Costa tem de agradar a gregos e troianos para aprovar orçamento suplementar

Mário Cruz / Lusa

As prioridades da direita e da esquerda para o orçamento suplementar diferem. António Costa tentará agradar a gregos e troianos naquilo que deverá ser o foco do orçamento.

Até julho, o Governo deverá apresentar o orçamento suplementar para enfrentar a pandemia de covid-19. No entanto, começam-se a jogar as primeiras cartas no delineamento do orçamento, com a direita e a esquerda a fazerem saber as suas reivindicações.

O presidente do PSD, Rui Rio, já lançou o mote, sugerindo que as empresas devem ser o motor da recuperação económica e que, para tal, o Governo deve criar todas as condições necessárias em sede fiscal para que isto possa acontecer. A solução pode passar por aumentar a “receita de determinados impostos para poder reduzir outros”.

A ideologia é partilhada por Francisco Rodrigues dos Santos. De acordo com o Expresso, o líder do CDS defende que é urgente injetar liquidez nas empresas, pagar as dívidas do Estado aos fornecedores, eliminar Pagamento por Conta, o Pagamento Especial por Conta e o Pagamento Adicional por Conta de IRC e IRS, bem como as contribuições das PME para a Segurança Social, ajustar as tabelas de retenção do IRS e passar um cheque de emergência até 15 mil euros para as PME.

À esquerda, as preocupações para o orçamento suplementar são outras. O Bloco de Esquerda argumenta que “o emprego é a primeira condição para a recuperação da economia”. Nesse mesmo sentido, o PCP rejeita o congelamento dos aumentos previstos para a Função Pública.

“O reforço de verbas tendo em conta esta realidade tem de ser feito em áreas cruciais, […] a primeira das quais o SNS“, reiterou Jerónimo de Sousa em entrevista ao Expresso. Os partidos de esquerda exigem também um maior investimento público.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Trump critica muro construído pelos seus apoiantes na fronteira com México

O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA) criticou hoje um muro construído por apoiantes na fronteira americana com o México e que está em risco de ruir, defendendo que o objetivo do grupo era …

Estado de emergência devido a novo derrame de combustível no Círculo Polar Ártico

As autoridades russas declararam o estado de emergência na localidade de Tukhard, na Sibéria, devido ao derramamento de 44,5 toneladas de combustível num lago, naquele que é o segundo desastre ecológico no Círculo Polar Ártico …

Bélgica inclui Alentejo e Algarve na zona laranja com "maior vigilância"

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo e do Algarve serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica …

Infetado detido em Miranda do Douro por desrespeitar confinamento obrigatório

A GNR deteve em Miranda do Douro um homem, de 26 anos, por não respeitar o confinamento obrigatório que lhe foi decretado pela autoridade de saúde pública naquele concelho do distrito de Bragança. "O homem encontrava-se …

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …