Coroa de D. Maria II arrematada por 1,3 milhões. Não vem para Portugal por falta de dinheiro

Christie’s

Coroa de D. Maria II

A tiara de diamantes e safiras da década de 1840, que pertenceu à rainha D. Maria II e suscitou interesse da direção do Palácio Nacional da Ajuda, foi arrematada em leilão da Christie’s por 1 milhão e 322 mil euros.

A leiloeira não divulgou a identidade do comprador, mas fonte oficial da Direção-Geral do Património Cultural (DGCP) confirmou ao Observador que não foi o Estado Português quem ficou com a peça.

O diretor do Palácio Nacional da Ajuda lamentou que a coroa que pertenceu à rainha Maria II não tenha sido adquirida para o Museu do Tesouro Real por falta de capacidade para fazer maiores licitações.

Contactado pela agência Lusa e questionado sobre a razão pela qual não foi possível adquirir a coroa de diamantes e safiras que foi leiloada pelas Christie’s, José Alberto Ribeiro justificou com a incapacidade de acompanhar o leilão que acabou em 1,3 milhões de euros.

Essa pergunta vai ter de fazer à ministra [da Cultura, Graça Fonseca], porque a Direção-Geral do Património Cultural e o Palácio Nacional da Ajuda, dentro daquilo que nos era possível… Estive a licitar até ao montante que tinha”, explicou.

O responsável esclareceu que assim que se soube que a coroa iria ser leiloada pela Christie’s foram encetados diálogos “com a família que era proprietária da peça”, no sentido de “chegar a um entendimento” e comprá-la.

Contudo, a família que detinha a peça que pertenceu à monarquia portuguesa queria “mesmo levar a peça a leilão”, já que deste modo os valores poderiam ser bastante superiores.

Os “quase 400.000 euros” angariados e “outros quase tanto” disponibilizados pela Direção-Geral do Património Cultural não foram suficientes.

Contudo, a peça ainda poderá vir a ser exibida no Museu do Tesouro Real, cuja inauguração está agendada para junho, uma vez que o diretor do Palácio Nacional da Ajuda vai contactar o novo proprietário da coroa sobre a possibilidade de a peça fazer parte do espólio.

A peça partia com uma base de licitação de cerca de 155 mil euros e depois de uma disputa que durou 10 longos minutos alcançou o valor de 1,322545 milhões de euros, muito acima dos cerca de 320 mil de teto máximo previsto pela leiloeira.

Segundo a descrição da leiloeira, trata-se de uma coroa, datada da década de 1840, cravejada de diamantes e safiras, com “uma notável safira birmanesa no centro”.

O leilão em questão, denominado Magnificent Jewels, realizou-se ontem no Four Seasons Hotel des Bergues, em Genebra, com transmissão em direto pela internet.

Ana Isabel Moura, ZAP // Lusa

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. Claro que não pode haver dinheiro para isso. Reduzissem o número de deputados em 50 (o limite mínimo previsto na CRP, ao invés dos actuais 230, o limite máximo) e o que poupavam num ano daria para adquirir não uma, mas duas coroas…

  2. Foi pena, apesar dos esforços, mas um leilão de uma peça destas é sempre imprevisível, tanto podia ficar abaixo do previsto como ultrapassar em muito os valores previstos, como aconteceu. O Estado deveria ter um fundo para recuperar material com significado cultural para a memória do país.

  3. Isto é inadmissível. Uma peça tão importante da coroa portuguesa escapa-se por causa de meia dúzia de tostões quando comparado por exemplo com as fortunas que este Governo oferece ao desbarato à banca. Esta peripécia mostra de facto o valor que este Governo dá à cultura e à história do nosso país, em gerigonça com uma esquerda que detesta os nossos valores e a nossa pátria. Deveriam fazer um GoFundMe a pedinchar ao povo português para mostrar a este Governo que ainda há quem respeite a História de Portugal. Inadmissível e profundamente lamentável.

  4. Uma vergonha . Quase essa quantia foi gasta ao desbarato na cimeira europeia do Porto, entre muitas outras despesas inúteis que o Estado gasta .
    Para aquilo que de facto importante , nunca há dinheiro

  5. Olhem para estes… Queriam que a peça viesse para Portugal… Quem é que vos mandou matar o Rei D. Carlos I em 1908?? Já estais esquecidos!? O povo português tem memória curta.

    • E?!!!!!!!
      É caso para dizer e ainda bem!!! Pior do que estamos atualmente só mesmo se em vez de PR tivéssemos uma família real para suportar, que quase aposto, à boa maneira Ibérica, estaria a monte no Dubai.
      Tenha juízo D. Sebastião e deixe-se ficar por terras de África em sossego. Tudo bem que hoje esteve um pouco de nevoeiro mas penso que não é o suficiente para ressuscitar o homem.

      • Acho que esse D. Sebastião é um Brasileiro a fazer-se passar… o “Português” de Portugal forçado leva a crer.
        Mas também fiquei curioso com a relação do assassinato com a peça!!

