De Portugal partiram 3 camiões carregados com ajuda para super-heróis

Três camiões carregados com 66 toneladas de roupa, comida, medicamentos e brinquedos são “a ajuda para super-heróis” que um grupo de amigos pôs este sábado a caminho da Croácia e Eslovénia para entregar a milhares de refugiados.

Partiu hoje de viagem, por volta das 12:15, a Caravana Aylan Kurdi, a caravana humanitária que um movimento de cidadãos pôs em marcha no espaço de uma semana, batizada em homenagem ao menino sírio de três anos que morreu na travessia do Mediterrâneo, cujas imagens chocaram o mundo e desencadearam uma mudança de atitude por parte dos líderes europeus.

Numa caixa de sapatos foi arrumado um boneco do Mr. Incredible, que terá sido parceiro de brincadeiras de uma criança portuguesa. O Mr. Incredible leva escrito a marcador preto, na tampa da caixa, uma mensagem, em inglês, que alguém quis que fosse entregue à criança que o receber: “You are a super hero. Stay strong” (Tu és um super-herói. Mantêm-te forte).

Este é apenas um exemplo entre muitos encontrados pelos voluntários que ajudaram a recolher, organizar e embalar as toneladas de donativos para os milhares de refugiados retidos na Croácia, impedidos de seguir viagem para o norte da Europa pela Hungria e pela Eslovénia.

“Foi uma experiência muito emocional que nos foi dando muita força e motivação ao longo dos dias. As pessoas galvanizaram-se de uma forma que nos sensibilizou e comoveu e estamos esmagados com essa reação. Havia bilhetes para crianças nos bolsos de roupa para crianças. Havia brinquedos com mensagens nas caixas em que foram embalados. Muitos pequenos gestos que revelam uma grande humanidade das pessoas que se envolveram”, disse à Lusa Maria Miguel Ferreira, uma das organizadoras da caravana.

Maria Miguel segue viagem num carro de apoio à caravana, com outros três mentores da iniciativa, com o objetivo de “garantir que a carga chega ao destino” e, em permanente contacto com os quatro voluntários que partiram na sexta-feira para Zagreb, capital da Croácia, e que já se encontram “no terreno a acompanhar o que acontece em termos de rotas de refugiados”.

“Preocupações, nenhumas. Trabalho, muito”, são as informações que chegam da Croácia, que poderá nem ser o destino final.

O nosso objetivo é entregar onde for necessário. Estamos em coordenação com as autoridades e várias ONG nos países da região. Na Croácia, mas também na Eslovénia. Estamos a acompanhar o que se passa e a tentar assegurar-nos de que quando a carga estiver já na região nada nos impedirá de a distribuir”, acrescentou.

Esperam não demorar mais do que quatro dias a chegar até aos refugiados, não antevendo bloqueios à sua passagem, até porque viajam com um salvo-conduto do Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas (ACNUR) e cartas de cortesia das embaixadas da Croácia em Portugal e de Portugal na Croácia.

Centenas de voluntários tornaram possível a iniciativa, para além dos 10 organizadores e de 30 empresas que se associaram ao projeto com donativos, ao longo da última semana.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é preciso ser uns grandes hipócritas. Há cá tantos sem abrigo., tantas famílias portuguesas ter uma refeição digna desse nome.mas estes e estes hipócritas e o governo esta-se cagando para isso., Com certeza, estão a dar uma de santinho e solidários para arranjarem tacho. Primeiro pensem nos nossos que tanto necessitam.

RESPONDER

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …

No Brasil, mais de 40 pessoas foram vacinadas por engano contra a covid-19

O caso está a gerar polémica no Brasil, uma vez que, entre o grupo vacinado, está uma grávida e crianças com idades entre os seis meses e seis anos. Um total de 46 pessoas que precisavam …

O último adeus ao príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O funeral do príncipe Filipe, que faleceu há uma semana com 99 anos, esteve em preparação durante 18 anos. O próprio duque de Edimburgo esteve envolvido no seu último adeus, que se realizou este sábado …

Qual foi o dia "mais aborrecido" da História? Um cientista de computação respondeu

Qual foi o dia mais aborrecido da História? Em 2010, um cientista de computação decidiu investigar e chegou a uma resposta: 11 de abril de 1954. Em 2010, o cientista de computação William Tunstall-Pedoe decidiu usar …

Democratas norte-americanos pedem que Biden negue fundos para a Amazónia devido à atitude de Bolsonaro

A poucos dias de Joe Biden se encontrar com Jair Bolsonaro, o Presidente norte-americano foi instado pelos senadores a condicionar o apoio à redução da desflorestação na Amazónia. Democratas do Senado norte-americano enviaram esta sexta-feira uma …

Raúl Castro abandona liderança do partido comunista de Cuba

A família de Fidel Castro vai abandonar o comando do país. Raúl Castro confirmou que vai deixar o cargo de chefe do partido comunista de Cuba, num congresso do partido que decorreu na sexta-feira, em …

Governo dos Açores recorre a emigrantes nos Estados Unidos para conseguir vacinas

O Governo dos Açores vai desenvolver contactos junto de políticos e empresários de ascendência açoriana nos Estados Unidos da América para tentar que o país ceda ou venda vacinas contra a covid-19 à região. "Vamos sensibilizá-los …

Portugal regista cinco mortos e 649 novos casos de covid-19

Este sábado, Portugal regista mais cinco mortes e 649 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …