Afinal, a crise no transporte marítimo mundial não vai estragar o Natal – pelo menos em Portugal

O transporte de mercadorias está a desacelerar na Ásia e o aumento dos custos está a causar uma onda preocupação na distribuição. Porém, o problema não se deverá fazer sentir na época de Natal.

A falta de contentores que está a afetar o transporte marítimo mundial tem exercido uma grande pressão na indústria retalho que está a ter grandes dificuldades com custos crescentes de distribuição e de produção.

Este problema está a afetar vários países do mundo, mas acredita-se que não chegue a Portugal. Além disso, a época natalícia – altura de grande consumismo para grande parte dos portugueses – também não deverá ser afetada por esta situação.

Ao Jornal de Negócios, Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), refere que “os custos de transporte e dos contentores têm crescido. Ainda não se traduzem num aumento dos produtos finais, mas há uma enorme pressão sobre a cadeia de valor e sobre a cadeia de abastecimento”.

Ainda assim, o responsável garante que para já não há razões para alarme. “Neste momento, o aumento dos custos das matérias-primas e, evidentemente, a dificuldade em ter o produto e em transportá-lo a preços equilibrados é uma preocupação e a APED sabe que está a levar a que os seus associados busquem novas soluções para evitar ruturas e crescimentos inusitados dos preços”, explica.

O diretor-geral da APED afirma que, embora o problema seja a uma escala global, a atual crise “tem um impacto muito maior nos produtos vindos da China”. Na sua origem estão uma série de “choques”, como a pandemia ou o fecho, durante seis dias, do Canal do Suez.

“Há dois anos havia um valor para despachar um contentor da China que era relativamente equilibrado, mas hoje corresponde a quatro, e às vezes cinco, vezes mais”, aponta. Mas “esta não é só uma questão de transporte, é também de produção”, destaca Lobo Xavier.

O diretor-geral da APED destaca o “grande impacto” da crise dos semicondutores, designadamente na indústria automóvel e dos computadores. “Na área do retalho especializado há muita pressão tanto nos produtos como nos componentes made in China”, frisa.

Segundo o The Conversation, a China tem oito dos dez portos mais movimentados do mundo, que estão a funcionar com capacidade reduzida devido às restrições sanitárias. A costa oeste dos Estados Unidos também está a passar por um grande congestionamento.

No entanto, Lobo Xavier defende que a atual crise pode ser “uma oportunidade para a Europa” apostar mais em si própria. “A indústria europeia poderá ter aqui um incentivo ao aumento da capacidade de produção e de apresentar produtos e isto é, naturalmente, aplicável a muitas outras áreas importantes para a distribuição e para o retalho especializado”.

Estas são boas notícias, depois de ter sido colocado em questão se este problema no transporte marítimo poderia afetar o consumo na altura do Natal.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogoretz 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogoretz, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …

Os trabalhadores que acumulam empregos em teletrabalho — e em segredo

Com a normalização do teletrabalho nos últimos anos, há cada vez mais pessoas que acumulam dois empregos a tempo inteiro — e em segredo. Têm dois endereços de e-mail profissionais, dois computadores, dois patrões e... dois …

Tiago Pinto: "No Benfica acredita-se muito nos jovens, aqui ainda não"

Director da Roma recusa desentendimentos com José Mourinho e foge a pergunta sobre arbitragem. A Roma perdeu pela terceira vez nesta edição da Serie A, no domingo passado, ao ser derrotada no jogo mais aguardado da …

O pior jogador desta Liga dos Campeões está no grupo do Benfica

Eric García está em destaque onde não queria estar. Sporting e Bruno Fernandes merecem elogios nesta jornada. O Sporting merece destaque nesta semana, depois de ter vencido pela primeira vez na presente edição da Liga dos …

Pichardo pode ser eleito o melhor atleta mundial em 2021

Lista de 10 nomeados foi divulgada pela federação internacional de atletismo. Karsten Warholm, Ryan Crouser e Armand Duplantis também são candidatos. Pedro Pablo Pichardo está mais perto de ser considerado o melhor atleta mundial do ano. …