  6. D.MARIA II – Arrematar uma joia valiosa, uma coroa cravejada de diamantes e safiras, muito bem trabalhada e um valor inestimável para o Estado Português , porém, uma pequena fortuna para ficar guardada em Museu do Tesouro Real. A quantia a dispensar no arremate da valiosa peça seria uma sangria sem precedentes ao Erário Público em uma época de apertos financeiros devido a Pandemia que ora , se acontece. O comprador (arrematante) não poderia entrar em acordo com o Governo Português e deixá-la exposta no Museu do Tesouro Real, sob custódia do próprio Estado Português? Uma Joia que só interessa ao Povo Lusitano e de um passado Histórico da Monarquia Bragantina, já rejeitada e esquecida. Sabemos que o acervo do Museu enriqueceria, mas, tenho certeza que a Coroa de D. Maria terá o seu descanso eterno em solo da Lusitânia. É o que pensa joaoluizgondimaguiargondim – [email protected]

  7. Portugal e mal governado a muito tempo. Governos sucessivos teem pouca inteligencia e sem Planos para pais, a ideia e criar pais de turismo, e pessima ideia de ma gosto… e temos de emigrar sucessivamente geracoes inteiras… e sina, um destino quase certo.
    Perdemos todos se o pais nao aproveitar a massa critica do ensino, e Portugal ate e um pais onde ensino e gratuito e grande, mas grande vantagem, mas nao aproveita essa mao-de-obra deixa emigrar e fica espera que mandem remessas de dinheiro para pais… enfim o pais fica refem desta politica sem ideias, so bancos, banca, PPP, so maluqueiras criadas para explorar o dinheiro das pessoas… Nao existe um eixo de orientacao para producao de riqueza para todos, e tristesa de pais… por exemplo, neste momento temos uma empresa portuguesa com vacina cov19 para ser testada e parece promissora e governo esbanja dinheiro e nao tem uma margem de dinheiro para apoiar o que e nosso…caramba. Governo anda esbanjar milhoes no banco de fomento para que???? e tanta esbanjamento de dinheiro que nao sobra nada para empresas que criam riqueza no pais, que criam valor acrecentado… que pais e esse????
    Governo anda muito apoiar projetos social, sim sao bons, mas caramba apoie quem quer produzir, quem quer trabalhar neste pais… ajude as empresas… porque as empresas tambem o ajuda… nao ajude sempre os mesmos, bancos, banca, servicos social aos milhoes porque nao e solucao… nao produz riquesa…. mais um governo socialista a bater com testa na porta…. Portugal so nao descambeia porque a uniao europeia anda injetar milhoes….e governos a disparar sem pes nem cabeca…governo tem entender que e apoiando pequenos projectos que poderam crescer no futuro, e nao necessita de muito dinheiro…e apoiar quanto mais precisamos…
    Quanto a Coroa de D. Maria II, ha muito tempo que esta Republica nao quer saber nada da Monarquia e poderia tirar algum partido… mas ignora essas vantagem se calhar esta com medo. Acho que povo esta maduro o suficiente para entender o que e melhor para pais. Os politicos com o seu orgulho e medo de perder o poder nao querem arriscar.
    Agora um povo sem orgulho da sua historia e da sua cultura passada tem destino de repetir erros… erros do pais foi nao fazerem reformas na devida altura das revolucoes, mantiveram a tradicao com medo e com muita resistencia a mudanca, agora e bico-dobra emendar o que seja… ainda mais quando poderes concentram-se no mesmo local onde as pessoas que trabalham nesses locais misturam e constroiam a seu belo prazer as burocracias, tornando o pais ingovernavel….e sem vergonha na cara…o que e mais assustador, fazem porcaria e fingem que nada aconteceu ou acontece…e fico por aqui…

  8. Tanto barulho por causa de uma peça de bijutaria da insignificante rainha Maria II, que mais parecia uma ama de leite que uma soberana. O valor de leilão nem era importante, mas adquirir a peça, sem nenhuma relevância, seria um desperdício. O espólio da monarquia, após o provável assassínio de João II, é um desastre, melhor seria se o pudéssemos esquecer. Se fosse quem paga essa leviandade do museu da realeza, só de borla aceitaria a bugiganga real. E não sem incómodo, mesmo de borla.

RESPONDER

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …

PSD/Porto diz que escolha de António Oliveira para Gaia foi "erro de casting"

O presidente do PSD/Porto disse esta segunda-feira que a escolha de António Oliveira para encabeçar a candidatura à Câmara de Vila Nova de Gaia foi “um erro de casting”, pelo que encara a desistência deste …

Há mais três mortos e 756 novos casos de covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas registaram-se mais 756 casos de infeção por covid-19 e três pessoas morreram. A região de Lisboa e Vale do Tejo regista …

Mensagem em garrafa atravessou o Atlântico e foi encontrada nos Açores

Três anos depois de ter sido lançada ao mar, uma mensagem numa garrafa uniu dois adolescentes separados pelo Oceano Atlântico. Em 2018, durante um feriado (25 de novembro) no estado norte-americano de Rhode Island, no leste …

Afinal, autoagendamento só avança para maiores de 37 anos (e não 35)

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 vai ficar disponível apenas para pessoas com mais de 37 anos esta segunda-feira, ao contrário do que informou, domingo, a task-force de vacinação. Ao contrário do que estava previsto, …