Costa quer “acelerar” programa do Governo com ajuda das verbas europeias

Mário Cruz / Lusa

António Cost, admitiu, este domingo, “acelerar” o programa do Governo com a ajuda dos fundos do plano de resiliência da União Europeia, aprovado na semana passada em Bruxelas.

Ao discursar no encerramento do XXII congresso da Juventude Socialista (JS), em Lisboa, António Costa elogiou a resposta rápida da União Europeia (UE) à crise pandémica da covid-19 que se traduz num pacote de meios de “grande calibre”.

É um programa europeu “focado e ancorado” em dois objetivos – a transição digital e transição climática – que “está totalmente alinhado com as prioridades estratégicas” para os próximos quatros anos, definidas pelo executivo socialista ainda antes do princípio da crise.

“A única coisa que vamos fazer é acelerar a execução do nosso programa de governo e agora com mais meios para o executar, graças à solidariedade da União Europeia e à forma como tem estado a responder a esta crise”, disse.

O XXII congresso nacional da JS, totalmente digital devido às restrições causadas pela epidemia, elegeu Miguel Costa Matos como secretário-geral, sucedendo a Maria Begonha.

No encerramento de um encontro totalmente digital – “o congresso mais diferente” a que assistiu e que prova que “a democracia não está suspensa” – Costa admitiu que os últimos meses com a crise pandémica foram difíceis, incluindo os jovens, e defendeu como prioridades do Governo e do PS o direito à habitação e “um trabalho digno, justamente remunerado e não a prazo”.

Recordou, por outro lado, medidas adotadas pelo executivo para o próximo ano, nesta fase de crise, e que passam pela redução do período de garantia para o subsídio de desemprego ou a sua prorrogação por mais seis meses também em 2021.

A crise e a pandemia puseram o país e os portugueses a “atravessar um túnel tenebroso”, mas, “graças à ciência” e às vacinas, é possível já “ver uma luz ao fundo do túnel”, declarou, depois de lembrar, uma a uma, as prioridades definidas pelo executivo para quatro anos de governação e as medidas adotadas para minorar os efeitos da crise.

Porque antes da pandemia, argumentou, o país estava “no caminho certo” e é esse “caminho” que é preciso retomar quando se ultrapassar a crise, com os objetivos de combate às alterações climáticas, a defesa do equilíbrio demográfico, na transição digital e na luta contra as desigualdades, “verdadeira razão de ser do socialismo democrático”.

A Miguel Costa Matos, novo secretário-geral da JS, António Costa pediu que faça o que tem sido o “contributo” dos jovens socialistas ao longo de mais de 45 anos, após o 25 de Abril de 1974: “espicaçar o PS a ir mais além” porque o “partido precisa desse sangue novo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os planetas formam-se em sopas orgânicas — e não há duas iguais

Uma série de novas imagens revela que os planetas formam-se em sopas orgânicas — e não há duas sopas iguais. Astrónomos mapearam os produtos químicos dentro dos berços planetários com detalhe extraordinário. Os mapas revelam a …

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …