Coreia do Norte ameaça lançar míssil balístico intercontinental

(dv) KCNA / YONHAP

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte ameaçou esta quarta-feira estar prestes a lançar um míssil balístico intercontinental (ICBM) depois de Washington ter anunciado a realização de um teste de interceção de mísseis no Pacífico.

Na terça-feira, os Estados Unidos indicaram que um míssil intercontinental lançado da base da Força Aérea de Vandenberg na Califórnia foi intercetado com êxito por um míssil disparado do Centro de Testes Reagan instalado nas ilhas Marshall, no Pacífico.

Na sequência do teste norte-americano a Coreia do Norte diz estar “preparada” para um novo ensaio.

“Nós estamos preparados para lançar os ICBM para onde quisermos, sob as ordens do comandante supremo (Kim Jong-Un) refere o Rodong Sinmun, órgão oficial do partido único no poder em Pyongyang.

“Os Estados Unidos devem ser conscientes de que não é em vão quando falamos do nosso poder para reduzirmos a cinzas o ‘antro do diabo’ com as nossas armas nucleares“, escreve o jornal norte-coreano.

Pyongyang anunciou, na terça-feira, o lançamento de um míssil sobre o mar do Japão o que provocou a condenação de vários países, em todo o mundo.

Tratou-se do terceiro ensaio da Coreia do Norte em três semanas e o décimo segundo desde o princípio do ano, apesar das resoluções das Nações Unidas que interditam Pyongyang a manter o programa balístico e nuclear.

Os mísseis balísticos norte-coreanos, capazes de transportar ogivas nucleares, têm um alcance de até 10.000 km, podendo atingir a maior parte dos países da Ásia, América do Norte e Europa.

Lisboa está para além do alcance dos mísseis norte-coreanos, mas o Porto e o norte de Portugal estão ainda dentro do raio de acção das armas nucleares norte-coreanas.

(dr) RT

Alcance dos mísseis balísticos da Coreia do Norte

Alcance dos mísseis balísticos da Coreia do Norte

Os mísseis norte-coreanos são capazes de atingir todo o território do Japão, da Coreia do Sul, da Rússia e da China, e cobrem metade do território norte-americano.

A América do Sul é o único continente que está completamente fora do alcance das armas balísticas da Coreia do Norte.

// Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Este King Kong Um é pior que o Hitler!
    Não percebi qual a sua concepção de direitos humanos!
    Mas que brinca com a humanidade, brinca!
    E a cada dia que passa as consequências dum desastre nuclear são imprevisíveis!
    Espero que alguém ponha cobro a esta situação antes que seja tarde demais!

  2. Pode mandar o raio do míssil, mas que não se esqueçam de atar uma corda ao míssil e a outra ponta da corda ao pescoço dele, já que gosta tanto de mísseis, vai dar uma volta num…

  3. Só vamos acordar quando um dia acordarmos e o mal estiver feito e ai já será tarde, muitas pessoas morreram por conta deste louco da Coreia e por conta dos que não acreditaram que ele o faria e o deixaram andar

  4. Ora aqui poderá estar a solução de divertimento entre um ditador casmurro e outro democrata da mesma estirpe, um vai entreter-se a enviar foguetes para o ar e o outro a abatê-los, no final ficam satisfeitos os dois e possivelmente até amigos.

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …