“Covid persistente” atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Mohamed Hossam / EPA

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos.

Há ainda muito por descobrir sobre o novo coronavírus. São muitas as questões para as quais a comunidade científica ainda não tem resposta. Contudo, as conclusões de um estudo recente demonstram uma novidade em relação à doença: nem todos os pacientes infetados que se curam ficam recuperados.

Isto significa que mesmo após os doentes testarem negativo, entre 10% a 20%  desenvolvem uma forma de “covid persistente”, situação em que os sintomas e as sequelas podem permanecer durante vários meses.

Segundo o El País, as situações mais extremas da “covid persistente” podem fazer com que a fadiga e os problemas respiratórios se mantenham até sete meses em pessoas que já tinham sido consideradas curadas.

As mulheres constituem a maioria destes casos e têm uma probabilidade 50% superior de contrair “covid persistente”. Por sua vez, os idosos com mais de 70 anos têm um risco duplicado de cura desprovida de recuperação total. Também os assintomáticos são mais suscetíveis a estas sequelas.

Uma outra conclusão do estudo é que muitos dos pacientes que sofrem de “covid persistente” nem sequer foram internados em unidades hospitalares após terem sido infetados, ou seja, provavelmente trata-se de doentes que não tiveram numa situação muito frágil, e onde o vírus se manifestou com sintomas mais leves.

A análise de mais de 4.000 doentes do Reino Unido, Suécia e Estados Unidos confirma que 38% deles conseguiram recuperar-se em seis dias. No entanto, 558 pacientes (13,3%) ainda apresentavam problemas após quatro semanas da suposta cura.

Destes, mais de um terço ainda referiu sentir sintomas aos 56 dias seguintes. Uma pequena parte das pessoas que colaboraram no estudo (2,5%) teve ainda sintomas por mais de três meses.

Os sintomas mais proeminentes são problemas respiratórios, fadiga, ou dor de cabeça. Outras manifestações que prevalecem passam pelo zumbido e dor de ouvidos, perda de memória ou sensações corporais incomuns, como alfinetes a espetar ou dormência.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova tecnologia microondas permite "ver" através das paredes

Investigadores do US National Institute of Standards and Technology (NIST), nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema de radar que pode produzir imagens em tempo real de objetos que se encontram atrás de paredes ou …

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …