Construtor civil condenado a pena de prisão por enterrar cadela viva

Cão HuskyO Tribunal de Grândola condenou um construtor civil a uma pena de prisão suspensa de um ano e quatro meses pelo crime de maus-tratos a animais de companhia, considerando provado que enterrou ainda viva a sua cadela doente.

O homem condenado, Edmundo Ferreira, nega as acusações e diz que vai recorrer da sentença, em declarações ao jornal Público.

A cadela husky tinha uma doença parasitária, conhecida como dirofilariose ou “verme do coração”, em que larvas de mosquitos se instalam nas artérias pulmonares e no coração, conforme explica o diário.

Foi encontrada enterrada, ainda viva, nas traseiras do restaurante Barco do Sado, na localidade da Carrasqueira, em Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, pela fundadora da associação local Focinhos, Teresa Campos, após um relato recebido por telefone de que estava um cão “a uivar” há vários dias, refere o Público.

“O animal estava prostrado sem conseguir mover-se em estado caquéctico de magreza extrema, em delírio e hipotérmico” por causa do frio e da chuva e, como tinham “escavado uma pequena cova e colocado lá dentro o animal com vida”, ele mal conseguia mover a cabeça, nota a sentença citada pelo jornal.

“Para que o corpo ficasse preso colocou-lhe [em cima] uma grelha em ferro e um bloco de cimento”, acrescenta o acórdão.

“Uivava de dor e aflição”, refere a juíza e Teresa Campos nota ao Público que “parecia um trapo velho e teve de ser tosquiada por causa dos parasitas externos”.

Não se sabe quantos dias é que a cadela ficou enterrada, sem comida e sem água, e como estava em estado tão débil e com danos neurológicos irreversíveis, acabou por ter que ser abatida duas semanas mais tarde, após ter estado internada num hospital veterinário.

A sentença ainda nota que o dono do animal “não demonstrou qualquer preocupação” com o seu estado e que “afirmou que se encontrava ali porque estava à espera de o mandar abater”.

“Ao invés de lhe proporcionar cuidados de saúde e nutrição, tratou-o cruelmente com o claro propósito de lhe causar lesões, dor e sofrimento ao privá-la totalmente da possibilidade de se mover, de alimento, água e cuidados médicos”, conclui a sentença.

“Isso foi inventado por gente doente da cabeça”

O construtor civil nega estas alegações e continua a garantir que não enterrou o animal vivo. “Se há pessoa que gosta de animais sou eu”, diz ao Público, realçando que “é completamente mentira que se ouvissem os uivos, porque o animal já nem ladrava”.

“E não estava tapado com nenhuma grade de ferro. Tinha era um buraco na areia, onde se recolhia”, acrescenta Edmundo Ferreira, frisando que “isso foi inventado por gente doente da cabeça”.

O homem foi também condenado a pagar a conta do hospital veterinário e um donativo de 250 euros à Focinhos, além de ter sido proibido de ter animais durante três anos.

O construtor civil, que tem outro cão e um gato, avisa já que “nunca pensem em vir buscar este cão, que anda comigo quase 24 horas por dia”. “Senão… aí já mexem comigo”, alerta.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Não demonstrou qualquer preocupação com o sofrimento do animal, ainda ameaça quem lhe quiser retirar o outro outro cão, “Senão… aí já mexem comigo”.
    No terreno onde ele enterrou o pobre animal, ainda deve haver espaço para meterem esta criatura amarrada num buraco, e colocar em cima, uma daquelas sanitas antigas onde os clientes do seu restaurante, se podem servir abundantemente, até encherem o buraco, indiferentes aos uivos.

  2. Pena suspensa? Não sou a favor da lei de Talião, Mas este energumeno, deveria estar na cadeia, a pão e água. Não passa de um reles assassino de animais.

  3. E???? O que é que ele faz se mexerem e a quem mexer com ele? Uma ameaça? Devia ser preso por isso, por fazer ameaças à integridade dos outros. Grande besta, também o que se pode esperar dum “carroceiro” pato bravo, construtor civil e dono dum restaurante que sabe-se lá que tipo e qualidade de alimentos é que ele serve aos clientes? Que tal uma inspecção da ASAE, talvez encontrassem lá muita coisa que não deviam.

RESPONDER

Forças Armadas dos EUA estão a adquirir coletes à prova de bala adaptados para mulheres

As Forças Armadas dos EUA estão a dar grandes passos no que diz respeito à igualdade de género. A instituição está a começar a mudar os seus coletes à prova de bala, de forma a …

Abstenção do PCP no OE2021? É um excelente indicador, diz Costa

O primeiro-ministro, António Costa, considerou um “excelente indicador” o PCP ter anunciado a abstenção no Orçamento do Estado de 2021 (OE2021) e resultado de um entendimento “para ter um bom orçamento para o próximo ano”. “É …

Egito abre restaurante com vista de luxo para as pirâmides de Gizé

O Egito inaugurou um novo restaurante com vista panorâmica para as pirâmides. O investimento faz parte de uma tentativa de reavivar o turismo no país. O Egito revelou novas instalações para os visitantes no planalto nas …

Novo recorde. Portugal regista mais 3.669 casos de covid-19

Portugal regista este sábado 3.669 novos casos de infeção com o novo coronavírus, responsável pela covid-19, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 21 mortes relacionadas com a covid-19, segundo …

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …