Crash do sistema do Sporting ocorreu antes do ataque informático

Mário Cruz / EPA/Lusa

Rui Pinto no arranque do julgamento do chamado caso “Football Leaks” que envolve o Fundo de Investimentos Doyen.

A disrupção do sistema de emails do Sporting ocorreu antes dos ataques informáticos alegadamente enviados por Rui Pinto, confirmou hoje o ex-administrador de sistemas do clube de Alvalade na 11.ª sessão do julgamento do processo ‘Football Leaks’.

Segundo David Luís Tojal, “o primeiro erro detetado foi às 09:06.16” do dia 22 de setembro de 2015, tendo deixado os utilizadores do Sporting sem acesso às respetivas caixas de correio eletrónicas. Por outro lado, o antigo técnico informático ‘leonino’ indicou que “o primeiro ataque ocorre às 18:55.04” do mesmo dia, ou seja, quase 10 horas depois do ‘crash’.

O sistema tentou recomeçar de forma espontânea cerca de 10 minutos depois da disrupção, seguindo-se um longo processo encetado pela equipa informática do clube. “A partir das 09:16 foram quase 48 horas seguidas a tentar resolver o problema”, afirmou David Luís Tojal, que, questionado pela juíza Margarida Alves se o ‘crash’ esteve relacionado com os comandos alegadamente enviados pelo criador do Football Leaks, acabou por responder “não”.

O ex-técnico informático do Sporting também não conseguiu encontrar uma explicação para a origem do ‘crash’, tendo confessado que os ataques informáticos desse dia não tiveram influência na situação que o sistema de emails do clube estava a atravessar, numa declaração que pode colocar em causa o crime de sabotagem informática imputado pelo Ministério Público a Rui Pinto.

“Na altura não tivemos perceção de que estava a haver o ataque. Só voltámos aos ‘logs’ [registos de acesso] quando sai o contrato de Jorge Jesus no ‘Football Leaks’”, assumiu David Luís Tojal. O ex-administrador de sistemas frisou ainda que o clube não estava devidamente munido de especialistas e de ferramentas de segurança informática e admitiu não saber “que ferramenta foi utilizada para fazer o tal ataque”.

A audição de David Luís Tojal ficou fechada esta manhã, depois de ter também confirmado que acessos foram confirmados ou falhados por um endereço de Internet proveniente da Hungria entre 22 de julho e 29 de setembro – sem ficar claro se esses acessos estiveram relacionados com a disrupção de 22 de setembro. A sessão prossegue de tarde no Tribunal Central Criminal de Lisboa, com a audição de Bruno Cardoso, antigo funcionário do Sporting.

Rui Pinto, de 31 anos, responde por um total de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo, visando entidades como o Sporting, a Doyen, a sociedade de advogados PLMJ, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR), e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por extorsão, na forma tentada. Este último crime diz respeito à Doyen e foi o que levou também à pronúncia do advogado Aníbal Pinto.

O criador do Football Leaks encontra-se em liberdade desde 07 de agosto, “devido à sua colaboração” com a Polícia Judiciária (PJ) e ao seu “sentido crítico”, mas está, por questões de segurança, inserido no programa de proteção de testemunhas em local não revelado e sob proteção policial.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que eu saiba e até prova em contrario, o crash pode e é se calhar acontece aquando de um ataque
    informatico ou nao. Nao percebo este tecnico.

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …