Portugal é um dos cinco países que vai acolher crianças migrantes de campos gregos

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou que cinco países da União Europeia (UE) responderam positivamente ao pedido de ajuda imediata feito pela Alemanha para acolher as cerca de 1500 crianças migrantes desacompanhadas que estão nos campos de refugiados das ilhas gregas.

Portugal é um dos países que deu resposta positiva, ao lado da França, do Luxemburgo, da Finlândia e da Alemanha, disse Von der Leyen esta segunda-feira em Bruxelas, durante a conferência de imprensa sobre o balanço dos primeiros cem dias da sua Comissão, segundo noticiou o Público. Nos próximos dias, devem anunciar a sua capacidade de acolhimento.

“Uma solução humanitária está a ser negociada a nível europeu para que uma coligação de voluntários recebam essas crianças”, revelou Governo alemão em comunicado, citado pela Rádio Renascença, no mesmo dia em que o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, estará em Bruxelas para conversar sobre a situação dos migrantes na fronteira turco-grega.



Embora não tenha especificado os países envolvidos, a Alemanha está pronta para acolher. “São crianças que, devido a uma doença precisam urgentemente de cuidados, ou crianças desacompanhadas com menos de 14 anos, a maioria meninas”, lê-se no documento. Desde a crise em 2015, a Alemanha recebeu mais de um milhão de migrantes.

Stephanie Pope, responsável pela política e direito europeus na Refugee Rights Europe, indicou que “os pontos de acesso da UE nas ilhas do Mar Egeu são totalmente inadequados e, em alguns casos, locais com risco de vida para crianças desacompanhadas”.

“Cada Estado-membro só precisa de aceitar um pequeno número de crianças desacompanhadas para acabar com a situação intolerável em que estes menores se encontram. Acreditamos que a UE pode fazer melhor”, disse. Algumas organizações apontam para mais de 1.800 crianças desacompanhadas, sem quaisquer condições.

Milhares de migrantes tentam atravessar a fronteira entre a Turquia e a Grécia desde que o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou, em fevereiro, que havia deixado de respeitar um acordo de março de 2016 com a União Europeia (UE), no qual se previa a permanência de migrantes no país, em troca de apoio financeiro europeu a Ancara.

Na quinta-feira, as autoridades gregas anunciaram que mais de 1.700 de migrantes chegaram às ilhas gregas, incluindo menores, além dos 38 mil já presentes, o que superlotou os campos de refugiados, em condições cada vez mais precárias.

No domingo, Erdogan apelou à Grécia para que abrisse as fronteiras aos migrantes e os deixasse passar para a Europa.

 

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Tudo o que posso dizer, é que as crianças não tem culpa da ignorancia, fanatismo e egoísmo dos Pais que tem e que persistem em procriar, num País em guerra. Acolher e educar essas crianças, é o mínimo que se possa fazer, quanto aos Adultos que lutem e sejam tão reivindicativos com os seus proprios Governantes, como são com os Países acolhedores !

    • Nem dos bombardeamentos realizados pela França, EUA, RU, etc….
      O ditador ainda continua no poder e a população (e o país) está como se vê!…

RESPONDER

Mosteiro medieval abriga o mais completo museu do circo da Europa

Nos salões de um mosteiro medieval na pitoresca localidade de Besalú, em Girona, alojou-se o Circusland - Palácio Internacional do Circo, o primeiro museu profissional da Europa que se dedica ao circo. O espaço conta com …

Livro de estreia de José Saramago publicado em castelhano pela primeira vez

O livro “Terra do Pecado”, que marcou a estreia na ficção de José Saramago, em 1947, vai ser lançado em Espanha na quinta-feira, no que é a primeira vez que a obra está disponível em …

A Citroën concebeu um skate inspirado na mobilidade urbana

O Citroën Skate é uma plataforma de veículos elétricos, totalmente autónoma, que pode ser equipada com diferentes tipos de cápsulas. A plataforma Citroën Skate quer revolucionar o transporte em meio urbano sem que seja necessário um …

Bebeu demais na noite anterior? Não é aconselhado tomar um parecetamol

A combinação de álcool e este tipo de medicação pode sobrecarregar o fígado e provocar danos hepáticos, refere uma especialista. Muitas das vezes cometem-se excessos com o álcool e, tendencialmente, os sintomas de desconforto surgem no …

Portugal 5-0 Luxemburgo | Manita com três de Cristiano

Goleada das grandes. Portugal recebeu o Luxemburgo e não permitiu as mesmas dificuldades do jogo da primeira volta. Aos 17 minutos a formação das “quinas” já vencia por 3-0, com duas grandes penalidades a ajudar, e …

Vantablack. A tinta preta mais preta do mundo já é vendida em peças (que se unem como legos)

Desde a substituição dos ecrãs verdes à pintura dos cenários do teatro, o futuro do entretenimento tem tudo a ver com a Ventablack - a cor preta mais preta do mundo. Nenhuma cor - ou, melhor …

Itália vai exigir passaporte sanitário a todos os trabalhadores a partir de sexta-feira

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, assinou hoje um decreto com as normas sobre a obrigatoriedade de os funcionários públicos exibirem o passe sanitário a partir de 15 de outubro nos locais de trabalho, medida que …

Está criado o primeiro iPhone com entrada USB — pelas mãos de um estudante de robótica

Ken Pillonel é estudante do mestrado em robótica do Swiss Federal Institute e implementou um sistema que daqui a uns meses pode tornar-se regra nos dispositivos da marca da maçã. Numa altura em que a União …

Autópsia revela que Gabby Petito morreu por estrangulamento. Namorado continua desaparecido

A autópsia ao corpo de Gabby Petito revela que a jovem foi estrangulada. O namorado, Brian Laundrie, que a acompanhava na viagem, continua desaparecido. Além de revelarem o motivo da morte da norte-americana, as autoridades também …

F1: piloto do carro médico continua a recusar vacina (e português beneficia)

Alan van der Merwe não esteve no Grande Prémio da Turquia e, provavelmente, não vai estar em mais nenhuma corrida em 2021. Um português foi chamado para o Grande Prémio da Turquia, na Fórmula 1: Bruno …