Trump corta relações com embaixador (e critica May pela “confusão” do Brexit)

Facundo Arrizabalaga / EPA

O Presidente norte-americano anunciou que a Casa Branca não voltará a lidar com o embaixador britânico nos EUA, depois da divulgação de várias mensagens em que o diplomata descreve Trump como “inapto e inseguro”.

Na sua conta do Twitter, Donald Trump anunciou o corte de relações com o embaixador britânico nos Estados Unidos, Kim Darroch, e criticou novamente a ainda primeira-ministra britânica pela forma como conduziu o processo de saída da União Europeia.

“Tenho sido muito crítico relativamente à forma como o Reino Unido e Theresa May conduziram o Brexit. Que confusão ela e os seus representantes criaram. Eu disse-lhe como devia ser feito mas decidiu seguir outra direção. Não conheço o embaixador mas não é apreciado ou tido em boa conta nos EUA”, escreveu Trump.

Não voltaremos a lidar com ele. A boa notícia para o maravilhoso Reino Unido é que em breve terá um novo primeiro-ministro. Embora eu tenha gostado da magnífica visita de Estado no mês passado, foi com a Rainha que fiquei mais impressionado!”, acrescentou.

Horas depois destes tweets, um alto funcionário da Administração norte-americana e uma outra fonte disseram à CNN que o embaixador foi desconvidado de um jantar com o Presidente e o emir do Qatar que se realizou esta segunda-feira.

Esta terça-feira, o Presidente voltou a atacar na mesma rede social. “O louco embaixador que o Reino Unido impingiu aos EUA não é alguém com quem estejamos muito entusiasmados, um homem muito estúpido. Ele deveria falar com o seu país, e com a primeira-ministra May, sobre as negociações falhadas do Brexit, e não ficar incomodado com as minhas críticas sobre quão mal foram feitas”.

“Eu disse a Theresa May como lidar com a questão, mas ela preferiu ir pelo seu tolo caminho e não o conseguiu fazer. Um desastre! Eu não conheço o embaixador, mas disseram-me que é um tonto pomposo. Digam-lhe que os EUA têm agora a melhor economia e forças militares do mundo”, escreveu Trump no Twitter.

Segundo o Expresso, o porta-voz de May sublinhou que a chefe do Governo tem “plena confiança” em Darroch, acrescentando que fazer uma “avaliação não envernizada” é o trabalho de um embaixador. No entanto, o porta-voz fez ainda questão de sublinhar que May não concorda com Darroch e que a divulgação não autorizada das mensagens é “inaceitável e lamentável”.

Jeremy Hunt, atualmente na corrida à liderança do Partido Conservador, disse também que, apesar de não partilhar das opiniões de Darroch, é “muito importante” que os diplomatas britânicos em todo o mundo possam “continuar a fazer as suas avaliações honestas”.

O ainda ministro sublinhou que haverá uma investigação à divulgação das mensagens para se “chegar ao fundo” do incidente e que haverá “consequências muito sérias” para a pessoa responsável.

As mensagens publicadas sem autorização pelo jornal Mail on Sunday mostram a opinião do embaixador britânico nos EUA sobre Trump, que o considerou “inapto e inseguro” para desempenhar o cargo de Presidente.

Em reação às mensagens de Darroch, entre o período de 2017 até agora, Trump comentou que “o embaixador não serve bem o Reino Unido” e que a Administração não é “grande fã desse homem”.

Estas mensagens são conhecidas numa altura em que Hunt disputa o lugar de May à frente do Partido Conservador e da chefia do Governo britânico com Boris Johnson, sendo que o ex-mayor de Londres é visto como alguém que conseguirá um relacionamento muito mais próximo com Trump. Se Johnson ganhar a corrida, é esperado que possa apressar a substituição de Darroch.

A CNN considera que a divulgação das mensagens poderá levar a especulações de que terá sido um ato politicamente motivado por alguém em Londres com intenção de libertar espaço em Washington para um embaixador abertamente pró-Brexit.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Salvadores brancos". Organização vai acabar com as viagens de celebridades a África

A organização Comic Relief vai deixar de enviar celebridades como Ed Sheeran ou Stacey Dooley para fazerem filmes promocionais em países africanos após decidir que a abordagem reforça estereótipos ultrapassados sobre “salvadores brancos”. Além de acabar …

Tragédia no Canal da Mancha. Quatro migrantes morreram em alto mar após Governo rejeitar rota segura

De acordo com as autoridades francesas, quatro migrantes - incluindo duas crianças de cinco e oito anos - morreram ao tentar chegar ao Reino Unido de barco através do Canal da Mancha. O pequeno barco …

Detidos 21 suspeitos de desviarem fundos para financiar Puigdemont na Bélgica

A operação da polícia espanhola contra o alegado desvio de fundos públicos para financiar as despesas do ex-presidente regional catalão Carles Puigdemont fugido na Bélgica resultou hoje em 21 detidos ligados ao movimento independentista na …

Ativista detido depois de tentar retirar uma escultura indonésia do Museu do Louvre

Mwazulu Diyabanza foi detido na semana passada em Paris, depois de tentar retirar uma escultura indonésia do Louvre. O ativista congolês disse que a ação foi parte de um protesto para que os museus europeus …

Proteção Civil do Porto já pediu recolher obrigatório e recomenda novo estado de emergência

A Proteção Civil do distrito do Porto já avançou com o pedido ao Governo de recolher obrigatório para a região. Marco Martins sugere ainda o regresso ao estado de emergência. Marco Martins, responsável pela proteção Civil …

Exames nacionais de 2021 mantêm normas excecionais criadas no anterior ano letivo

Os professores vão voltar a contabilizar, na classificação dos próximos exames nacionais, apenas as respostas às perguntas obrigatórias e àquelas em que o aluno tenha melhor pontuação, à semelhança das normas excecionais aplicadas no ano …

PSD-Madeira critica preços "pornográficos" e "obscenos" nas viagens da TAP no Natal

O PSD-Madeira voltou nesta quarta-feira a criticar os preços praticados pela TAP nas viagens para a região, referindo que na época do Natal chegam a atingir 1.143 euros, e considerou os valores “pornográficos” e “obscenos”. “São …

Autarca de Roma revela que máfia italiana planeou um ataque contra si e a sua família

A presidente da Câmara de Roma, Virginia Raggi, revelou que grupos do crime organizado planearam matá-la e a sua família porque ela os estava a atacar em partes da capital italiana que dominam. Aos 37 anos, …

OE2021. "Quem vota contra quer outro modelo ou desistiu de melhorar o SNS", diz Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido, sustentou esta quarta-feira que os partidos que vão votar contra o Orçamento do Estado para 2021 querem outro modelo de sistema de saúde ou desistiram de melhorar o SNS. Numa …

Mais 3.960 casos e 24 mortes. É o pior dia desde o início da pandemia

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 3.960 casos positivos e 24 mortes por covid-19. Os dados foram divulgados no mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este foi o pior dia desde o …