Deputada argentina amamenta filha no Parlamento e gera polémica

@Natymarq / Twitter

"Mamá full time. En plena sesión, Victoria Donda": a deputada argentina Victoria Donda Pérez amamenta a filha de 8 meses em pleno Parlamento.

“Mamá full time. En plena sesión, Victoria Donda”: a deputada argentina Victoria Donda Pérez amamenta a filha de 8 meses em pleno Parlamento.

A deputada Victoria Donda Pérez é o assunto do momento na Argentina. Tudo porque resolveu amamentar a filha de oito meses durante uma sessão no Parlamento.

O momento foi captado por um canal de televisão e divulgado inicialmente pelo jornal peruano Peru21 que salientava que a deputada “demonstrou ser uma mãe a tempo completo”, conciliando esse papel com as suas responsabilidades parlamentares.

A fotografia tem feito, entretanto, um êxito tremendo nas Redes Sociais com aplausos de muitas mulheres, nomeadamente mães e feministas, mas também com críticas.

Não há consenso quanto ao acto da deputada de 37 anos que é também advogada e activista dos Direitos Humanos.

Do lado dos críticos, há quem considere que está em causa um comportamento inadequado, sobretudo por ter ocorrido num local tão cerimonioso como o Parlamento.

O facto de Victoria Donda Pérez não ter tapado os seios durante o processo de amamentação parece ser o ponto mais relevado e já há quem lhe chame “a deputada sexy“.

Victoria Donda Pérez não fez até ao momento qualquer comentário público sobre o assunto e há quem especule se o seu gesto foi meramente natural ou teve como intenção vincar uma posição política e social.

Em 2007, então com 29 anos, a deputada tornou-se na mulher mais jovem a ter lugar no Parlamento argentino e já tinha dado que falar quando levou a filha para a cerimónia oficial de recepção ao presidente da Bolívia, Evo Morales.

A amamentação em locais públicos é um tema que continua a dividir opiniões e muitas considerações de tipo moralista.

A discussão tem sido ampla e global de tal forma que até o Papa Francisco já fez a sua consideração sobre o assunto, aconselhando as enfermeiras da Capela Sistina a amamentarem os seus filhos neste local sagrado sempre que seja preciso.

SV, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. E fez muito bem!
    Pelo menos estava fazer algo de útil e, além disso, continuou com o seu trabalho no parlamento, ao contrário de muitos políticos moralistas que por aí andam, que, à mínima oportunidade, deixam a cadeira vazia (como se tem visto pelas faltas no nosso Parlamento)!

  2. Parvoíce. Existem certas coisas que por mais naturais que sejam não são adequadas de se fazerem em qualquer lugar. Trazer filhos para o local de trabalho e ainda para mais amamentá-los, definitivamente não são algo que seja razoável de se fazer no local de trabalho. Trata-se de uma falta de respeito e de um abuso, que prejudíca o bom desempenho e produtividade de todos.

  3. O tema em apreço, como tantos outros, considerados num tempo: errados, inadequados, até de não respeitarem terceiros, ou instituições, faz parte de uma forma de estar no mundo, de determinadas pessoas que, não fora a coragem, a clarividência do que representa o ser humano, em toda a sua dimensão, ainda estaríamos na era do paleolítico inferior, tal é a sua tacanhez mental e espírito de servidão aos preconceitos de determinados extratos das sociedades contemporâneas. No domínio da interpretação escrita, o benefício da dúvida prevalece não obstante não ser difícil juntar mas quantas sílabas mas, quanto à interpretação simbólica do ato da deputada aí, emerge as limitações daqueles que criticam, condenam estas e outras atitudes e por isso, as sociedades podiam neste e noutros domínios, estar mais evoluidas.

RESPONDER

Este foi o sábado mais movimentado de 2021. Quatro milhões saíram à rua

O sol e a subida de temperaturas que se fizeram sentir este fim de semana convidaram milhões de pessoas por todo o país a sair de casa. O último sábado, dia 27 de fevereiro, foi …

"Só há um responsável, que sou eu", assume Luís Filipe Vieira

O presidente do Benfica assumiu, este domingo, a responsabilidade pela crise de resultados e garantiu que Jorge Jesus irá cumprir até ao fim o contrato que o liga ao clube até 2022. Numa entrevista exclusiva à …

Governo reservou 1.251 milhões para acesso à habitação. 25 câmaras captaram mais de metade do apoio

O Governo reservou no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) 1.251 milhões de euros em subvenções para executar o programa de apoio ao acesso à habitação. Até agora, acordos com 25 câmaras já captaram mais …

Cientistas encontraram 70 mil vírus nunca antes vistos no intestino humano

Cientistas identificaram mais de 70 mil vírus, até então desconhecidos, que vivem no nosso intestino e infetam as bactérias que lá vivem (como afetam o nosso corpo é ainda um mistério). No novo estudo, conta o …

Direita ultrapassa PS com subida da Iniciativa Liberal. Chega cai

Uma sondagem da Aximage para o Diário de Notícias, Jornal de Notícias e TSF revela que o PS está a perder peso nas intenções de voto, tendo sido ultrapassado pela direita. Segundo a sondagem, divulgada pelo …

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …

Governo ainda está a tempo de "reverter" venda de barragens da EDP

A coordenadora do Bloco de Esquerda disse este domingo que o Governo ainda está tempo de reverter o negócio das venda de seis transmontanas, que terá permitido à EDP poupar 110 milhões em imposto de …

Cientistas encontraram abelha australiana que não era vista há 98 anos

Uma espécie de abelha nativa das florestas tropicais do leste da Austrália foi encontrada pela primeira vez em 98 anos. De acordo com o site IFLScience, trata-se da espécie Pharohylaeus lactiferus, abelha nativa do leste da …

Marcelo destaca papel de profissionais de UCI. Costa agradece à Madeira e FPF

O Presidente da República destacou e agradeceu o papel dos profissionais de saúde que estão nos cuidados intensivos, pelo seu papel no combate à pandemia, que considerou uma "saga nacional". "Eu queria, em primeiro lugar, louvar …

Entre farpas a Biden e Fauci, Trump admitiu concorrer à Casa Branca em 2024 (e vencer pela "terceira vez")

No primeiro discurso desde que saiu da Casa Branca, o antigo presidente Donald Trump deu a entender que vai concorrer novamente em 2024 e disse que Joe Biden "perdeu a Casa Branca". O ex-presidente dos Estados …