Crise diplomática. Estados Unidos e Reino Unido cancelam reunião sobre comércio

Will Oliver / EPA

Uma reunião entre os secretários de Comércio britânico e norte-americano foi cancelada, de acordo com fontes do Governo dos Estados Unidos, citados pela estação Sky News, depois de acusações duras do Presidente Donald Trump à primeira-ministra Theresa May.

Após a revelação pelo jornal inglês Sunday Mail de telegramas diplomáticos em que o embaixador britânico em Washington, Kim Darroch, se referia ao Governo dos EUA como “incompetente” e “instável”, o Presidente norte-americano reagiu esta terça-feira, através da sua conta da rede social Twitter, acusando o diplomata de ser “muito estúpido” e acusando Theresa May de não ter sabido lidar com o ‘Brexit’.

Logo de seguida, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Jeremy Hunt, usou também a sua conta no Twitter para dizer a Donald Trump que considerava aqueles comentários do Presidente norte-americano sobre May “desrespeitosos e errados”.

Após este incidente diplomático, as autoridades norte-americanas confirmaram que um encontro entre o secretário do Comércio britânico, Liam Fox, e o secretário do Comércio norte-americano, Wilbur Ross, fora cancelado, segundo fontes citadas pela estação televisiva Sky News.

As mesmas fontes disseram, contudo, que o Departamento de Comércio dos Estados Unidos está a trabalhar para encontrar uma nova data, “conveniente para ambas as partes”, para a realização da reunião, numa altura em que os dois países procuram estreitar relações comerciais perante o cenário do ‘Brexit’.

“Os amigos falam francamente, por isso também o farei: os comentários são desrespeitosos e errados para a nossa primeira-ministra e para o meu país”, escreveu Hunt. Sobre os telegramas diplomáticos em que Darroch se referia ao Governo norte-americano, Jeremy Hunt já os tinha lamentado e pedido desculpa por eles.

Mas após a reação de Donald Trump, Hunt disse que “os aliados se devem tratar com respeito”. “Os vossos diplomatas dão as suas opiniões privadas ao secretário de Estado Mike Pompeo e também os nossos mas dão!”, explicou Jeremy Hunt, dirigindo-se diretamente a Donald Trump, na sua conta do Twitter.

Hunt repetiu o apoio que May já tinha dado ao embaixador britânico em Washington, neste incidente diplomático. Sendo Hunt um candidato à sucessão de May no cargo de primeiro-ministro (após o anúncio de renúncia por parte desta), o ministro já anunciou o que fará a Darroch, se for escolhido dentro do Partido Conservador para ocupar o lugar.

“Os embaixadores são escolhidos pelo Governo do Reino Unido e se eu for primeiro-ministro o nosso embaixador (em Washington) fica”, disse Jeremy Hunt.

Este incidente diplomático cria agora um dilema para o futuro primeiro-ministro (que todas as sondagens dizem que deverá ser Boris Johnson, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros de Theresa May, que tem sido elogiado por Trump), que terá de escolher entre manter Darroch, arriscando problemas diplomáticos, ou substituí-lo, dando a ideia de que cedeu à pressão de Donald Trump.

Nos telegramas, Darroch, que está no posto de embaixador em Washington desde 2016, sugeriu que para se comunicar com Donald Trump é preciso “apresentar os argumentos de forma simples”, dizendo que não acreditava em mudanças com o evoluir do tempo.

“Não acreditamos que esta administração se torne substancialmente mais normal; menos disfuncional; menos imprevisível; menos dividida; menos diplomaticamente desajeitada e incompetente”, escreveu o embaixador num dos telegramas.

Jeremy Hunt já disse que haverá uma investigação à fuga de informação que permitiu a divulgação dos telegramas diplomáticos, dizendo que “se e quando houver responsáveis, eles serão fortemente condenados”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …