Costa promete formar mais médicos e critica “bloqueios corporativos” ao curso de Medicina na Católica

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

Na inauguração do novo curso de Medicina da Universidade Católica, o primeiro no ensino privado em Portugal, António Costa disse que há falta de médicos e que vai continuar a promover a formação de mais profissionais.

Depois do Ministro do Ensino Superior ter anunciado a criação de mais três escolas de Medicina, foi a vez de António Costa criticar os “bloqueios corporativos” que adiaram a criação de uma Faculdade de Medicina na Universidade Católica na cerimónia de inauguração que decorreu hoje no Campus de Sintra.

“Este momento, em que se chegou ao fim, não é de guerra, mas de paz. Contudo, deve ser um momento de não se esquecer as lições aprendidas, porque numa universidade não se aprendem só as lições quando se inicia o seu funcionamento. Aprendem-se também as lições do que se consumiu até termos chegado a este dia”, começou o Primeiro-Ministro.



O longo processo de autorização da criação de um curso na Católica, o único curso de Medicina no ensino privado em Portugal, ensinou lições sobre “a máxima exigência científica” e também sobre “a nula capacidade de bloqueio corporativo“. Costa realça que a formação de mais médicos “vai prosseguir”.

“É com muita satisfação que vejo esta capacidade que teve a Universidade Católica de vencer a burocracia do Estado, ainda associando a si outras instituições nos domínios da ciência [Gulbenkian] e clínico [Grupo Luz Saúde]. Certamente, esta é uma grande lição que todos devemos levar”, rematou o líder do executivo.

Apesar do aumento do número de médicos formados desde 1995 até agora, continua a haver uma elevada procura nos cursos de Medicina. Costa acredita que “não vale a pena discutir se temos médicos a mais, ou se temos a menos, porque há uma coisa que é certa: Há uma maior procura da formação de medicina do que aquela que é oferecida”.

Ainda para o Primeiro-Ministro, além haver uma proporção de 600 candidatos para cada 50 vagas, “todos os dias se sente, ou no sector público, ou no privado, a carência de recursos humanos em Medicina”. “Significa isto que precisamos de mais médicos e que há jovens que desejam formar-se em Medicina”, reforçou.

O cardeal patriarca, Manuel Clemente, estava presente na inauguração. António Costa brincou no seu discurso: “Para aqueles que têm o privilégio da fé, mais fácil será ainda superar as dificuldades do que aqueles que não têm esse privilégio e têm de ficar contidos naquilo que é a capacidade limitada do seu humano”, afirmou.

Recorde-se que o Conselho de Escolas Médicas Portuguesas (CEMP) manifestou-se contra a criação do curso de Medicina na Católica, falando numa cedência à pressão política e afirmando que a decisão não contribui para “o reforço do ensino médico e da prática médica em Portugal, antes pelo contrário”.

“Não queremos a vulgarização e banalização do ensino médico e, sobretudo, a desadequação àquilo que são as reais necessidades do país”, defendeu o CEMP, reforçando que o aumento da oferta formativa iria apenas aumentar o número de médicos indiferenciados e sem saída profissional.

A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina e a Ordem dos Médicos também criticaram a medida, tendo a Ordem dito que estava em causa a qualidade do curso e que a “esfera política prevaleceu sobre a esfera técnica”.

Numa entrevista recente ao Diário de Notícias, Manuel Heitor também anunciou a criação de mais três escolas de Medicina em Évora, Aveiro e Vila Real. Esta decisão foi também criticada pelo Conselho de Escolas Médicas Portuguesas e pela Ordem, que consideram que o país não precisa de formar mais médicos.

Adriana Peixoto, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Costa promete formar mais médicos e critica "bloqueios corporativos" ao curso de Medicina na Católica

Na inauguração do novo curso de Medicina da Universidade Católica, o primeiro no ensino privado em Portugal, António Costa disse que há falta de médicos e que vai continuar a promover a formação de mais …

Portugal já devia ter começado "a retirar pessoas" de zonas costeiras (e as Torres de Ofir deviam ser "demolidas")

O avanço da água do mar e o défice sedimentar tornam difícil a vida na linha costeira e no Norte de Portugal, há zonas onde já se devia ter começado a realojar pessoas, defendem alguns …

Mulher diz ter sido violada por funcionário da ONU. Investigadores questionam a quantidade de álcool que ingeriu

Uma funcionária de uma Organização Não-Governamental (ONG) disse ter sido violada por um especialista em comunicações do Programa de Desenvolvimento da ONU (PNUD), após uma festa num hotel em Bagdade, no Iraque, em 2016. Segundo um …

Turismo recupera no verão à boleia dos residentes

Apesar das tendências de retoma, os números de 2021 ficam aquém dos de 2019. O setor do alojamento turístico registou 1,6 milhões de hóspedes e 4,5 milhões de dormidas em julho, aumentos de 59,6% e 71,9%, …

Escola japonesa verifica a roupa interior dos alunos - e quem não cumprir as regras é punido

Uma escola japonesa ficou no centro de uma polémica depois de ter vindo a público que obrigava os seus alunos a mostrar a roupa íntima. O diretor já fez um pedido de desculpas. Os alunos do …

José Eduardo dos Santos regressa a Luanda após dois anos em Barcelona

O ex-Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, regressa esta terça-feira à tarde a Luanda, depois de estar desde 2019 a viver em Barcelona, Espanha, confirmou à agência Lusa fonte do Executivo. Segundo a mesma fonte, …

Recusou lutar contra israelita nos Jogos Olímpicos: judoca suspenso até 2031

Fethi Nourine rejeitou defrontar um judoca israelita em Tóquio. Está proibido de voltar aos combates durante os próximos 10 anos. 26 de Julho de 2021. O foco dos portugueses nos Jogos Olímpicos, no judo, estava em …

"Não é altura para conjeturas nem debates internos", avisa direção de Rio

"Não é a altura para conjeturas, nem para debates internos sobre o futuro do PSD", afirmou a comissão permanente do PSD esta segunda-feira, num comunicado aos militantes sobre as eleições autárquicas. De acordo com o Público, …

Khalid, a "amostra de Cantona", expulso depois de ser substituído

Avançado do Le Havre protagonizou um momento pouco visto no futebol atual. Foi encontrar-se com um adepto, ao sair do relvado. O momento invulgar foi este: L’embrouille de Boutaïb avec un supporter du HAC 🙃 pic.twitter.com/WOEKLGA5Ew — Petit …

A fazer contas com o regresso às aulas? Saiba como conseguir poupar algum dinheiro

A pandemia trouxe uma crise económica que deixou as famílias em situações financeiras ainda mais difíceis. O ZAP deixa algumas dicas sobre como poupar algum dinheiro com o regresso às aulas Todos sabemos que o regresso …