Mais de metade da conta da luz é para pagar impostos

Os consumidores portugueses estão entre os que mais pagam pela electricidade na União Europeia, e isso deve-se muito aos impostos aplicados na factura da luz. Mais de metade da conta vai para as taxas aplicadas no sector.

O preço da electricidade em Portugal, é quase o triplo do que se aplica em Espanha, com 55% do valor da factura da luz a ir para as taxas e taxinhas aplicadas no sector da energia, de acordo com dados do Eurostat, o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE).

Só os dinamarqueses pagaram mais impostos do que os portugueses, respectivamente 68%, no primeiro semestre de 2018, na conta de electricidade, de acordo com o referido organismo europeu.

O preço médio da electricidade para consumo doméstico, em Portugal, foi no primeiro semestre do ano de 0,22 euros por quilowatt (KW), o sexto mais alto da UE, segundo o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico da UE, os dinamarqueses pagaram, entre Janeiro e Junho, o preço mais elevado pela electricidade consumida (0,31 euros por kw) e os habitantes da Bulgária pagaram o menor valor (0,09 por kw).

A média da UE foi, no primeiro semestre, de 0,20 euros por kw e a dos 19 países da moeda única de 0,21 euros, ligeiramente abaixo da de Portugal.

Para além da Dinamarca, os preços mais altos da electricidade registaram-se na Alemanha (0,29 euros por kw), Bélgica (0,27), Espanha e Irlanda (0,23 euros por kw cada).

Excluindo taxas e impostos incluídos na factura, em Portugal o preço da electricidade para consumo doméstico seria de 0,10 euros por kw, abaixo quer da média da UE (0,12) quer da Zona Euro (0,13).

Também no preço do gás natural, o peso dos impostos é relevante, com Portugal a ter a quarta factura mais pesada da UE neste capítulo, com impostos 38% acima dos que se praticam em Espanha.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Vergonha desta Geringonça, que faz acreditar aos portugueses que vai melhorar as suas vidas, mas chegando ao confronto com a EDP, prefere proteger os interesses do Mexia e dos chineses.
    55% da factura da electricidade, ( e também da água ), nada tem a ver com o produto que estamos a pagar. É somente uma forma de roubar pela calada. Taxas e taxinhas… pagar a energia em duplicado… pagando as centrais a carvão para não serem desactivadas, pagando energia que é OFERECIDA a Espanha. Uma das maiores corrupções do país a céu aberto.
    Qual é a empresa portuguesa ( incluindo Bancos ) que mais lucros tem ?… EDP !
    Não porque têm altos níveis de produtividade, mas porque ROUBAM a toda a força.

    • A EDP é a empresa que “mais” factura, mas, quem foi a correr entregar-la aos chineses?!
      E quem aumentou o IVA de 6% para 23% na electricidade?
      Acho que não foi a geringonça… não terá sido o Passos (e o Catroga)?!
      Pois…

      • “Entregá-la”.
        Não são os chineses que decidem que IVA se cobra em Portugal.
        Porque é que o Centeno não baixa outra vez o IVA que o patife do Passos subiu? Consegues explicar?

        • Pois não, mas são os chineses que ficam com os lucros que seriam “nossos” (além de ser uma empresa vital para o país e a sua cedência a estrangeiros (ainda por cima, a uma ditadura) deveria dar, no mínimo, cadeia por traição)!!
          Portanto, o problema não é só o IVA!…
          O Cen-tino não baixa o IVA porque é quase tão bom como o Passos e prefere sacar ao povo para dar aos bancos (tipo ao Banif e à CGD, cujos prejuízos o Passos preferiu esconder)!…
          O governo preocupou-se mais em baixar o IVA para as touradas, para o cinema (quase todo lixo de multinacionais americanas!) e para os festivais (supostamente de musica) de qualidade cada vez mais duvidosa, organizados também por grandes grupos económicos!
          Portanto, meteram no saco da cultura coisas que, quando muito, serão entretenimento!…
          .
          Electricidade ou gás para cozinhar é um luxo e paga 23%; touradas, filmes manhosos como Velocidade Furiosa, etc ou “musica” (em playback!) da Britney Spears ou das Spice Gilrs é um bem essencial e paga apenas 6% de IVA!!

