Dança das cadeiras. IL ataca “arranjinho” entre PS, PCP e BE nos lugares no hemiciclo

2

Tiago Petinga / Lusa

O líder da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, no Parlamento, durante o debate e a votação da proposta orçamental para 2022

O líder da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo

A primeira sessão plenária da nova legislatura acontece na próxima terça-feira, 29 de março. Os deputados da Iniciativa Liberal vão sentar-se à direita do PSD. A polémica em torno da distribuição dos deputados pelo hemiciclo parece não ter fim, com João Cotrim Figueiredo a criticar o “arranjinho” entre PS, PCP e BE.

Na primeira sessão plenária, os deputados vão ficar sentados conforme a atual disposição, uma vez que o “jogo das cadeiras”, envolto em polémica, vai ser adiado para o início da próxima legislatura.

Isto significa que a Iniciativa Liberal (IL) vai ficar ao lado do PSD e do Chega, apesar de querer mudar de lugar para o centro (entre PS e PSD).

Mas o problema parece não se cingir a esta questão. Na conferência de líderes desta terça-feira, João Cotrim Figueiredo insurgiu-se contra a ocupação do PCP de mais lugares na primeira fila do que a sua bancada, como resultado de um acordo com o PS e o Bloco de Esquerda (BE).

De acordo com o Público, o liberal acusou o PS, o PCP e o BE de terem um entendimento “cozinhado” para que a bancada comunista fique com três lugares na primeira fila, enquanto a IL (com mais deputados eleitos) manteria apenas dois.

Não vamos permitir que um partido com um resultado fraco tenha três lugares na primeira fila”, disse Cotrim Figueiredo, em declarações aos jornalistas.

Nesta legislatura que agora termina, o PCP tinha dez deputados (e dois lugares na primeira fila), sendo que agora elegeu apenas seis. Já o Chega, com 12 deputados, terá três lugares na primeira fila.

A nova composição não será ainda adotada na primeira sessão, uma vez que o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, “com independência assumiu a proposta dos serviços, que não são sujeitos a arranjinhos”.

Desta feita, PCP, Bloco de Esquerda e IL terão dois lugares cada na primeira fila – pelo menos nesta primeira sessão.

Já em relação à mudança de posição no hemiciclo, João Cotrim Figueiredo está pouco otimista e acusa os partidos de não terem saído do “espetro esquerda/direita” e de usarem “argumentos do último século”.

  ZAP //

2 Comments

  1. O Pcp e os Verdes manifestaram-se a favor de putin, então que vão eles ou que mandem eles os filhos deles para lutar na frente de batalha a ver se eles gostam.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.