Dalai Lama abre as portas à sucessão por uma mulher e regresso ao Tibete

IMs Bildarkiv / Flickr

Dalai Lama

O líder budista, Dalai Lama

O Dalai Lama, que se encontra de visita a uma região da Índia cuja soberania é reivindicada pela China – uma viagem muito criticada por Pequim – afirmou este sábado que o seu sucessor poderia ser uma mulher e reconheceu que voltará ao Tibete se receber um “sinal adequado” por parte do governo chinês.

“A possibilidade de uma Dalai Lama mulher é muito alta para os anos vindouros“, disse o líder budista em conferência de imprensa no estado de Arunachal Pradesh, no nordeste da Índia.

A sua sucessor terá que ser, no entanto, “muito atraente”, disse o Dalai Lama em jeito de brincadeira.

O líder religioso mostrou-se convencido de que reencarnará depois de morrer, mas “ninguém sabe” quando isso acontecerá, e insistiu que a China não pode decidir quem será seu sucessor, como pretende, pois isso seria um “completo disparate”.

Quanto ao seu possível regresso ao Tibete, o Prémio Nobel da Paz de 1989 pela sua luta pacífica a favor da libertação deste território não descarta a ideia, se houver uma mudança na atitude do governo chinês.

“Acredito que mais de 90% do Tibete quer que eu volte, muitos estão à minha espera. Há até milhões de chineses budistas que me querem de volta. Mas só voltarei quando houver um sinal positivo do governo chinês”, afirmou o Dalai Lama.

No segundo dia da sua visita à cidade de Tawang, próxima da fronteira com o Tibete e por onde entrou na Índia na sua fuga das tropas chinesas em 1959, o Dalai Lama defendeu que a oposição de Pequim à sua viagem é a uma “politização” dos factos.

Esta é a quinta vez que o líder religioso se desloca à região disputada dos Himalaias, que visitou pela última vez em 2009 – viagem cujo objectivo é ministrar doutrinas espirituais.

A soberania de Arunachal Pradesh é reivindicada por Índia e China desde, praticamente, a criação do Estado indiano, e foi o motivo de um breve confronto entre os dois países em 1962.

Nova Deli e Pequim mantêm rondas regulares de contactos para abordar os temas e reivindicações pendentes na sua agenda bilateral e aliviar a tensão diplomática, mas são frequentes as acusações mútuas de incursões militares na região fronteiriça.

Enquanto a Índia controla Arunachal Pradesh, província da qual a China reivindica 80 mil quilómetros quadrados, o regime comunista administra ‘de facto’ outra área disputada por ambos, Aksai Chin, na fronteira ocidental dos dois países e parte da histórica região da Caxemira.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Estrela hiper-fugitiva foi expulsa do disco da Via Láctea

De acordo com investigadores da Universidade de Michigan, uma estrela veloz pode ter sido ejetada do disco estelar da Via Láctea por um enxame de estrelas jovens. Os cientistas dizem que a estrela não teve …

Cientistas portugueses participam na criação do maior telescópio do mundo

O SKA, Square Kilometre Array, está já em construção e será o maior telescópio do mundo. Cientistas portugueses estão a participar no seu design e alguns dos testes serão feitos em território luso. A construção do …

Bolsonaro pondera não assinar qualquer acordo na próxima cimeira do clima

O Brasil está a considerar não assinar qualquer acordo climático na próxima COP25, anunciou este sábado em Santiago o Presidente brasileiro Jair Bolsonaro, após uma reunião que manteve no sábado no Palácio de La Moneda …

Portugal vs Sérvia | Massacre luso com pólvora seca

Segunda jornada do Grupo B da qualificação para o Euro 2020, segundo empate de Portugal, ambos em casa. Após o nulo ante a Ucrânia na primeira jornada, os campeões da Europa não foram além de …

O "homem-milagre". Carteiro português esteve morto 21 minutos e acordou a caminho da morgue

Declarado morto pelos médicos, depois de ter tido um ataque cardíaco, e "ressuscitado" 21 minutos depois, quando já ia a caminho da morgue, o português João Araújo continua a ser conhecido como o "homem milagre" …

Um dos fármacos mais promissores para tratar o Alzheimer falha nos testes em humanos

Uma onda de choque instalou-se na comunidade de pesquisa sobre o Alzheimer na sexta-feira, depois que a empresa farmacêutica Biogen anunciou a suspensão - na fase final em humanos - dos testes com o fármaco …

Gerente de agência de viagens deixou 84 clientes em terra. Em tribunal, foi absolvida

Paula chegou a tribunal acusada de burla qualificada por ter deixado 84 clientes da agência de viagens que geria no Montijo com as férias ou viagens estragadas em agosto de 2016. Chegou a ser detida …

Italiana de 91 anos distinguida pelos seus feitos na II Guerra Mundial. Aos 17 anos, salvou 38 pessoas

Gabriella Ezra, de 91 anos, vai receber a Estrela de Itália. O Estado decidiu homenageá-la depois de a embaixada italiana em Inglaterra, onde Gabriella vive, ter recebido uma carta do filho, Mark, de 65 anos, …

Moscovo enviou dois aviões com soldados e armamento para a Venezuela

Duas aeronaves russas aterraram no aeroporto de Caracas, este sábado, trazendo 100 soldados e 35 toneladas de armamento. As tropas chegaram sob supervisão do chefe do comando principal das forças terrestres russas, Vasilly Tonkoshkurov. A chegada …

Escolas retiram relógios analógicos das salas porque os alunos "não sabem dizer as horas"

As escolas estão a retirar os relógios analógicos das salas de aula porque os adolescentes não sabem ler a hora, disse um sindicato de professores do Reino Unido. Para remediar o problema e substituir os relógios …