      • Essa faz-me lembrar que o Cavaco tinha sido o pai do monstro. Sim, talvez, e quem é que alimentou depois o monstro para que ele tivesse continuado? É o mesmo que esta geringonça. O Passos aumentou o IVA porque a troika mandava e a geringonça não o desceu. No tempo do passos criaram o subsídio de Natal em duodécimos para não doer tanto. Parece que a lembrança foi do pançudo Proença, outro “socialista” de gema. Mas estes estão a desgovernar com austeridade do passos. Para me darem este ano o subsídio de Natal por inteiro, já me andam a sacar há dois anos! Ao menos deixassem estar como estava. O que me pagaram há dias já mo podiam ter começado a pagar desde janeiro. Tudo uma corja de FDP.

        • Pois, mas há coisas que não voltam para trás… a EDP já não dá par ir buscar!…
          Relativamente os duodécimos, eles não acabaram!!
          É facultativo e depende do entendimento entre as empresas e os empregados!
          Eu recebo os subsídios em duodécimos (já receia antes do Passos) e sempre preferi assim!
          E há muitas empresas a pagar duodécimos|…
          Na verdade, sempre achei que os subsídios (que não são bem subsídios, porque o único que se justifica é o mês de férias!) não deviam existir; se o ano são 12 meses, devem ser 12 vencimentos (incluindo, obviamente, as férias)!!

          • Está enganado. Eu nunca fui visto nem achado quanto ao subsídio de férias em duodécimos e se quisesse receber dessa maneira, a instituição que me paga não ia nisso. Quanto ao subsídio de Natal não ter razão de existir talvez concorde, em parte. Quem o criou? Mas se o acha a mais talvez possa prescindir dele, penso eu de que…é falar com o seu patrão.

            • Bem… não está a perceber…
              Enganado?
              Como é que posso estar enganado se acabei de lhe dizer que eu recebo duodécimos?!
              Também já lhe disse que eu não recebo subsídio de Natal – recebo 12 vencimentos relativos a 11 meses de trabalho e 1 de férias!
              Nada mais simples.

  2. “O preço da electricidade em Portugal, é quase o triplo do que se aplica em Espanha,”
    .
    “O preço médio da electricidade para consumo doméstico, em Portugal, foi no primeiro semestre do ano de 0,22 euros por quilowatt (KW),”
    .
    “Para além da Dinamarca, os preços mais altos da electricidade registaram-se na Alemanha (0,29 euros por kw), Bélgica (0,27), Espanha e Irlanda (0,23 euros por kw cada).”
    .
    Bem.. primeiro, o preço da electricidade em Portugal é quase o triplo de Espanha (custando em média 0,22€/kW) e depois afinal na Espanha ja custa 0,23€/kW!…
    Onde está esse “quase triplo”?!

  3. Total fact/2018 CEIG RTP IVA(23%) tx.DGE Imp.ECE Electricidade
    541,52 € 266,96 € 36,24 € 94,46 € 0,84 € 2,18 € 140,84 €
    == 49,30% 6,69% 17,44% 0,16% 0,40% 26,01%
    Electricidade : 26,01% 140,84 €
    Mafia Energia : 73,99% 400,68 €
    Era bom que fosse metade… Safardanas todos… a EDP é a maior Mafia que algum País pode ter…
    Compra tudo e todos… a falta de vergonha dos Politicos !!!

  4. Na Dinamarca o Mexia de lá deve receber mais que o nosso.
    Os serviços ditos públicos são os que são mais caros excepção dos correios, caríssimos e até já quase não se vêem viaturas dos CTT pois os trabalhadores dos CTT distribuem correio em viatura própria.

  5. Uma manifestação a nível geral do Pais, na minha ótica, seria bem vinda, vamos copiar o manisfesto dos Franceses?, aqui deixo a minha sugestão.
    IVA para as Touradas 6%
    IVA para Eletricidade 23%
    Isto dá vontade de Rir

  6. Não há impostos que cheguem para alimentar a máquina do Estado que por sua vez recompensa cada vez pior o contribuinte com os serviços que lhe compete prestar, saúde, educação e segurança são verdadeiros exemplos disso mesmo.

    • Caro leitor,
      Os jornalistas do ZAP têm a liberdade de escrever AO ou pre-AO.
      Escolhendo uma das grafias, devem mantê-la de forma consistente no artigo – que é o caso deste, escrito na grafia pre-AO.

RESPONDER

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …