA. Homem que detonou bomba no metro em 2017 condenado a prisão perpétua

O autor do ataque à bomba na estação de metro perto de Times Square, em Nova Iorque, nos Estados Unidos (EUA), em dezembro de 2017, foi na quinta-feira condenado a prisão perpétua. Segundo revelou o New …

Bruxelas aprova auxílio intercalar de 462 milhões de euros à TAP

A Comissão Europeia aprovou, esta sexta-feira, um auxílio estatal intercalar de Portugal à TAP, no valor de 462 milhões de euros, para compensar prejuízos devido à pandemia de covid-19. "A Comissão Europeia considera que a medida …

Da despromoção ao ataque dos adeptos. Jogadores do Schalke ponderam não jogar mais esta época

Após a despromoção histórica da equipa, os jogadores foram atacados pelos adeptos nas imediações do estádio. Agora, alguns ponderam não voltar a jogar esta época. Esta semana confirmou-se a despromoção do Schalke 04 à segunda divisão …

Funcionária da polícia esfaqueada mortalmente em França. Agressor abatido

Uma funcionária da polícia francesa morreu, esta sexta-feira, após ter sido esfaqueada por um homem, que foi morto a tiro durante a sua detenção, informaram as autoridades. A polícia identificou o agressor como um tunisino de …

EMA defende administração da segunda dose da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) defendeu, esta sexta-feira, a administração da segunda dose da vacina da AstraZeneca, mesmo com os riscos associados à possibilidade de ocorrência de coágulos sanguíneos. O diretor executivo adjunto da EMA, …

Ex-diretor da PJM sentiu-se "desconsiderado" com retirada de investigação de Tancos

O ex-diretor da PJ Militar disse, esta quinta-feira, ter-se sentido "desconsiderado" com a decisão da ex-PGR de afastá-lo da investigação do furto de armamento de Tancos e rejeitou o envolvimento de uma organização terrorista …

Hackers russos tentam extorquir 50 milhões de dólares à Apple

Um grupo de piratas informáticos radicados na Rússia exigiu à Apple 50 milhões de dólares (mais de 41 milhões de euros) para evitar a divulgação de informações sobre os próximos modelos do MacBook. A informação é …

Vacinação no Superior. Há professores que estão a recusar dar aulas presenciais

Há professores do Ensino Superior que estão a recusar dar aulas presenciais enquanto não forem vacinados contra a covid-19, tal como está a acontecer com os docentes e não docentes de outros níveis de ensino. O …

Viseu está orfã do projeto de Almeida Henriques. Movimento pede a Jorge Sobrado que avance

A morte de Almeida Henriques deixou Viseu "orfã". Cerca de duas dezenas de personalidades subscreveram uma carta aberta pedindo ao ex-vereador da Cultura Jorge Sobrado que se envolva no debate autárquico. Em declarações ao Público, Jorge …