Defesa de António Mexia acusa Carlos Alexandre de parcialidade e interesse económico (e tenta afastar juiz)

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da EDP, António Mexia

A defesa de António Mexia e João Manso Neto apresentaram, na manhã desta sexta-feira, um incidente de recusa do juiz Carlos Alexandre como titular da instrução criminal do caso EDP, acusando-o de parcialidade.

De acordo com o Observador, João Medeiros, advogado de António Mexia e João Manso Neto, líderes executivos da EDP e da EDP Renováveis, alega que o magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal terá solicitado ao Conselho Superior da Magistratura para ficar com os processos do que tinham sido distribuídos ao juiz Ivo Rosa – que está em regime de exclusividade na Operação Marquês – e classifica as primeiras decisões de Alexandre nos autos do caso EDP como “parciais”.

No requerimento apresentado nos autos do caso EDP, António Mexia e João Manso Neto começam por estranhar que o MP só agora queira ouvir os líderes da EDP e da EDP Renováveis — oito anos depois da abertura de inquérito e três anos após a sua constituição como arguidos. Além disso, alegam que o MP só promove os respetivos interrogatórios judiciais por se tratar do juiz Carlos Alexandre.

Segundo o Observador, a defesa alega que o magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal terá um alegado interesse económico nesse pedido porque tal redistribuição de processos lhe permitirá receber o dobro do salário.

João Medeiros acusa Carlos Alexandre de lhe ter recusado o acesso às cópias das decisões do CSM que invoca no seu requerimento.

Devido à interposição do incidente de recusa, os interrogatórios de António Mexia e de João Manso Neto marcados para o dia 2 e 3 de junho ficam suspensos até o Tribunal da Relação de Lisboa avaliar os argumentos da defesa. Também o interrogatório suplementar de João Conceição, administrador da REN, que iria ser ouvido no dia 4 de junho, fica suspenso.

De acordo com o Correio da Manhã, António Mexia ia ser confrontado na próxima terça-feira com as perguntas do juiz Carlos Alexandre sobre novos factos determinados pelo Ministério Público (MP), que, segundo o CM, somam já mais de 200 páginas. Os interrogatórios iriam servir para agravar as medidas de coação.

Segundo o CM, a defesa considera que o MP, ao promover novos interrogatórios para agravar as medidas de coação, quer “acertar o passo” aos arguidos, “mostrando mão pesada sem qualquer justificação”.

Na próxima semana, o juiz Carlos Alexandre iria decidir as medidas de coação, que podem ir desde o depósito de uma caução junto dos autos à suspensão das funções.

Se os interrogatórios não tivessem sido suspensos, seria a primeira vez que os administradores da EDP iam ser ouvidos desde que foram constituídos arguidos.

Mexia e Manso Neto são suspeitos de corrupção ativa, corrupção passiva e participação económica em negócio. Já João Conceição é arguido no crime de corrupção passiva para ato ilícito.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Futebol europeu com perdas de quase 4 mil milhões de euros

Relatório da Deloitte indica que, só nas cinco maiores ligas europeias da modalidade, a quebra nas receitas foi de 11%. Calendários alterados, campeonatos adiados ou mesmo cancelados, jogos sem público. Como se esperava, a pandemia que …

O asteróide que dizimou os dinossauros veio de um lugar inesperado

O asteróide que extinguiu os dinossauros provavelmente veio da metade externa do cinturão de asteróides principal, uma região que se pensava produzir poucos asteróides.  Investigadores do Southwest Research Institute, no Texas, Estados Unidos, mostraram que os …

Há três anos, uma tempestade de poeira em Marte desencadeou a primavera no polo sul

Em 2018, Marte foi palco de uma fortíssima tempestade de areia que destruiu um vórtice de ar frio em torno do polo sul do planeta, desencadeando uma primavera precoce. Já no hemisfério norte, a tempestade …

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …