Costa ressuscita “peste grisalha” no Parlamento. Deputado acusa-o de mentir

João Relvas / Lusa

O deputado social-democrata Carlos Peixoto recusou esta quarta-feira ter apelidado os idosos de “peste grisalha”, num artigo publicado em 2013, depois de o primeiro-ministro ter referido isso durante o debate quinzenal que decorreu esta manhã na Assembleia da República.

Durante o debate, e em resposta ao líder parlamentar do PSD, António Costa afirmou que Fernando Negrão “se senta ao lado de quem disse que os nossos idosos, que os nossos pensionistas eram a peste grisalha do nosso país”.

Esta afirmação levou Carlos Peixoto a interpelar a mesa, pedindo para fazer a defesa da honra, o que o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, remeteu para o final do debate. Quando tomou a palavra, o social-democrata acusou o primeiro-ministro de “falar do que não sabe”.

“O senhor comentou o que não lê, o senhor falseou, perverteu completamente a verdade”, afirmou o deputado, advogando que o “primeiro-ministro não tem noção daquilo que disse, e o senhor primeiro-ministro tem uma responsabilidade acrescida, porque está sentado num lugar que exige nível e exige elevação, [e] foi aquilo que o senhor primeiro-ministro aqui não demonstrou”.

De seguida, Carlos Peixoto apontou que o líder do executivo socialista “não tem nada de edificante para dizer ao país”, acusando-o de liderar “um Governo das famílias, onde impera a promiscuidade e a podridão“, e de estar à frente de “um partido que levou Portugal à bancarrota”. “Um primeiro-ministro que foi ministro duas vezes do primeiro-ministro José Sócrates, não tem autoridade moral para chegar aqui e apoucar quem quer que seja”, notou o social democrata.

“Aquilo que o senhor primeiro-ministro disse é mentira, mas quero dizer-lhe mais, eu tenho a certeza que o senhor deputado Fernando Negrão não tem vergonha de se sentar ao meu lado, mas já não tenho a certeza de que o seu antecessor, António José Seguro, e muitas das pessoas que tem no Governo, tenham vergonha de se sentar ao seu lado”.

O vice-presidente da bancada parlamentar social-democrata advogou também que o primeiro-ministro, “para defender e proteger os idosos, não precisa de apoucar ninguém, precisa apenas de fazer outra coisa”.

“Precisa, sabe de quê? De fazer um ato de contrição, por a mão na consciência e reconhecer aqui que foi o Governo do Partido Socialista de 2010 que congelou as suas pensões”, apontou, defendendo que António Costa tem de “demonstrar aqui a sua incapacidade pelo facto de não ter revelado ainda o estatuto do cuidador informal”.

“É reconhecer aqui que deixou o Serviço Nacional de Saúde no maior degredo de que há memória, prejudicando os idosos”, acrescentou.

Em resposta, Costa assinalou que Carlos Peixoto “não pediu a palavra para defender a sua honra”, mas para insultar o primeiro-ministro diretamente. “Posso deixá-lo tranquilo porque não insulta quem quer, e o senhor não me insulta diga o que disser”, referiu.

Passando “aos factos”, o primeiro-ministro declarou que o vice-presidente da bancada do PSD, “no dia 10 de janeiro de 2013, publicou um artigo no Jornal I, com o título ‘Um Portugal de cabelos brancos'”. António Costa, que lia o artigo no telemóvel, indicou que o texto “remata da seguinte forma: ‘a nossa pátria foi contaminada com a já conhecida peste grisalha'”. “Foi isto que o senhor escreveu em janeiro de 2013”, reforçou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Podridão da mesma nitreira! Enquanto não livrarmos o país do enxovalho de desgoverno por esta “corja” de tão baixo carácter, não somos dignos da história do nosso país.

RESPONDER

"Em defesa do Alto Minho". Empresário de Viana do Castelo candidata-se à liderança do CDS

O empresário Carlos Meira, militante de Viana do Castelo do CDS-PP, vai ser candidato à liderança do partido no congresso da sucessão da ainda líder, Assunção Cristas, que está marcado para 25 e 26 de …

Benfica renova com Ferro até 2024

O Benfica renovou o contrato com o jovem defesa-central até 2024, revelou, esta quinta-feira, o clube encarnado no seu site oficial. A renovação do contrato com Ferro já tinha sido tema na conferência de imprensa de …

Acordo para o Brexit garante milhões aos homens mais ricos do Reino Unido

Os três homens mais ricos do Reino Unido acabaram de ficar mais ricos apenas com o acordo entre o Governo de Boris Johnson e a União Europeia para o Brexit. O anúncio de acordo fez …

Funcionários da Groundforce julgados por furto de malas no Aeroporto de Lisboa

23 funcionários da Groundforce vão ser julgados por furto de centenas de objetos tirados de dentro de bagagens no Aeroporto de Lisboa. 23 funcionários da Groundforce, que trabalhavam no Aeroporto de Lisboa até 2016, vão ser …

Clássico entre Barcelona e Real Madrid adiado

As duas equipas espanholas têm de chegar a um acordo para uma nova data, até à próxima segunda-feira, para a realização do clássico da 10.ª jornada. O jogo FC Barcelona-Real Madrid, agendado para 26 de outubro, …

Dez escolas fechadas em Lisboa por protestos contra falta de funcionários

As 10 escolas do Agrupamento Vergílio Ferreira, em Lisboa, não abriram as portas, esta sexta-feira, devido a um protesto de trabalhadores não docentes, revoltados com a falta de pessoal. A paralisação irá prolongar-se durante toda …

"Casillas apoiou-me desde o momento em que cheguei", diz Marchesín

O guarda-redes argentino falou da sua adaptação ao novo clube, destacando que o seu antecessor, do qual não esconde a sua grande admiração, o apoiou desde que chegou ao FC Porto. Na semana passada, Agustín Marchesín …

Zoo de Paris apresenta Blob, uma estranha criatura amarela sem cérebro e com quase 720 sexos

O zoológico de Paris exibe desde esta quarta-feira um estranho organismo unicelular criado em laboratório: parece um fungo, mas interage como um animal. De acordo com a agência AFP, a estranha criatura, batizada de bolb (bolha), …

Apesar das críticas, Venezuela conquista um lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Venezuela conquistou um assento no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, depois de uma votação, esta quinta-feira, na Assembleia Geral da ONU. O Brasil ficou com a outra vaga destinada aos países da …

Amália Rodrigues apoiou secretamente a causa antifascista

A fadista Amália Rodrigues, que chegou a ser acusada de estar ao serviço do Estado Novo, financiou presos políticos e apoiou a causa antifascista durante a ditadura, revela uma investigação publicada pela revista Visão Biografia. Numa …