Defesa de António Mexia acusa Carlos Alexandre de parcialidade e interesse económico (e tenta afastar juiz)

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da EDP, António Mexia

A defesa de António Mexia e João Manso Neto apresentaram, na manhã desta sexta-feira, um incidente de recusa do juiz Carlos Alexandre como titular da instrução criminal do caso EDP, acusando-o de parcialidade.

De acordo com o Observador, João Medeiros, advogado de António Mexia e João Manso Neto, líderes executivos da EDP e da EDP Renováveis, alega que o magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal terá solicitado ao Conselho Superior da Magistratura para ficar com os processos do que tinham sido distribuídos ao juiz Ivo Rosa – que está em regime de exclusividade na Operação Marquês – e classifica as primeiras decisões de Alexandre nos autos do caso EDP como “parciais”.

No requerimento apresentado nos autos do caso EDP, António Mexia e João Manso Neto começam por estranhar que o MP só agora queira ouvir os líderes da EDP e da EDP Renováveis — oito anos depois da abertura de inquérito e três anos após a sua constituição como arguidos. Além disso, alegam que o MP só promove os respetivos interrogatórios judiciais por se tratar do juiz Carlos Alexandre.

Segundo o Observador, a defesa alega que o magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal terá um alegado interesse económico nesse pedido porque tal redistribuição de processos lhe permitirá receber o dobro do salário.

João Medeiros acusa Carlos Alexandre de lhe ter recusado o acesso às cópias das decisões do CSM que invoca no seu requerimento.

Devido à interposição do incidente de recusa, os interrogatórios de António Mexia e de João Manso Neto marcados para o dia 2 e 3 de junho ficam suspensos até o Tribunal da Relação de Lisboa avaliar os argumentos da defesa. Também o interrogatório suplementar de João Conceição, administrador da REN, que iria ser ouvido no dia 4 de junho, fica suspenso.

De acordo com o Correio da Manhã, António Mexia ia ser confrontado na próxima terça-feira com as perguntas do juiz Carlos Alexandre sobre novos factos determinados pelo Ministério Público (MP), que, segundo o CM, somam já mais de 200 páginas. Os interrogatórios iriam servir para agravar as medidas de coação.

Segundo o CM, a defesa considera que o MP, ao promover novos interrogatórios para agravar as medidas de coação, quer “acertar o passo” aos arguidos, “mostrando mão pesada sem qualquer justificação”.

Na próxima semana, o juiz Carlos Alexandre iria decidir as medidas de coação, que podem ir desde o depósito de uma caução junto dos autos à suspensão das funções.

Se os interrogatórios não tivessem sido suspensos, seria a primeira vez que os administradores da EDP iam ser ouvidos desde que foram constituídos arguidos.

Mexia e Manso Neto são suspeitos de corrupção ativa, corrupção passiva e participação económica em negócio. Já João Conceição é arguido no crime de corrupção passiva para ato ilícito.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Lupin". Livros originais regressam aos mais vendidos com série na Netflix

Novo fenómeno da Netflix, a série francesa Lupin estreou a bater recordes no ecrã… e não só. Com o sucesso da adaptação moderna da história clássica do ladrão Arsène Lupin, os livros originais voltaram aos …

Escavações revelam canibalismo azteca durante invasão espanhola

Centenas de invasores espanhóis capturados na localidade azteca de Tecoaque em 1520 terão sido sacrificados e devorados pelos indígenas, motivando um posterior massacre ordenado pelo "conquistador" Hernan Cortés. Um estudo publicado pelo Instituto Nacional de Antropologia …

A carrinha NV350 da Nissan inaugura uma nova forma de teletrabalho

O teletrabalho pode tornar-se menos aborrecido graças à Nissan. A fabricante japonesa apresentou a sua carrinha NV350 através do YouTube, na semana passada. A empresa destacou a principal caraterística deste veículo: pode ser formatado para …

Hospitais estão no limite. Modelos computacionais podem ajudar a manter as portas abertas

Modelos computacionais podem ser aplicados para ajudar a fazer uma melhor gestão das camas disponíveis para o internamento de doentes infetados com o novo coronavírus. A covid-19 está a causar pressão nos serviços de saúde em …

Guardas diabólicas. Mulheres comuns pertenceram à SS (e torturaram outras em campo de concentração)

Prosseguir, torturar e matar judeus não foi uma ação impulsionada apenas por homens. Na altura da Segunda Guerra Mundial foram muitas as mulheres que se juntaram à SS para fiscalizar e realizar tarefas nos campos …

Sp. Braga 2-1 Benfica | Braga bate Benfica no jogo aéreo e volta à final da Taça da Liga

O Sporting de Braga venceu esta quarta-feira o Benfica por 2-1, com dois golos de cabeça, e vai defender o título na Taça da Liga em futebol na final de sábado, frente ao Sporting, em …

EUA. Com medo da covid-19, homem esconde-se em aeroporto durante três meses

Com receio de ir para casa devido à covid-19, um homem de 36 anos ficou durante três meses no Aeroporto Internacional O'Hare, em Chicago, nos Estados Unidos (EUA), sem ser descoberto. De acordo com um artigo …

Congeladores em vez de assentos. Empresa remodela avião para transportar vacinas contra a covid-19

O transporte de vacinas contra a covid-19 acabou de se tornar mais fácil graças a uma empresa aeronáutica italiana que remodelou uma avião para o efeito. A empresa italiana Tecnam normalmente fabrica peças de aeronaves para fabricantes, além …

Netanyahu tem a seringa com que foi vacinado contra a covid-19 exposta no seu escritório

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, guardou a seringa com que foi vacinado contra a covid-19. O objeto está agora exposto no seu escritório no interior de uma caixa de vidro com uma base em …

Presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusado de 11 crimes

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande foi acusado de 11 crimes na sequência dos incêndios de junho de 2017, sete de homicídio por negligência e quatro de ofensa à integridade física por negligência. Numa informação …