Encontradas 115 crianças enterradas com moedas na boca na Polónia

(dr) Arkadia Firma Archeologiczna

Alguns esqueletos de crianças com moedas na boca

Trabalhadores que construíam uma nova estrada na Polónia encontraram os restos de 115 corpos de crianças enterras com moedas na boca.

Durante os trabalhos de construção de uma autoestrada em Jezowe, na Polónia, trabalhadores descobriram restos humanos. Perante a descoberta, decidiram chamar ao local uma equipa de arqueólogos, que desenterrou um total de 115 corpos de crianças.

A Direção Geral de Estradas e Autoestradas do país anunciou que, com base nas observações arqueológicas realizadas, “cerca de 70-80% de todos os restos mortais são de crianças”. Quando os arqueólogos analisaram atentamente os corpos, ficaram muito surpreendidos ao descobrir que algumas tinham moedas na boca.

A arqueóloga Katarzyna Oleszek, que trabalhou no local, disse ao polaco The First News que as moedas são “certamente um sinal das suas crenças”.

Na mitologia greco-romana, Charon (Caronte, em português), era o barqueiro de Hades, que transportava as almas dos recém-falecidos pelo rio que separava o mundo dos vivos do dos mortos. A moeda usada para pagar a “viagem” era colocada na boca do defunto. Quem não pagasse, vaguearia durante um século, explica o Ancient Origins.

No entanto, as moedas encontradas em Jezowe não datam da Grécia ou da Roma Antiga, mas sim dos séculos XVI e XVII. Apesar de esta ser uma tradição muito antiga, pré-cristã, tem sido cultivada ao longo dos tempos, inclusivamente durante o papado de Pio IX, no século XIX.

Além das moedas, os arqueólogos não encontraram nenhum outro artefacto nos túmulos, o que leva a arqueóloga a acreditar que a comunidade era muito pobre.

Os corpos foram encontrados num terreno arenoso e estavam dispostos num eixo leste-oeste. Segundo a equipa de arqueólogos, os túmulos pertenciam à secção infantil do cemitério.

“A disposição dos esqueletos e o estado da sua preservação mostram que se trata de um cemitério da Igreja católica, certamente bem cuidado, uma vez que nenhum túmulo foi danificado. Os habitantes sabiam exatamente onde estavam as sepulturas e tomaram conta delas”, explicou Oleszek.

Fontes escritas indicam que, durante uma visita dos bispos da Cracóvia a Jezowe, em 1604, já havia uma grande igreja paroquial, com um jardim, uma reitoria, uma escola e um cemitério. Provavelmente, já existia desde 1590 – altura em que foi cunhada a primeira moeda encontrada no local.

A área na qual as crianças foram descobertas está agora coberta por floresta e não há marcadores de sepulturas. Os arqueólogos informaram, através do Facebook, que os corpos serão exumados e, depois de serem estudados por antropólogos, serão repassados para a igreja paroquial local e enterrados no cemitério.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

PCP e Bloco defendem que há mais vida além do défice (e exigem "resposta aos problemas sociais")

A frase é de Jorge Sampaio, mas PCP e Bloco de Esquerda têm defendido a mesma ideia a cada oportunidade: há mais vida além do défice e combater as consequências económicas, sociais e financeiras da …

Roma ganhou por 5-1 mas Mourinho avisa: "Temos de falar com São Pedro"

Estreia dos italianos na fase de grupos Liga Conferência Europa da UEFA terminou com goleada sobre o CSKA Sofia mas, mesmo assim, o treinador da Roma não gostou do que viu. Nuno Espírito Santo e José …

Patrões querem testes obrigatórios nas empresas (com trabalhador a cobrir os custos)

António Saraiva, líder da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), defende a criação de legislação que obrigue os trabalhadores a serem testados à covid-19. Em declarações à Renascença, o líder do CIP conta que há empresas com …

Uma cidade romana submersa renasce na Turquia

Uma parte submersa da antiga cidade romana de Augusta ressurgiu depois de o nível da água do lago Seyhan ter descido devido à seca em Adana, no sul da Turquia. A cidade foi fundada por Tibério, …

Apoio a pais de crianças em isolamento profilático mantém-se a 100%

Os pais de crianças que têm de ficar em isolamento profilático têm direito a subsídio pago. A regra é válida para crianças menores de 12 anos. O subsídio pago aos trabalhadores que têm de ficar em …

Barbosa Ribeiro, que não quer ser o Rei Sol, distribuiu álcool gel para "desinfetar" a Câmara

Tiago Barbosa Ribeiro, candidato socialista à Câmara Municipal do Porto, rejeita a ideia de que não é muito conhecido, afasta a ambição de querer ser o "Rei Sol" e admite ficar na Invicta nos próximos …

Coronavírus: há 21 mil anos a causar pandemias

Os coronavírus só foram identificados como distintos dos vírus da gripe nos anos 60 do século passado, e neste houve apenas duas pandemias de coronavírus —  MERS e SARS — registadas antes da atual, mas …

Parlamento discute propostas para travar preços dos combustíveis e da eletricidade

Os deputados votam esta sexta-feira, no Parlamento, o diploma do Governo para limitar as margens de combustíveis, assim como uma série de outras propostas sobre energia, da responsabilidade de vários partidos. O Governo aprovou em julho, …

Marcelo admite que se "fechou uma página" - mas já deixou recados para o Natal

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quinta-feira que Portugal é visto por outros países europeus como exemplo pela taxa de vacinação e combate à covid-19, mas que este "é um processo …

UGT quer salário mínimo de 1.000 euros em 2028

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, defendeu a necessidade de acabar com a política de baixos salários e precariedade. Carlos Silva, secretário-geral da UGT, defendeu esta quinta-feira que o Governo socialista tem obrigação de aumentar os …